COVID-19

Governador: “Essas vacinas vão nos ajudar a salvar as vidas e os empregos dos mato-grossenses”

Publicados

em

Mauro Mendes formalizou compra de doses da vacina russa Sputnik V

Lucas Rodrigues | Secom-MT

O governador Mauro Mendes, durante o anúncio – Foto por: Mayke Toscano/Secom-MT

O governador Mauro Mendes afirmou que a aquisição de 1,2 milhão de doses da vacina Sputnik V, oficializada pelo Governo do Estado, vai ajudar a “salvar as vidas e empregos dos mato-grossenses”.

O contrato para a compra dos imunizantes foi assinado nesta quarta-feira (31.03). A Sputnik V possui eficácia comprovada de 91,6% contra a covid-19.

“A vacina é extremamente importante para que nós possamos sair dessa pandemia. Essa aquisição vai nos ajudar a salvar as vidas e os empregos dos mato-grossenses”, destacou.

De acordo com o chefe do Executivo Estadual, o contrato é fruto de uma longa corrida em busca da compra direta de vacinas, que começou já no ano passado.

“A negociação foi feita entre os estados da região amazônica, ao qual Mato Grosso pertence, e também com o Consórcio Nordeste. Coube a Mato Grosso essa cota da vacina, para que nós possamos acelerar o programa de vacinação aqui no estado. Buscamos embaixadas, fabricantes e todos os meios possíveis para conseguir chegar até esse resultado”, mencionou.

Leia Também:  Governo do Estado, ALMT  e prefeitura de Várzea Grande se unem para aumentar a capacidade logística na execução de ações de regularização fundiária 

Mauro Mendes relatou que a previsão da entrega dos primeiros lotes deve ocorrer até o final do mês de abril. As entregas serão feitas até julho.

“É o grande desejo da nossa população se ver livre desse tormento que é a pandemia, que tem trazido grandes e irreparáveis perdas para a vida de muitos brasileiros e mato-grossenses. Além das vidas, a pandemia tem tirado de todos nós o relacionamento social com nossa família e amigos, pois sabemos que o distanciamento é necessário. A vacinação é o caminho mais rápido e mais seguro para resolver todas essas consequências que o vírus traz”, destacou.

Veja aqui 👇
COMENTE ABAIXO:

COVID-19

MT registra 349.710 casos e 80 mortes por Covid-19

Publicados

em

Por

ATUALIZAÇÃO DIÁRIA

JB News

Por Denise Niederauer

A Secretaria de Estado de Saúde (SES-MT) notificou, nesta quinta-feira (22.04), 349.710 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, sendo registrados 9.376 óbitos em decorrência do coronavírus no Estado. Nas últimas 24 horas morreram por complicações do Covid-19, 80 pacientes em Mato Grosso.
Foram notificadas 1.895 novas confirmações de casos de coronavírus no Estado. Dos 349.710 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, 10.379 estão em isolamento domiciliar e 328.101 estão recuperados.
Entre casos confirmados, suspeitos e descartados para a Covid-19, há 511 internações em UTIs públicas e 409 em enfermarias públicas. Isto é, a taxa de ocupação está em 93,25% para UTIs adulto e em 51% para enfermarias adulto.
Dentre os dez municípios com maior número de casos de Covid-19 estão: Cuiabá (74.152), Rondonópolis (26.007), Várzea Grande (22.952), Sinop (18.405), Sorriso (12.446), Tangará da Serra (11.569), Lucas do Rio Verde (11.128), Primavera do Leste (9.898), Cáceres (7.526) e Alta Floresta (6.646).
A lista detalhada com todas as cidades que já registraram casos da Covid-19 em Mato Grosso pode ser acessada por meio do Painel Interativo da Covid-19, disponível neste link: http://www.saude.mt.gov.br/painelcovidmt2/
O documento também aponta o total de 308.563 amostras já foram avaliadas pelo Laboratório Central do Estado (Lacen-MT) e que, atualmente, restam 550 amostras em análise laboratorial.
Cenário nacional
Nessa quarta-feira (21.04), o Governo Federal confirmou o total de 14.122.795 casos da Covid-19 no Brasil e 381.475 óbitos oriundos da doença. No levantamento do dia anterior, o país contabilizava 14.043.076 casos da Covid-19 no Brasil e 378.003 óbitos confirmados de pessoas infectadas pelo coronavírus.
O Ministério da Saúde não divulgou os dados atualizados desta quinta-feira (22.04).
Recomendações
Existem vacinas para prevenir a infecção pelo novo coronavírus, mas ainda é importante adotar algumas medidas de distanciamento e biossegurança.
Os sites da SES e do Ministério da Saúde dispõem de informações oficiais acerca da Covid-19. A orientação é de que não sejam divulgadas informações inverídicas, pois as notícias falsas causam pânico e atrapalham a condução dos trabalhos pelos serviços de saúde.
O Ministério da Saúde orienta os cuidados básicos para reduzir o risco geral de contrair ou transmitir infecções respiratórias agudas, incluindo o novo vírus. Entre as medidas estão:
– Lavar as mãos frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos. Se não houver água e sabão, usar um desinfetante para as mãos à base de álcool;
– Evitar tocar nos olhos, nariz e boca com as mãos não lavadas;
– Evitar contato próximo com pessoas doentes;
– Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar com um lenço de papel e jogar no lixo;
– Limpar e desinfetar objetos e superfícies tocados com frequência.

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Max Russi anuncia 700 mil para Jaciara durante entrega de Ambulância
Continue lendo

CUIABÁ

VÁRZEA GRANDE

POLÍTICA

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA