Arquivos JB News 10 Anos

Estudo de Impacto de Vizinhança da nova Promotoria de VG é apresentado

Publicados

em

 


O Estudo de Impacto de Vizinhança-EIV e o Relatório de Impacto de Vizinhança-RIV da nova sede das Promotorias de Justiça de Várzea Grande foram apresentados a representantes de diversos segmentos da sociedade em audiência pública realizada no município, atendendo a legislação municipal para aprovação de projetos do porte da nova sede das promotorias de Justiça de Várzea Grande.


Durante a apresentação, foram abordadas informações gerais sobre o empreendimento, caracterização, delimitação das áreas de influência direta e indireta, sistema viário e de transporte, infraestrutura existente e complementar, análise do uso e ocupação do solo, diagnóstico do meio socioeconômico, geração de emprego e valorização imobiliária.


Entre os pontos destacados do projeto, estão a tomada de decisões arquitetônicas sustentáveis, tais como: iluminação zenital com a utilização de recursos para aproveitamento da luz natural no interior da edificação e ventilação cruzada, visando amenizar a temperatura nos ambientes de concentração sem ventilação mecânica.


O RIV também trouxe ações mitigadoras e compensatórias para o empreendimento, como por exemplo, a construção de ponto de ônibus e reforço da sinalização vertical e horizontal, tendo em vista o tráfego maior de pessoas e veículos na região em função dessa obra.


O representante do Departamento de Engenharia do Ministério Público do Estado de Mato Grosso no evento, arquiteto e autor do projeto, Wander Cássio, explica que durante a audiência foram apesentadas algumas sugestões que podem ser aproveitadas. A promotora de Justiça que atua na defesa do Meio Ambiente e da Ordem Urbanística em Várzea Grande, Maria Fernanda Corrêa da Costa, indagou se o projeto prevê a utilização de energia fotovoltaica e reutilização de água pluvial.

Leia Também:  México bate Camarões por 1 x 0 na Arena das Dunas



Segundo o arquiteto, existe apenas a previsão de instalação de energia fotovoltaica na futura cobertura dos estacionamentos. Em relação a água pluvial, tendo em vista algumas experiências no interior, seria necessário um estudo levando em conta que o reúso de água pluvial necessita de grandes reservatórios para o período de chuvas do local. A promotora de Justiça também fez questionamentos referentes à pavimentação de calçadas, pavimento nas pistas de rolamento e iluminação pública e foi informada que as calçadas do terreno do MP serão executadas durante a obra.


Morador antigo da região, Antônio de Souza, relatou a preocupação sobre a contaminação do lençol freático com a rede de esgoto. Segundo o arquiteto do MPMT, o Departamento de Esgoto de Várzea Grande (DAE) informou que não há tratamento de esgoto nas imediações, dessa forma, o projeto arquitetônico da nova sede das Promotorias de Justiça prevê o tratamento interno de todo o esgoto sanitário produzido. A audiência pública foi realizada no dia 30 de agosto.


POLÍTICA URBANA: O EIV é um dos instrumentos da política urbana, sendo que seus principais objetivos são: possibilitar o desenvolvimento das funções sociais e ambientais de uma cidade/região/terreno, bem como garantir o bem-estar e a qualidade de vida dos habitantes. “Já o RIV apresenta as medidas mitigatórias a serem implementadas, visando que esses possíveis impactos identificados, causados por uma obra de grande porte, causem o mínimo de interferências à comunidade e ao meio ambiente”, esclarece o chefe do Departamento de Engenharia do MPMT, arquiteto José Francisco de Pinho.

Leia Também:  Solidariedade Reúne lideranças de Mato Grosso mirando eleições de outubro


A nova sede das Promotorias de Justiça em Várzea Grande localizará no loteamento Chapéu do Sol e será composta por 24 gabinetes para promotores de Justiça, salas de apoio, biblioteca com espaço para atendimento ao público e auditório com capacidade para mais de 140 pessoas. Toda a edificação atende às regras de acessibilidade. O início da obra está previsto para janeiro de 2020 e término no segundo semestre de 2022.

COMENTE ABAIXO:

Arquivos JB News 10 Anos

Kalil Baracat cobra melhorias na pavimentação de bairros

Publicados

em

Por

 

O vereador por Várzea Grande, Kalil Sarat Baracat de Arruda apresentou duas indicações que visam melhorias na pavimentação asfáltica de dois bairros da cidade.

Sua primeira indicação solicita do Poder Executivo Municipal junto à Secretaria de Infraestrutura a necessidade de serviços de tapa buracos e reparos na pavimentação asfáltica nas ruas do bairro Jardim Novo Horizonte, em sua totalidade.

Segundo Kalil a proposta é urgente e visa à realização de “tapa buracos” e reparos na pavimentação asfáltica.

“As ruas do bairro em questão encontram-se totalmente esburacadas, quase sem condições de tráfego, provocando pequenas colisões e avarias nos veículos dos que por ali transitam. É tamanha a calamidade em que se encontram as vias que não é possível especificar onde e quão grandes são os buracos. Atender à solicitação daquela comunidade é cumprir com o dever social e zelar pelo bem público e pelos munícipes”, explica o vereador.

Os moradores do bairro Jardim Potiguar também vem passando pelo mesmo problema e dessa forma, Kalil também indicou a necessidade de serviços de tapa buracos e reparos na pavimentação asfáltica em todas as ruas do bairro.

Leia Também:  Divulgada escala arbitragem Campeonato Mato-grossense SUB-19

“ As ruas Jardim Potiguar estão cheias de buracos com o aumento do fluxo de veículos pela região devido aos desvios das obras da Copa, quase que sem condições de tráfego. Além da falta de conforto e segurança, os buracos deixam o bairro com aspecto feio e mal cuidado desvalorizando os imóveis construídos ali. Dezenas de colisões com prejuízos financeiros e lesões físicas são registradas todos os dias naquele local”, disse Kalil Baracat.

 

Michelle Carla Costa

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

CUIABÁ

VÁRZEA GRANDE

POLÍTICA

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA