Geral

Festival Braseiro promove lives solidárias a partir de hoje

Publicados

em

UMA SÓ CARNE, UM SÓ CORAÇÃO

_Amantes do churrasco aprenderão técnicas de corte e poderão fazer doações para famílias carentes de Cuiabá e Rondonópolis_

O Festival Braseiro promoverá a partir de hoje (21), e todas as quintas-feiras, lives com os churrasqueiros que participam do Festival, mostrando técnicas de cortes de carnes, origem e a melhor forma que prepará-las. O objetivo é arrecadar doações que serão entregues para famílias carentes de Cuiabá e Rondonópolis, cidades onde tradicionalmente o Festival é realizado. A transmissão dos eventos vai ocorrer pelo canal do Festival no Youtube.

O Festival já é conhecido como o maior evento beneficente de Mato Grosso, pois 100% da renda obtida é destinada à doação para entidades carentes. Como as edições deste ano do Festival tiveram que ser adiadas devido a pandemia do novo coronavírus, a promoção das lives foi a forma que a organização do evento encontrou para ajudar centenas de famílias que passam por necessidades financeiras neste momento, muitos sem ter nem mesmo o mínimo para alimentação.

Leia Também:  Carro pega fogo neste momento na Getúlio Vargas em Cuiabá

As lives, batizadas de ”Uma só Carne, um Só Coração”, acontecerão às quintas-feiras, sempre às 18h30. As edições serão alternadas entre Cuiabá e Rondonópolis, com quatro churrasqueiro, demonstrando em 15 minutos suas técnicas e explicando a origem da carne que estão usando. Assim, “o público poderá conhecer um pouco dos bastidores do Festival e ajudar muitas famílias que estão precisando muito neste momento, inclusive passando fome”, explica o presidente da Associação Brasileiro, Marco Túlio Duarte Soares.

As lives serão transmitidas pelas redes sociais do Festival Braseiro e da Celeiro Carnes Especiais, que é parceira da Associação Braseiro neste projeto.

As doações poderão ser feitas depositando múltiplos de R$ 10,00 na conta do Festival (Associação Braseiro), sendo que cada dez reais equivalem a um quilo de carne, valor subsidiado pela Celeiro. A Celeiro será responsável pela embalagem e entrega do produto, separado em carnes em cubo, carne moída e carne com osso.

As doações às famílias carentes serão intermediadas pela Igreja Católica. Em Rondonópolis, por exemplo, a Igreja identificou 692 famílias em situação de fome. A indicação das famílias que receberão as doações será feita pelas paróquias de Cuiabá e Rondonópolis.

Leia Também:  Gisela Simona e presidente da Câmara de VG Fabio Tardin são os entrevistados desta terça-feira no programa Tema Livre

O Festival Braseiro se tornou referência nacional no segmento, reunindo em duas edições anuais milhares de pessoas. O objetivo do evento é apoiar causas sociais. Toda a renda obtida é revertida para instituições filantrópicas beneficentes. Nas sete edições realizadas até 2019, foi doado um total de R$ 1.066.497,25 para 66 entidades filantrópicas de Cuiabá e Rondonópolis.

Redes Sociais:
Festival Braseiro
Youtube: www.youtube.com/channel/UCLvQaL7bAEcf_W0DE0lIWTw
Instagram: @festivalbraseiro_
Facebook: /festivalbraseiro

Celeiro Carnes Especiais
Instagram:@celeirocarnes
Facebook: /celeirocarnesespeciais

Conta para doação:

ASSOCIAÇÃO BRASEIRO
Banco Sicredi (748)
Agência: 0809
Conta corrente 25.899-8
CNPJ: 30.957.777/0001-00

COMENTE ABAIXO:
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Geral

De março a maio, Governo aumenta em 3 vezes capacidade de leitos de UTI em Cuiabá e Várzea Grande

Publicados

em

O número de leitos de UTI próprios e definitivos para pacientes da Covid-19 passou de 40, em março, para 120, em maio, nos Hospitais Estaduais Santa Casa e Metropolitano

Carol Sanford | Secom-MT

Hospital Metropolitano passará a contar com mais 30 leitos de UTI, além dos 40 já disponíveis – Foto por: Christiano Antonucci
A | A

O Governo do Estado ampliou a rede de leitos definitivos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) de 40 para 120, entre os meses de março e maio, nos Hospitais Estaduais Santa Casa, em Cuiabá, e Metropolitano, em Várzea Grande. O número representa um aumento de três vezes da capacidade para tratamento dos pacientes da Covid-19.

O Hospital Estadual Santa Casa passou por adequação para atender aos casos graves de coronavírus e conta com 50 leitos de UTI definitivos, ou seja, que permanecerão na estrutura hospitalar mesmo após a pandemia.

Foram abertos 30 leitos em abril e mais 20, no mês de maio, sendo 10 para UTI pediátrica. A unidade conta ainda com 117 leitos clínicos para atender aos pacientes do coronavírus.

Leia Também:  Baixa histórica da Selic favorece os negócios imobiliários

Governo finaliza adequação na Santa Casa para casos de coronavírus, com secretário Gilberto Figueiredo
Créditos: Christiano Antonucci

Já o Hospital Metropolitano foi inteiramente reformado e inaugurado no último dia 14 de maio, com 40 leitos de UTI exclusivos para o tratamento da Covid-19. Ainda em maio, o governador Mauro Mendes anunciou a abertura de mais 30 leitos de UTI na unidade. O hospital conta também com 238 leitos clínicos.

A intenção do Governo em construir hospitais e abrir leitos definitivos é de reforçar toda a estrutura da rede de saúde permanente do Estado, de forma que o atendimento à população seja ampliado durante e após a pandemia.

“Nosso plano de ação contempla a abertura de leitos definitivos em todas as regiões de Mato Grosso. Definimos locais estratégicos, em conjunto com os prefeitos, o que permitirá atendimento não apenas à população de um município específico, mas de toda a região que utiliza essa estrutura de saúde, trazendo economia de recursos, qualidade no atendimento e facilidade de acesso”, afirmou Mendes.

Governo finaliza adequação na Santa Casa para casos de coronavírus, com secretário Gilberto Figueiredo
Créditos: Christiano Antonucci

No interior, mais 70 leitos de UTI serão abertos em hospitais regionais e em parceria com as prefeituras municipais. A ampliação em 10 leitos em cada unidade ocorre nos municípios de Barra do Garças, Confresa, Tangará da Serra, Juína, Peixoto de Azevedo, Água Boa e Cáceres, cujo hospital regional ainda vai ganhar mais 20 leitos clínicos, após reforma nos mesmos moldes da que foi feita no Hospital Metropolitano.

Leia Também:  Gisela Simona e presidente da Câmara de VG Fabio Tardin são os entrevistados desta terça-feira no programa Tema Livre

“Temos atualmente, 110 UTIs sendo montadas ou em processo de construção no interior do Estado. Ou seja, temos aquilo que a Organização Mundial de Saúde sempre disse que é preciso ter, que são leitos em condições para atender a população que for contaminada e precisar de atendimento digno de saúde”, afirmou o governador.

O Estado conta atualmente com 1.110 leitos para os pacientes do coronavírus, sendo 253 de UTI e 857 leitos clínicos.

Hospital Metropolitano
Créditos: Maros Vergueiro/Secom-MT
COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

CUIABÁ

VÁRZEA GRANDE

POLÍTICA

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA