Conexão Cultura Jovem

Grantee do Pulitzer Center, jornalista compartilha experiência com bolsistas do LabCom A Lente

Publicados

em

Juliana Arini é colaboradora de veículos de comunicação nacionais e internacionais e ensinará aos alunos do LabCom como checar notícias, criar narrativas e storytelling

Colaboradora de importantes veículos de comunicação no Brasil e mundo, como a National Geographic, El País, Agência Folha e Le Diplomatique Brasil, a jornalista Juliana Arini soma à equipe do Laboratório de Comunicação e Cultura LabCom A Lente. Entre os dias 23 e 26 de fevereiro, ela ministra oficina de Jornalismo, em nova etapa dedicada à produção de conteúdo.

O grupo de 20 jovens bolsistas de Chapada dos Guimarães terão a oportunidade de interagir com uma profissional de trajetória reconhecida e inconteste e que atualmente, também integra a equipe de grantee do Pulitzer Center, produzindo reportagens sobre a Amazônia.

A ementa elaborada pelo coordenador pedagógico, Ahmad Jarrah e a consultora pedagógica, Janaína Monteiro prevê que os alunos tenham compreensão de aspectos gerais do jornalismo e que desenvolvam competências diversas, incluindo a realização de entrevistas e produção de reportagens e releases.

“Eles vão aprender como desenvolver a pauta, quais fontes procurar, como analisar dados. Vão produzir textos informativos e aprender os caminhos para elaborar um texto investigativo. Só temos a agradecer à Juliana Palmo. Sabemos que essa oficina vai transformar o entendimento desses jovens, o modo com que se relacionam com o mundo”, explica Ahmad.

Juliana espera estimular nos jovens, uma postura mais crítica em relação ao mundo. “A ideia de ensinar jornalismo para jovens do ensino médio, não é só apresentar a perspectiva do jornalismo como profissão, mas ensiná-los a contar histórias, criar narrativas da sua própria história, do mundo à sua volta”.

Leia Também:  Aluno do IFMT de Campo Novo do Parecis leva medalha de bronze na Olimpíada Nacional de Ciências

A jornalista conta que vai da raiz à atualidade. “Vou mostrar para eles que a imprensa é muito mais antiga que a criação da prensa, pois a ideia da notícia perdura há mais de 2 mil anos e sempre vai estar aí, independente do suporte. Já quanto à contemporaneidade, vamos falar também de fake news, vou ensiná-los a detectá-la. Como devem se informar. Afinal, isso é muito importante para uma democracia, que o indivíduo tenha consciência do que é fato e que diante dessa experiência, possa contar suas próprias histórias. Isso ressignifica o cidadão perante o mundo”.

Colaboração com a comunidade

Idealizadora do LabCom ao lado de Ahmad Jarrah, Bruna Obadowski explica que depois da oficina, os alunos vão colocar em prática o que aprenderam, colaborando com a comunidade onde estão inseridos.

“Eles vão desenvolver o material de divulgação de negócios e produtos de agentes comunitários atendidos pelo projeto. Entre os quais estão o Horto Florestal, a horta comunitária, o projeto da Aldir Blanc Cartografia do Brincar, a Rádio Comunitária de Chapada, Dona Francisca benzedeira, feira de artesanatos de Chapada e feira de frutas e verduras de Chapada”.

Oficina de live

No fim de semana, o LabCom apresentou uma oficina de live e webinar, ministrada por Bruna. Na oficina os bolsistas tiveram acesso às plataformas e ferramentas para a realização de lives e webinários, além do processo de planejamento dessas ações. Para o LabCom, que conta com duas semanas de programação em ambiente virtual com convidados nacionais e internacionais, é fundamental promover o acesso às ferramentas e mecanismos possíveis para o desenvolvimento de conteúdo em ambiente virtual”.

Leia Também:  Receita Federal abriu prazo para entrega declaração do Imposto de Renda

E Bruna adianta assim, que entre março e abril haverá uma programação online com profissionais que estão em outros centros e cuja interação – em tempos de pandemia – só é possível, graças ao recurso tecnológico.

Entre os convidados estão o cineasta que trabalha com audiovisual em Portugal, Dewis Caldas; a pesquisadora em Comunicação Digital na USP, Issaaf Karhawi; o publicitário que trabalha em empresas internacionais em Milão, Arthur Amorim e por ainda, colaboradores da Mídia Ninja vão falar sobre midiativismo. Em breve datas e horários serão divulgados.

Protocolos de biossegurança e remuneração

Na rotina de atividades, as turmas de bolsistas têm feito rodízio por conta da pandemia da covid-19: uma no período da manhã e outra, de tarde. E vale ressaltar, os alunos do projeto recebem R$ 400,00 por mês para estudar. Um grande reforço à renda familiar.

O Laboratório de Comunicação e Cultura LabCom A Lente foi selecionado no edital Conexão Cultura Jovem, realizado pelo Governo de Mato Grosso via Secretaria de Esportes, Cultura e Lazer (Secel-MT) em parceria com o Governo Federal, via Secretaria Nacional de Cultura do Ministério do Turismo.

Acesse: https://alente.com.br/

Siga o LabCom no Instagram: @labcom.alente

Curta a página no Facebook: https://www.facebook.com/labcom.alente

Por Lidiane Barros
COMENTE ABAIXO:

CUIABÁ

VÁRZEA GRANDE

POLÍTICA

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA