CUIABÁ

Emanuel lamenta morte de operador de limpeza que atuava há mais de 16 anos na Prefeitura

Publicados

em

O prefeito Emanuel Pinheiro e o diretor-geral da Empresa Cuiabana de Zeladoria e Serviços Urbanos (Limpurb), Júnior Leite, lamentam o falecimento do servidor municipal José Verônica Aplinio da Luz, ocorrido na manhã desta segunda-feira (01). O operador de limpeza pública tinha 71 anos e morreu após sofrer um infarto fulminante.

Conforme as informações, José saiu para trabalhar nesta manhã, mas nem chegou a iniciar as atividades. O servidor sentiu um mal-estar, foi socorrido, no entanto não resistiu. Zé, como era chamado pelos companheiros de trabalho, atuava há aproximadamente 16 anos como funcionário da Prefeitura de Cuiabá.

“Um servidor público honrado, que dedicou boa parte de sua vida ajudando a Prefeitura a construir uma cidade melhor para todos os cuiabanos. A perda de um ente querido é uma das maiores dores que o ser humano pode sentir. Por isso, nosso desejo é que todos familiares e amigos sejam consolados pelo Senhor Jesus Cristo”, disse o prefeito.

O diretor-geral da Limpurb, Júnior Leite, destaca que, além de muito empenhado no trabalho, Zé era uma pessoa muito querida entre seus companheiros. “Todos que tiveram o prazer de conhecê-lo sabem de sua dedicação e comprometimento. Da mesma forma, sempre procurou ser um servidor agregador, que as pessoas tinham o prazer de estar ao lado”, completa Júnior. 

Leia Também:  Prefeitura revitaliza praça na região da Nova Luz

Fonte: Prefeitura de Cuiabá MT

COMENTE ABAIXO:

CUIABÁ

Cuiabá já alcançou 67% de arrecadação referente às receitas tributárias próprias

Publicados

em

Por

Levantamento feito pela Secretaria Municipal de Fazenda, entre os meses de janeiro e julho de 2022, aponta que a Prefeitura de Cuiabá arrecadou, até este momento, R$ 630.835.801 de um total de R$ 940.631.516 planejado para este ano. O valor representa 67% da meta atingida referente às receitas tributárias do próprio Município. 

Na quinta-feira (11), o secretário municipal de Fazenda, Antônio Roberto Possas de Carvalho, se reuniu com os técnicos da área de Planejamento Estratégico Fazendário para apresentar os resultados alcançados no primeiro semestre. O encontro também serviu para debater as estratégias que serão aplicadas para chegar à meta prevista. 

O trabalho desenvolvido pela Secretaria está vinculado ao Plano de Desenvolvimento Integrado (PDI) e à Agenda 2030, da Organização das Nações Unidas (ONU). O Planejamento Estratégico Fazendário está estruturado sob a metodologia Balanced Scorecard (BSC), que tem como fundamento a medição e gestão de desempenho.

“Gostaria de parabenizar todos os envolvidos que contribuíram durante a produção e efetivação do planejamento estratégico anual. É importante ressaltar que cada área foi primordial para que as metas fossem consolidadas e alinhadas ao planejamento estratégico”, disse Antônio Roberto Possas de Carvalho. 

Leia Também:  Profissionais da educação participam de seminário para discutir ações visando o fortalecimento das ações pedagógicas

Os tributos municipais são o Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU), Imposto Sobre Serviços de Qualquer Natureza (ISSQN), Imposto sobre Transmissão de Bens Imóveis (ITBI), Imposto sobre a Renda Retido na Fonte (IRRF), Taxas e Dívida Ativa. Entre todos esses, o ISSQN tem sido a principal fonte de arrecadação própria. 

Ainda segundo o relatório da Fazenda, em 2021, o ISSQN somou uma arrecadação total de R$ 405 milhões, o que representa um crescimento de 23%, se comparado ao ano de 2020, em que se alcançou R$ 337 milhões. O número coloca Cuiabá como a capital do Centro-Oeste com melhor arrecadação per capita desse tipo de imposto. 

“A consolidação do planejamento integra as diretrizes da gestão do prefeito Emanuel Pinheiro, que tem como foco a humanização no atendimento aos contribuintes, a modernização administrativa, a celeridade nos processos e o desenvolvimento econômico. Nesse contexto, a Prefeitura trabalha para atender as necessidades da população de forma eficiente”, completou. 

O assessor técnico Júlio Carlos da Silva falou sobre a importância das equipes se comprometerem no monitoramento do planejamento. “É um trabalho de toda a nossa secretaria. O plano foi construído por meio de reuniões com representantes de cada setor, de modo que fizeram livremente suas pontuações e se comprometeram a priorizar as metas estabelecidas”, explicou.

Leia Também:  Paccola é notificado, e terá até o dia 26 de Agosto para apresentar sua defesa sobre a morte de Alexandre Miyagawa

“Essa marca favorável e positiva é sem dúvidas resultados de todos os esforços da gestão Emanuel Pinheiro no que se refere ao equilíbrio fiscal. É um esforço de todos os envolvidos, desde a estratégia até a execução dos planos de ação. Estamos trabalhando para manter essa evolução para melhor servir à sociedade cuiabana”, finalizou Possas.

Estiveram na reunião o secretário adjunto da Receita Carmindo Germano de Neto e o secretário adjunto de Tesouro Cézar Fabiano Martins de Campos, bem como os diretores, coordenadores, gerentes e assessores das áreas.

PDO/AGENDA 2030

O PDI é a ferramenta de gestão estratégica que tem como objetivo garantir de forma humanizada a qualidade e celeridade dos serviços prestados ao cidadão, além de assegurar a excelência do desempenho profissional e a valorização do servidor.

O plano está alinhado com a Agenda Cuiabá 2030, um compromisso assumido pela Prefeitura de Cuiabá atendendo aos 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), 169 metas e os 10 princípios do Pacto Global da ONU, que estabelece estratégias de planejamento nas áreas de Direitos Humanos, Trabalho, Meio Ambiente e Anticorrupção.

 

Fonte: Prefeitura de Cuiabá MT

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

CUIABÁ

VÁRZEA GRANDE

POLÍTICA

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA