CUIABÁ

Dr. Luiz Fernando solicita que município trate pacientes com sequelas da covid

Publicados

em

AMBULATÓRIO ESPECIALIZADO

Por Rayane Alves

O vereador Dr. Luiz Fernando (Republicanos) fez uma indicação na manhã desta terça-feira (6), durante sessão na Câmara Municipal da Capital, que a Prefeitura de Cuiabá, instale um ambulatório com especialidades médicas para tratar pacientes que ficaram com sequelas do coronavírus.

De acordo com o parlamentar que também atua como médico ortopedista, ele tem presenciado vários pacientes que precisaram ser internados em enfermarias ou Unidade de Terapia Intensiva (UTIs), que após deixarem os hospitais em um período de 60 ou 90 dias desenvolveram infarto, problemas respiratórios e disfunção pulmonar que poderiam ter sido evitados, caso esses pacientes tivessem acesso ao tratamento especializado.

“Hoje tem tratamento precoce da covid. Eu também sou a favor da profilaxia e também quero que o Poder Público realize o tratamento pós covid porque muitos acabam morrendo ainda após deixar o hospital porque as sequelas deixadas pela doença é grave. Atualmente nós temos apenas dois hospitais referências que são Hospital Municipal, antigo Pronto-Socorro e São Benedito que dispõe de leitos de enfermarias e UTIs, mas não temos tratamento especializado caso essas pessoas necessitem após a infecção”, disse.

Leia Também:  Grupo de empresários de Cuiabá realiza hoje carreata contra o lockdown decretado pelo governo

Segundo o vereador, 80% da população depende do Sistema Único de Saúde e Cuiabá não conta com um ambulatório disponível com nutrólogo, fisioterapeuta, endocrinologista, cardiologista, pneumologista entre outras especialidades.

“O nosso maior centro médico hoje é o Centro de Especialidades médicas situado na Getúlio Vargas e precisamos urgente de um ambulatório porque a grande maioria da população também evolui a óbito após deixar a internação porque sofrem um AVC, pneumonia secundária e a Saúde pública precisar oferecer as mínimas condições para ser tratada de forma digna”, finalizou.

COMENTE ABAIXO:

COVID-19

Novo decreto autoriza funcionamento em Cuiabá de atividades não essenciais, aulas híbridas e academia em condomínios

Publicados

em

Por

FLEXIBILIZAÇÃO

JB News

Por Denise Niederauer

Novo decreto autoriza funcionamento em Cuiabá de atividades não essenciais, aulas híbridas e academia em condomínios

O prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro (MDB),  liberou o funcionamento das atividades comerciais que estavam suspensas por não se enquadrarem dentro do grupo de serviços essenciais.

O ato consta no Decreto nº 8.388, que entra em vigor neste sábado (10.04) e é válido até o dia 25 de abril, (domingo).

Nesse período, todos os estabelecimentos podem abrir as portas, das 5h às 20h, seguindo um escalonamento de horário e outras medidas de biossegurança. Fica determinada a proibição de locomoção de qualquer cidadão no território do Município de Cuiabá, no período compreendido entre as 21hàs 5h, de segunda-feira à domingo.

“Estamos autorizando o funcionamento das demais atividades, no período das 5h às 20h, seguindo o escalonamento que fizemos para cada segmento comercial. É uma medida que atinge, por exemplo, lojas de roupas, calçados, armarinhos, revendedoras de veículos, que não constam no decreto federal como serviços essenciais e não conseguimos liberar, no primeiro momento”, explica Pinheiro.
Mesmo com a publicação do novo decreto, continua valendo no comércio da Capital o sistema de rodízio de funcionários e colaboradores, diminuindo a circulação de pessoas no mesmo ambiente de trabalho, conforme consta no Decreto nº 8.382, de 06 de abril de 2021. Também segue em vigor o incremento de mais 10% de ônibus na frota do transporte coletivo, totalizando 360 veículos em circulação.

Leia Também:  Vereadora Michelly quer a criação de auxílio emergencial em Cuiabá

“Agora, todos poderão trabalhar e garantir o seu sustento. Nossa única exigência é que isso aconteça com responsabilidade, respeitando todas as medidas de biossegurança. É necessário que tenhamos essa sensibilidade e compaixão com o trabalhador. Precisamos apoiar quem está lutando para colocar comida na mesa de sua família”, completa o chefe do Executivo municipal.

Além disso, a partir de  (12.04), as unidades de ensino particulares poderão adotar o funcionamento híbrido, com aulas remotas e presenciais, respeitando as medidas de biossegurança como limite de 50% da capacidade total de cada sala, distanciamento entre as carteiras e uso de máscaras. Para a rede pública municipal, a previsão é de que essa mesma metodologia passe a ocorrer no dia 3 de maio.
O documento autoriza ainda o uso das academias de ginásticas nos condomínios de Cuiabá. “Já havíamos liberado os playground e, agora, o mesmo está sendo feito com as academias, desde que isso ocorra com 50% da capacidade total do ambiente. Ou seja, se o espaço é feito para 10 pessoas, apenas cinco poderão utilizá-lo por vez. Isso, claro, deve ser somado a todas as outras medidas de biossegurança”, enfatizou.

Leia Também:  Toque de recolher em Cuiabá continua das 21h às 5h; ônibus circulam com 100% da frota

Confira no anexo abaixo o decreto na íntegra

DECRETO nº 8.388 de 09 de abril de 2021 – NIVEL ALTO pdf

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

CUIABÁ

VÁRZEA GRANDE

POLÍTICA

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA