Tecnologia

Elon Musk acusa Twitter de fraude e partes trocam farpas

Publicados

em

Elon Musk acusa Twitter de fraude
Reprodução/Instagram – 26.04.2022

Elon Musk acusa Twitter de fraude

Elon Musk acusa o Twitter de fraude por supostamente ocultar o real número de contas falsas na rede social. A acusação aparece na resposta dada pela equipe jurídica do bilionário ao processo que a empresa moveu contra ele nos Estados Unidos, divulgada nesta quinta-feira (4). As informações são do jornal The New York Times.

Enquanto o Twitter sustenta que menos de 5% das contas ativas na rede social são bots, a equipe de Musk alega que este número pode chegar a 10%. No documento, é citado um levantamento do Botometer, ferramenta desenvolvida pela Universidade de Indiana, para chegar ao valor.

Para Musk, a distorção nos dados esconderam fraquezas do modelo de negócios do Twitter, enganando o bilionário. “O Twitter estava contando erroneamente o número de contas falsas e de spam em sua plataforma, como parte de seu esquema para enganar os investidores sobre as perspectivas da empresa”, escreveram os advogados de Musk.

Leia Também:  Pai de Elon Musk afirma que não sente orgulho de seu filho

O Twitter, por sua vez, respondeu que o Botometer não é confiável e já chegou a marcar a própria conta de Musk como “altamente provável de ser um bot”. A empresa afirma que Musk tenta “distorcer os dados recebidos do Twitter para patrocinar conclusões malucas”.

Em um comunicado, Bret Taylor, presidente do conselho do Twitter, disse que as alegações de Musk no documento do processo “são factualmente imprecisas, juridicamente insuficientes e comercialmente irrelevantes”.

Os argumentos de Musk aparecem no primeiro documento de resposta ao processo, que deve ser bastante complexo.  O julgamento da batalha entre o bilionário e o Twitter está marcado para outubro e deve durar cinco dias.


Fonte: IG TECNOLOGIA

COMENTE ABAIXO:

Tecnologia

Samsung diz que dobráveis devem ser novo padrão da indústria até 2025

Publicados

em

Por

Galaxy Z Fold 4 foi lançado nesta semana
Reprodução/Samsung – 10.08.2022

Galaxy Z Fold 4 foi lançado nesta semana

A Samsung está apostando muitas fichas em seus celulares dobráveis. A partir de uma afirmação de Roh Tae-moon, líder da área de dispositivos móveis da empresa, a dona de aparelhos como o Galaxy S e o aposentado Galaxy Note quer elevar as marcas Flip e Fold como padrão da indústria. Isso tudo até 2025. Com isso, essa linha superaria os smartphones premium da marca em menos de quatro anos.

Se você acompanha os chamados “k-dramas” (dramas coreanos), já notou que os personagens frequentemente trazem consigo um celular dobrável da Samsung nos episódios. No entanto, mesmo se nunca teve interesse nesse tipo de seriado, já deve ter visto um aumento desse tipo de smartphone na mídia.

É exatamente isso o que a sul-coreana quer. A companhia acredita fortemente nesse produto e no potencial de torná-lo um item padrão nas mãos e bolsos dos usuários.

Segundo o The Korea Herald, Roh Tae-moon afirmou que “até 2025, os itens dobráveis ocuparão mais de 50% do total de remessas de smartphones premium da Samsung. Os dobráveis se tornarão o novo padrão dos smartphones”.

Leia Também:  Twitter fora do ar: rede social passa por instabilidade nesta quarta

Ou seja, a famosa série Galaxy S deverá ser transformada em secundária nos próximos anos.

Os celulares podem ser chamativos, mas ainda não são unanimidade entre os entusiastas por tecnologia. Dessa forma, podemos apenas imaginar se há qualquer possibilidade de diminuição de preços do Fold e do Flip com o passar do tempo.

Samsung apresentou nova geração de dobráveis

Mesmo reinando há bastante tempo no segmento, a sul-coreana continua trazendo novidades para seus smartphones dobráveis. Sendo assim, o  Galaxy Z Fold 4 e o Galaxy Z Flip 4 foram apresentados em Nova York durante o evento Unpacked na quarta-feira (10). Oferecendo chips mais potentes e algumas melhorias, eles dão continuidade à tentativa de torná-los queridinhos dos usuários.

Tudo isso parece dar aquela renovada nos aparelhos, em especial no quesito durabilidade, algo importante em itens que são dobrados e desdobrados com tanta frequência. Além disso, o software também ficou com uma cara um pouco melhor, mais parecida com o que temos em notebooks, por exemplo.

Leia Também:  Musk vende US$ 7 bi em ações da Tesla para bancar compra do Twitter

Fonte: IG TECNOLOGIA

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

CUIABÁ

VÁRZEA GRANDE

POLÍTICA

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA