CUIABÁ

Emanuel Pinheiro lança obra do primeiro hospital veterinário municipal público de MT

Publicados

em

O local também se tornará a sede da Diretoria de Bem-Estar Animal, que é vinculada à Secretaria de Meio Ambiente e Desenvolvimento Urbano

NAIARA LEONOR

O prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro, realiza na próxima segunda-feira (17), às 9h, o lançamento das obras do primeiro Hospital Veterinário Municipal – ‘Manchinha’. A unidade vai atender gatos e cachorros gratuitamente, com exames laboratoriais, consultas e cirurgias.

O prédio – que tem prazo de entrega de 150 dias – será construído em terreno em frente ao Cemitério Parque Bom Jesus, instalado na Rodovia Palmiro Paes de Barros.

A criação do Hospital Veterinário Municipal é mais um compromisso cumprido pela gestão Emanuel Pinheiro. “Já implantamos uma Diretoria de Bem-Estar Animal que trabalha no resgate, fiscalização de maus-tratos e na promoção da adoção responsável. Agora, daremos início a uma obra que será referência no país, com atendimento 100% público”.

No total, explica, o HVM contará com três etapas para sua instalação completa: a primeira destina-se à implantação do pronto-socorro. Já na segunda fase será criado um centro veterinário com a implantação de canil e gatil. Já a terceira etapa irá contemplar um espaço destinado ao lazer da população.

Leia Também:  Tarifa social de 50% no transporte coletivo será aplicada somente em 12 feriados de 2020 em Cuiabá

O local também se tornará a sede da Diretoria de Bem-Estar Animal, que é vinculada à Secretaria de Meio Ambiente e Desenvolvimento Urbano. A estrutura vai contar com três consultórios, área para animais hospitalizados, área de controle emergencial, sala de raio-x, laboratório de análises clínicas e sala de cirurgia.

Só no ano passado, por meio do Disque Denúncia (0800 647 7755), a Diretoria de Bem-Estar recebeu no primeiro semestre de 2019, 559 denúncias de maus-tratos, abandono e pedidos de resgate de animais atropelados em vias públicas.

 

SERVIÇO:

O que: Lançamento de obra do primeiro Hospital Veterinário Municipal – ‘Manchinha’

Quando: Segunda-feira (17), às 9h.

Onde: Rodovia Palmiro Paes de Barros, em frente ao Cemitério Parque Bom Jesus

COMENTE ABAIXO:
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

CUIABÁ

Emanuel Pinheiro mantém restrição ao comércio, suspensão das aulas e poderá adotar toque de recolher e rodízio de carros

Em Cuiabá

Publicados

em

 

Prefeito mantém restrição ao comércio, suspensão das aulas e poderá adotar toque de recolher e rodízio de carros

O novo decreto foi anunciado pelo chefe do Executivo neste sábado (04), em transmissão virtual

BRUNO VICENTE / ROBERTA PENHA

 

 

O prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro decidiu pela prorrogação das medidas de isolamento social, implantadas na Capital como forma de enfrentamento ao novo coronavírus (Covid-19). O Decreto número 7.868/2020 foi anunciado pelo chefe do Executivo neste sábado (04) e será publicado no Diário Oficial de Contas da próxima segunda-feira (06).

Entre as novas medidas, o prefeito disse que poderá adotar rodízio de veículos e toque de recolher dependendo do relatório técnico do grupo de fiscalização unificada. A decisão será condicionada à análise no decorrer da semana após a publicação do Diário Oficial. “Criamos este grupo com equipes de várias secretarias que farão as fiscalizações em todo o município. Eles me entregarão um relatório semanal, e dependendo do resultado deste relatório vou decidir se será necessário adotar essas medidas. Não é o meu desejo, mas se for preciso nós vamos aderir, para evitar a propagação do vírus”.

Em relação às aulas da rede municipal, o novo decreto estipula que continuarão suspensas no período de 6 de abril a 10 de maio de 2020. Os alunos em situação de vulnerabilidade social continuarão recebendo o kit alimentação escolar. Alunos do Ensino Fundamental (1° ao 9º Ano) e da Educação de Jovens e Adultos (EJA), irão receber as atividades educacionais na forma virtual (EAD).

Leia Também:  Deputado federal por MT Dr. Leonardo defende interiorização do tratamento contra o câncer 

Para o setor de comércio e serviços fica determinado o fechamento pelo período de 06 a 21 de abril de quaisquer estabelecimentos comerciais e de serviços no município de Cuiabá, como shopping centers, restaurantes, bares, academias, feiras, igrejas, exposições entre outros. O veto também se aplica aos vendedores ambulantes. Também continua vedada a realização de qualquer tipo de evento que possa resultar em aglomeração de pessoas. Estabelecimentos como supermercados, padarias, açougues, e lojas de conveniência podem continuar o funcionamento, mas o consumo dentro destes locais está vedado.

Desde o dia 16 de março, quando o primeiro decreto emergencial foi assinado, a Prefeitura de Cuiabá vem desenvolvendo uma série de atividades em combate ao contágio do vírus. Agora, com a publicação do novo documento, as medidas de isolamento social, já em andamento, continuam em vigor no território cuiabano. Conforme explicou o prefeito, a opção por manter os procedimentos de prevenção ao Covid-19 segue os embasamentos técnicos e científicos elaborados por entidades especialistas no campo da saúde pública.

“Não se deve flexibilizar nada quando o que está em jogo é a saúde da população. Nada é mais importante do que a vida. Seguimos respaldados nos protocolos da Organização Mundial da Saúde e do Ministério da Saúde. Quando essas medidas têm essa responsabilidade, esse grau de seriedade e de cuidado, elas devem ser prorrogadas sim, com um único objetivo, que é proteger Cuiabá”, argumenta Pinheiro.

Leia Também:  Com investimentos de quase R$ 800 mil, Pinheiro entrega nova unidade de Saúde para Cuiabá

O prefeito revela que de acordo com estudos técnicos do Comitê de Enfrentamento ao Novo Coronavírus, os resultados dos primeiro 15 dias das medidas implementadas de isolamento social foram positivas. “A curva de proliferação do vírus em Cuiabá ficou abaixo da curva nacional com a implementação das medidas com antecedência. Nossos resultados só não foram ainda melhores porque nos últimos cinco dias houve um relaxamento da população em relação às medidas. “Precisamos da colaboração de todos para que consigamos superar essa tempestade. A queda do avanço desse vírus depende do apoio da população. As medidas restritivas são necessárias, e se as seguirmos corretamente, conseguiremos voltar à normalidade em menor tempo possível.

 

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

CUIABÁ

VÁRZEA GRANDE

POLÍTICA

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA