OPINIÃO

Em tempo de crise, crie oportunidades

Publicados

em

 

 

Estamos num momento de dificuldade econômica, falta de emprego, empresários que faliram ou estão em recuperação judicial. O que fazer nesta hora que percebemos que nosso chão sumiu e nos vemos numa estrada sem rumo? Esta é a nossa realidade no momento e precisamos reagir para não deixarmos um legado de frustações.

Como esta situação é de desânimo, sem boas perspectivas e até mesmo falta de coragem para encarar a situação financeira na qual se colocou, fez escolhas erradas e não conseguiu viabilizar o que almejava.

Entendemos que no decorrer da nossa carreira fazemos muitos contatos, desta maneira podemos ver que temos muitos talentos desenvolvidos, porém o maior legado de uma pessoa está no seu caráter.

Não importa a crise que estamos passando, mas sim o legado que deixamos para trás, que nos credencia a recomeçar de forma humilde e justa. Já dizia os mais antigos, “não colhemos o que não plantamos”.

É preciso reavaliar os hábitos e costumes para ver se foram eles que nos levaram ao caus. Eu já passei por várias crises, uma delas assim que casei, há duas décadas atrás. Me endividei, fiz inúmeras coisas que me levaram a muita perda de tempo e atraso profissional, mas foram as decisões erradas que fizeram com que eu me tornasse o empresário prudente que sou hoje.  Me lembro quando cheguei a não ter mais credito bancário, meus cartões de créditos todos estourados, além das despesas pessoais sempre atrasadas.

O que me salvou foram os contatos e as pessoas que me deram oportunidades. Um amigo meu dizia “Deus não dá o dom para uma única pessoa, é necessário que uns forneçam serviços ao outro. Assim criar uma grande rede de ajuda, onde um presta serviço para o outro”.

Há uns anos atrás quando tive a quebra de um contrato de 13 anos de dedicação e aí foi a grande virada da minha vida, num primeiro momento meu chão sumiu, mas me lembro do empresário que me dispensava daquele trabalho falando “hoje não estou te dispensando, mas estou te dando uma oportunidade para você crescer”. Sai pensativo daquela quebra de contrato e cheguei em casa tive que dar a notícia para minha esposa que não tínhamos mais aquela segurança financeira fixa, que agora teria que me reinventar. Na maior crise da minha vida foi onde criei oportunidades.

Sou sócio de uma empresa de consultoria tributária e empresarial, especializada em solucionar problemas. As minhas necessidades me fizeram crescer, buscar conhecimento técnico e acadêmico com especializações. Crio oportunidades conforme as mudanças econômicas. Resolva os seus problemas ao criar oportunidades para você mesmo.

 

Cuiabá, 13 de Novembro de 2019.

  

Marco Aurélio Ribeiro Coelho Junior, Cristão, Contador, Empresário Contábil e Suplente de vereador por Cuiabá. Pós Graduado MBA em Gestão e Administração. Agente de Comercio Exterior. Diretor Financeiro   do Solidariedade MT. Presidente Liquidante da Prodecap – S/A e Líder Comunitário. Email- marcoaurelio.conceitos@gmail.com, Instagram: marcoaurelio77444

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  O recado da Argentina
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

OPINIÃO

Procedimento estético deve realçar sua beleza não transformá-la em outra pessoa

Publicados

em

Todos os dias aparecem novos procedimentos aliados a novas técnicas que prometem o visual dos sonhos. Como aumentar mandíbula, afinar nariz, aumentar os lábios, aumentar as bochechas, paralisar aquela rugas, preencher as olheiras, diminuir as pálpebras, a papada, etc e tal. Porém vale a pergunta? Será que preciso de tudo isso? Ou será que me deixei levar por modismos?

Nós cirurgiões plásticos temos como prática ouvir as queixas da paciente o que ela quer o que a incomoda para depois fazer uma análise do que realmente é apenas seguir o modismo ou se é necessidade da paciente e ainda o que realmente deixe seu rosto em harmonia.

Nossa função é realçar o que a pessoa já tem de bonito e muitas vezes precisa de um simples retoque para que a beleza existente fique visível aos olhos da própria paciente.

É importante que sempre que você receba um ‘diagnóstico’ de vários procedimentos que faça uma segunda avaliação. Não se deixe levar e nem faça um procedimento que você tem pouca informação e ainda com profissionais que não sejam habilitados só porque ‘sua amiga’ fez não quer dizer que seja também a sua necessidade.

Leia Também:  Não é suficiente instruir apenas

É comum na mídia ver casos de pacientes que ficaram com o rosto deformado ou por ter injetado produtos de mais, ou por contaminação, reação alérgica ou ainda inabilidade do profissional que está aplicando.

Por isso é importante pesquisar o procedimento a que tem interesse em se submeter, consultar profissionais habilitados para tirar todas as dúvidas, e se ainda assim não tiver certeza, pegue uma segunda opinião. Não faça nada em local que não seja um local apropriado como um consultório.

E lembre-se, um procedimento estético tem como função realçar o que você já tem de bonito, não torna-lo outra pessoa.

Benedito Figueiredo Junior é cirurgião plástico na Angiodermoplastic. CRM 4385 e RQE 1266. Email: drbeneplastica@gmail.com

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

CUIABÁ

VÁRZEA GRANDE

POLÍTICA

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA