Arquivos JB News 10 Anos

Especial “Tô Nem Aí” traz cantora Luka para Cuiabá

Publicados

em

 

 

É quase impossível não pensar na frase “Tô Nem Aí” quando o assunto é a cantora e compositora gaúcha Luka. Ela – que fez muito sucesso com a faixa em 2003 – já se reinventou, virou a página e, agora, seus pés irão guiá-la para o Malcom Pub, em Cuiabá. Neste sábado (19.10), a artista sobe ao palco acompanhada pelos músicos locais Henrique Miranda, Léo Black Jack, André Prado e Cézinha Izidoro.

 

Dezesseis anos depois de seu primeiro álbum e longe de estar de mãos atadas, Luka continuou compondo e segue expandindo seu mundinho. Em seu repertório, uma caixinha de surpresas: faixas já consagradas como “Tô Nem Aí”, “Porta Aberta”, “A Aposta” e “Sem Resposta”, canções mais recentes como “Fala com a Minha Mão” e “Cinderela Doida” até apostas em releituras de hits nacionais e internacionais de artistas que marcaram sua memória musical e afetiva.     

 

Luka começou a tocar violão aos sete anos de idade. Aos 16, quando ainda era conhecida como Luciana Lima, apresentava-se no Rio Grande do Sul com shows de voz e violão, o que culminou em sua participação no festival Planeta Atlântida – um dos mais importantes do cenário cultural nacional. Mas, o sucesso a pegou de surpresa com a inclusão de “Tô Nem Aí” na trilha sonora de “Malhação”. A partir dali, a faixa invadiu as rádios e ganhou versões em diversos ritmos e idiomas.

Leia Também:  Cuiabá Arsenal e Coritiba Crocodiles prometem jogo histórico na Arena

 

“A Luka estourou nos anos 2000 e ganhou o mundo com ‘Tô Nem Aí’. Isto, numa época em que não tinha Youtube e redes sociais. Se brincar, a canção só faltou tocar na lua. Mais uma vez, será uma honra abrir as portas do Malcom para a Luka. Vamos celebrar sua trajetória no universo pop brasileiro. E o melhor: ao lado de músicos locais. Será imperdível”, comenta Alexandre Matozo, um dos proprietários do Grupo Malcom.

 

No dia 19 de outubro, o aquecimento fica por conta do som da banda Stone Eagles. Enquanto rola o especial “Tô Nem Aí” com a cantora Luka no Pub, no Club será a vez dos DJs Cleyton 7 e Julio Neto comandarem a noite eletrônica com a festa Jukebox. O evento conta com a assinatura rock’n’roll da Container Produções e do Grupo Malcom. A portaria será de R$25. 

 

SERVIÇO – Vale ressaltar que a entrada concede o direito a circular pelos dois ambientes do Grupo Malcom (Pub e Club), que está localizado na Avenida Miguel Sutil, ao lado do Gran Odara Hotel, no bairro Santa Rosa. Mais informações pela fan page: www.facebook.com/malcompub

Leia Também:  AMM cobra repasses aos municípios
COMENTE ABAIXO:

Arquivos JB News 10 Anos

Kalil Baracat cobra melhorias na pavimentação de bairros

Publicados

em

Por

 

O vereador por Várzea Grande, Kalil Sarat Baracat de Arruda apresentou duas indicações que visam melhorias na pavimentação asfáltica de dois bairros da cidade.

Sua primeira indicação solicita do Poder Executivo Municipal junto à Secretaria de Infraestrutura a necessidade de serviços de tapa buracos e reparos na pavimentação asfáltica nas ruas do bairro Jardim Novo Horizonte, em sua totalidade.

Segundo Kalil a proposta é urgente e visa à realização de “tapa buracos” e reparos na pavimentação asfáltica.

“As ruas do bairro em questão encontram-se totalmente esburacadas, quase sem condições de tráfego, provocando pequenas colisões e avarias nos veículos dos que por ali transitam. É tamanha a calamidade em que se encontram as vias que não é possível especificar onde e quão grandes são os buracos. Atender à solicitação daquela comunidade é cumprir com o dever social e zelar pelo bem público e pelos munícipes”, explica o vereador.

Os moradores do bairro Jardim Potiguar também vem passando pelo mesmo problema e dessa forma, Kalil também indicou a necessidade de serviços de tapa buracos e reparos na pavimentação asfáltica em todas as ruas do bairro.

Leia Também:  Defensoria Pública reverte no TJ decisão que tirou da mãe o poder de cuidar da filha

“ As ruas Jardim Potiguar estão cheias de buracos com o aumento do fluxo de veículos pela região devido aos desvios das obras da Copa, quase que sem condições de tráfego. Além da falta de conforto e segurança, os buracos deixam o bairro com aspecto feio e mal cuidado desvalorizando os imóveis construídos ali. Dezenas de colisões com prejuízos financeiros e lesões físicas são registradas todos os dias naquele local”, disse Kalil Baracat.

 

Michelle Carla Costa

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

CUIABÁ

VÁRZEA GRANDE

POLÍTICA

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA