Internacional

Fortes chuvas atingem regiões do Japão

Publicados

em

Autoridades meteorológicas japonesas afirmaram que as regiões de Hokuriku e do sul de Tohoku, além da província de Niigata, enfrentam chuvas fortes sem precedentes. Elas pediram que as pessoas se preparem para uma precipitação recorde capaz de provocar desastres.

Segundo a Agência de Meteorologia do Japão, uma frente acompanhada de um sistema de baixa pressão nas proximidades das regiões de Tohoku e Hokuriku trouxe mais chuvas que o esperado às províncias de Yamagata e Niigata.

A agência emitiu, hoje (4), um alerta emergencial de fortes chuvas em partes de Niigata. O alerta corresponde a um de nível 5, o mais alto na escala de emergência. O alerta emergencial foi alterado, depois, para alerta às 11h30.

É altamente provável que deslizamentos de terra, inundações e transbordamentos de rios afetem as áreas anunciadas.

Desastre

O alerta emergencial de fortes chuvas que havia sido emitido na província de Yamagata foi alterado para alerta logo após às 6h30 desta quinta-feira. Embora a chuva tenha atingido o pico na região, as margens superiores do rio Mogami transbordaram e o risco de um desastre continua alto.

Leia Também:  Dívidas atingem quase 80% das famílias, maior nível em 12 anos

A Agência de Meteorologia emitiu um comunicado de precipitação horária recorde nas províncias de Ishikawa e Fukui, ao longo do Mar do Japão.

Mais chuvas são esperadas nas regiões de Hokuriku e do sul de Tohoku, além da província de Niigata, hoje à noite.

Fonte: EBC Internacional

COMENTE ABAIXO:

Internacional

Biden assina documento de apoio à adesão da Suécia e Finlândia à Otan

Publicados

em

Por

Presidente dos EUA Joe Biden na  9ª Cúpula das Américas, em Los Angeles
Alan Santos/PR – 09/06/2022

Presidente dos EUA Joe Biden na 9ª Cúpula das Américas, em Los Angeles

Nesta terça-feira (9), o presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, assinou documento endossando a adesão da Finlândia e Suécia à Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan) . A ação é a expansão mais significativa da aliança desde a década de 1990.

Biden assinou o documento dando boas-vindas aos dois países, a última etapa para o endosso das nações pelos EUA.

“Foi e é um momento divisor de águas em que acredito na aliança e para maior segurança e estabilidade não apenas da Europa e dos Estados Unidos, mas do mundo”, disse ele sobre sua entrada na aliança pós-Segunda Guerra Mundial.

A expansão da aliança foi apoiada pelo Senado dos EUA por 95 votos a um na última semana  e já era esperada após o apoio público dos congressistas. Senadores democratas e republicanos aprovaram fortemente a adesão dos países à Otan, descrevendo as nações como importantes aliadas e cujos militares já trabalhavam em colaboração com a aliança.

Leia Também:  Dívidas atingem quase 80% das famílias, maior nível em 12 anos

A Suécia e Finlândia solicitaram a adesão à Otan em resposta à invasão da Rússia ao território ucraniano, que ocorreu em 24 de fevereiro . Moscou, no entanto, não ficou contente com o pedido e advertiu os países sobre uma possível entrada na aliança militar.

Finlândia e Suécia são integrantes da União Europeia, mas historicamente mantiveram uma posição de neutralidade militar entre o Ocidente e a Rússia. No entanto, a invasão à Ucrânia fez com que os dois países repensassem o status.

Ao assinar o documento, Biden disse que o mandatário russo, Vladimir Putin, está conseguindo “exatamente o que não queria”, com a entrada dos dois países na aliança.

Os demais membros da Otan assinaram o protocolo de adesão da Suécia e Finlândia no mês passado . A entrada dos países, no entanto, ainda precisa ser ratificada pelo parlamento de todos os 30 países que fazem parte da Otan.

Leia Também:  Jornalista russa que exibiu cartaz na TV contra guerra é presa

A ratificação pode levar até um ano, embora a adesão já tenha sido aprovada por alguns países, incluindo Canadá , Alemanha e Itália.

Entre no  canal do Último Segundo no Telegram e veja as principais notícias do dia no Brasil e no Mundo.  Siga também o  perfil geral do Portal iG.

Fonte: IG Mundo

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

CUIABÁ

VÁRZEA GRANDE

POLÍTICA

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA