COVID-19

Governo de MT inicia distribuição de vacinas para idosos com mais de 90 anos

Publicados

em

Vacinas integram a quarta remessa, com 30,6 mil doses, encaminhada pelo Ministério da Saúde no último domingo (07.02)

Por Fernanda Nazário

Com informações SES-MT

Distribuição de vacina para o município de Cuiabá
Foto: Michel Alvim

O Governo de Mato Grosso, por meio da Secretaria Estadual de Saúde (SES-MT), iniciou a distribuição de vacinas para idosos de 90 anos ou mais. Os imunizantes integram a quarta remessa, com 30,6 mil doses, encaminhada pelo Ministério da Saúde no último domingo (07.02).

Nesta terça-feira (09.02), o município de Cuiabá retirou 3.120 doses na Rede Frio Estadual, sendo 1.720 destinadas exclusivamente para imunizar os idosos do grupo prioritário e 1.400 para imunizar trabalhadores da saúde.

Também já receberam as doses o município de Várzea Grande, a regional de Rondonópolis, Sinop, Alta Floresta, Peixoto, Cáceres, Pontes e Lacerda, Tangará da Serra e Diamantino. Na quinta e sexta-feira (11 e 12), devem receber os imunizantes as regionais de Juara, Juína, Aripuanã, Colniza, Rondolândia, Barra do Garças, Água Boa, Porto Alegre do Norte e São Felix do Araguaia.

Leia Também:  Mato Grosso registra 334.091 casos e 92 mortes por Covid-19 em 24 horas

Chegada de mais 11 mil doses da vacina CoronaVac em MT
Créditos: Christiano Antonucci

O gerente do Programa Estadual de Imunização em Mato Grosso, Thiago Rondon, explica que, conforme orientação do Ministério da Saúde, estão sendo enviadas as quantidades de dose referentes à primeira aplicação; as doses para a segunda aplicação serão encaminhadas aos municípios em até 10 dias.

“A vacina tem como objetivo a prevenção de uma doença agressiva, por isso é importante que as pessoas do grupo prioritário se vacinem, pois somente através da imunização que vamos conseguir diminuir as mortes e contaminação”, explicou o gestor.

Até o momento, o Estado de Mato Grosso recebeu cerca de 191,6 mil doses do Ministério da Saúde. Conforme previsto no Plano Estadual de Operacionalização da Vacinação contra Covid-19, após a distribuição do imunizante aos polos Regionais de Saúde, os municípios fazem a retirada da vacina no polo que contempla a sua região. Em seguida as gestões municipais executam as estratégias de vacinação.

Leia Também:  Novo decreto autoriza funcionamento em Cuiabá de atividades não essenciais, aulas híbridas e academia em condomínios

Distribuição de vacina para o município de Cuiabá
Créditos: Michel Alvim

Segunda dose

A distribuição da segunda dose da vacina para as pessoas que já foram vacinadas também iniciou nesta semana. Nesta terça-feira (09.02), o município de Cuiabá retirou 992 doses relativas à primeira remessa do Ministério da Saúde, que agora serão utilizadas como segunda dose, que serão destinadas aos trabalhadores da saúde do Pronto Socorro Municipal da capital.

Devem receber a segunda aplicação do imunizante os trabalhadores da saúde que atuam na linha de frente do combate ao coronavírus, povos indígenas aldeados, pessoas institucionalizadas com deficiência e pessoas institucionalizadas com 60 anos ou mais.

COMENTE ABAIXO:

COVID-19

Seduc prorroga medidas restritivas até 30 de abril

Publicados

em

Por

Expediente na sede da secretaria permanece das 7h às 13h; professores continuam em teletrabalho

Assessoria | Seduc-MT

Na Seduc, deve ser mantido no mínimo 30% dos servidores – Foto por: David Borges

Na Seduc, deve ser mantido no mínimo 30% dos servidores

A | A

A secretaria de Estado de Educação (Seduc-MT) prorrogou até o dia 30 de abril as medidas restritivas que visam reduzir os riscos de disseminação do novo coronavírus (Covid-19) entre os servidores. A portaria 257/2021 mantém, de forma extraordinária, o expediente na sede da Seduc das 7h às 13h.

A portaria, assinada pelo secretário Alan Porto, publicada no Diário Oficial do Estado desta quinta-feira (15.04), mantém a ampliação do teletrabalho. Na Seduc, deve ser mantido no mínimo 30% dos servidores.

A orientação às secretarias-adjuntas é que todos os servidores que possam desenvolver suas atividades de forma remota, sejam mantidos em teletrabalho até nova decisão.

As escolas da rede estadual de ensino devem seguir as normativas editadas pelas prefeituras, de acordo com a classificação de risco.

 

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Várzea Grande cria disque-vacina contra Covid e já atende idosos de 60 anos acima
Continue lendo

CUIABÁ

VÁRZEA GRANDE

POLÍTICA

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA