Esportes

Futebol feminino: Brasil vence Copa América com 100% de aproveitamento

Publicados

em

A seleção brasileira de futebol feminino venceu a Colômbia por 1 a 0 na noite deste sábado (30) e conquistou a Copa América da modalidade.

Esse foi o oitavo título verde e amarelo em nove edições do torneio. A decisão foi disputada no Estádio Alfonso López, em Bucaramanga, na Colômbia.

O gol da final foi marcado pela meia-atacante Debinha, de pênalti, aos 38 minutos do primeiro tempo. A infração foi marcada depois de jogada individual da própria Debinha, que atua como avante do North Carolina Courage. Aos 30 anos, a mineira é a artilheira da era Pia Sundhage (treinadora sueca que assumiu a seleção brasileira feminina em 2019) e ultrapassou a marca de 50 gols com a camisa verde e amarela. Ela também assumiu o protagonismo quando necessário e liderou o time até o título, que foi o primeiro sob o comando da técnica sueca. 

Além das vagas para a Copa do Mundo de 2023 e para as Olimpíadas de 2024, a conquista marcou o sucesso de uma nova geração do futebol feminino nacional. Pela primeira vez desde 1995, o Brasil não contou, em uma competição internacional, com pelo menos uma das estrelas do trio Cristiane, Formiga e Marta. As duas primeiras se aposentaram e a camisa 10 está se recuperando de uma cirurgia no joelho.

Leia Também:  Complemento de R$ 200 do Auxílio Brasil começa a ser pago em agosto

Dessa forma, foram vários nomes que aproveitaram o torneio para ganhar espaço. Entre outras, no meio de campo, Duda Santos e Angelina tiveram destaque. A atacante Adriana, vice-artilheira da Copa com cinco gols, apesar de estar na equipe principal desde 2017, conseguiu ter uma boa participação pela primeira vez com a camisa verde e amarela já que sofreu muito com lesões durante a Copa do Mundo de 2019 e nas Olimpíadas de 2020.

Vale destacar a participação do setor defensivo. Nos seis jogos, o Brasil não sofreu nenhum gol. As atuações da goleira Lorena e das zagueiras Rafaelle e Tamires foram bastante seguras. Mas a técnica Pia Sundhage sabe que o time tem bastante a melhorar, principalmente quando enfrentar adversários de um maior nível.

“A final não foi tão bonita. Fomos eficientes para manter a vantagem quando a Colômbia estava criando chances. Foi importante não sofrer gols durante o torneio. Mas, falando da parte tática, sabemos que temos que melhorar. Algumas vezes, as jogadoras vêm do banco e mudam a partida. Mas, outras vezes, isso acaba não acontecendo. Vamos trabalhar para melhorar”, disse a europeia em entrevista coletiva.

Leia Também:  Auxílio Brasil será pago a 20,3 milhões de famílias a partir do dia 9

Edição: Lílian Beraldo

Fonte: EBC Esportes

COMENTE ABAIXO:

Esportes

Vasco embarca para Campinas para duelo contra a Ponte Preta

Publicados

em

Por

Em busca de mais um resultado positivo pelo Campeonato Brasileiro, o Vasco da Gama embarcou no início da tarde desta segunda-feira (08.08) para Campinas (SP), onde encara a Ponte Preta nesta terça (09), às 20h30 no Estádio Moisés Lucarelli. Antes da viagem, porém, o treinador interino Emílio Faro fez os ajustes finais na equipe.

Diante da Macaca, o Gigante da Colina não poderá contar com os suspensos Yuri, Nenê e Palácios. Por outro lado, a comissão técnica cruzmaltina poderá escalar pela primeira vez com os quatro reforços anunciados na semana passada: os laterais Matheus Ribeiro e Paulo Victor e os atacantes Bruno Tubarão e Fábio Gomes.

Outra novidade na lista de relacionados é o meio-campo Martín Sarrafiore. O argentino não atua desde outubro do ano passado, quando rompeu o ligamento cruzado do joelho esquerdo na partida contra o Confiança (SE), também válida pelo torneio nacional.

Nós vínhamos de cinco jogos em 15 dias, então procuramos trazer para o contexto de trabalho atividades que fossem regenerar alguns atletas que estavam bem desgastados e treinamentos que fossem gerar comportamentos novos para jogadores que estão chegando. Foram 10 dias importantes para que a gente conseguisse realizar recuperação, treinamento e inclusão de atletas que foram contratados – disse Emílio Faro, acrescentando na sequência.

Leia Também:  Federação confirma retomada do tênis em Mato Grosso

A Ponte Preta é uma equipe que evoluiu bastante. Nos últimos cinco jogos conseguiu resultados favoráveis. Na partida passada, apesar de não ter vencido o Grêmio, quem viu o jogo sabe que eles tiveram uma participação muito boa. Vamos ter um jogo muito competitivo nesta terça-feira. Eles estão exaltando muito esse jogo e tratando como a partida que pode fazer com que eles se firmem na competição, comecem a almejar coisas maiores. Cabe ao nosso time jogar de forma obediente e competitiva para retornarmos de Campinas com os três pontos – concluiu o treinador interino.

Fonte: Agência Esporte

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

CUIABÁ

VÁRZEA GRANDE

POLÍTICA

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA