topo.jpg
Quarta-feira - 21 de Fevereiro de 2018
ARTIGO - 23/10/2017 - 11:12
 
A cura do câncer será encontrada um dia?
 
   
   
 

 

Como médico oncologista e pesquisador, ouço com freqüência a pergunta: “Doutor, será que um dia a medicina encontrará a cura do câncer?” Esse questionamento me leva sempre à mesma conclusão: a medicina já encontrou essa resposta para grande parte dos casos de câncer.

No ano de 2014, pela primeira vez, as estatísticas mostraram que, no geral, mais da metade dos pacientes com câncer conseguem ser curados. Isso mesmo! Levando em consideração tumores de todos os tipos (exceto câncer de pele), mais de 50% dos pacientes já são curados. Outro dado positivo: o tempo médio de sobrevida de pessoas diagnosticadas com câncer subiu de apenas 1 ano em 1971 para mais de 10 anos em 2014. Lembro que esses números representam uma média – alguns pacientes vivem muito mais. Com esses dados, podemos concluir que os avanços da medicina na luta contra o câncer foram enormes nos últimos 40 anos. Muito desse avanço se deve às evoluções no tratamento da doença, mas também, e talvez principalmente, ao diagnóstico precoce.

Então porque muitas pessoas ainda morrem vítimas da doença? Bom, primeiramente precisamos entender que “câncer” é um nome genérico para mais de 100 doenças diferentes, de natureza e comportamento diferentes. E de resposta diferente aos tratamentos. A maioria das mortes ocorre em casos muito avançados para serem curados. Se a maioria dos casos iniciais já é curada, então, a pergunta correta seria: “será que a medicina vai encontrar cura para o câncer já muito avançado desde o diagnóstico?” Novamente, a resposta é: para alguns casos, já encontrou.

Alguns tipos de câncer, como o de testículo, linfomas e tumores placentários tem altas taxas de cura mesmo quando são avançados. Cânceres infantis têm taxas de cura próxima dos 80%. Mesmo alguns tumores antes incuráveis quando muito avançados (como o câncer de intestino com metástases para o fígado) já podem ser curados em até 30% dos casos. E esses números certamente continuarão a melhorar.

Porém, a idéia de que todos os cânceres avançados serão curados é mais distante da realidade. O câncer é, na maioria dos casos, uma doença degenerativa, resultado do acúmulo de alterações genéticas nas células. Tais alterações são provocadas pela exposição do nosso corpo a tudo que temos contato ao longo da vida: fatores externos (como alimentação, poluição, radiação, certos vírus) e internos (como hormônios próprios, hereditariedade, etc). Doenças degenerativas são o resultado do envelhecimento natural. Infelizmente, ainda não há meios efetivos para combater o envelhecimento. Todos conhecem vários exemplos de doenças degenerativas comuns: hipertensão, diabetes, osteoporose, cirrose, enfisema - a lista é enorme. Nenhuma delas é curada, mas sim controlada. É o que a oncologia atual busca: controlar a progressão do câncer avançado o máximo possível e, principalmente, melhorar a qualidade de vida dos pacientes.

Por fim, cito uma passagem do ótimo livro O Imperador de Todos os Males – Uma Biografia do Câncer, do americano Siddhartha Mukherjee:

            “A morte na velhice é inevitável, mas a morte antes da velhice, não. (...) Essa idéia (evitar as mortes por câncer antes da velhice) representa um objetivo muito mais razoável para definirmos o êxito da guerra contra o câncer.”

 Cleberson Queiroz é PhD em Oncologia pela Universidade de Liverpool (Inglaterra) e oncologista da Oncocenter. 

Email: cjqueiroz@hotmail.com

 

   
COMENTAR NOTÍCIA
VER COMENTÁRIOS
 
 
 
01/09/2017  - Você tem o direito de errar
28/08/2017  - MPE notifica prefeito e vereadores para que não reduzam limite para aplicação de agrotóxicos
23/08/2017  - Niuan Ribeiro, homenageia maçons por contribuição social
23/08/2017  - MPE notifica Estado para que suspenda qualquer ato de gestão em nome do IPAS
23/08/2017  - Secretaria de Educação e Bibliotecas Comunitárias comemoram Folclore nas ruas de Cuiabá
 
Untitled Document
 
ECONOMIA
Resolvido
20/02/2018
Justiça atende pedido da AMM e determina exclusão de municípios da inadimplência
 
 
NACIONAL
Na Madrugada Desta Terça-Feira
20/02/2018
Câmara autoriza intervenção federal na segurança pública do Rio de Janeiro
 
 
ESPORTES
Relatórios Técnicos
19/02/2018
Empreiteira recebe R$ 13 milhões por "asfalto fantasma" em MT
 
 
AGRICULTURA
Agricultura Familiar
17/02/2018
Presidente Botelho destaca incentivos a pequenos produtores de MT
 
 
ECONOMIA
Mercado
14/02/2018
Quinta edição da Femoda movimenta R$ 22 milhões
 
 
ARTIGO
Iniciativa
14/02/2018
Integridade empresarial: uma nova realidade
 
 
EDUCAÇÃO
Cuiabá
14/02/2018
Emanuel Pinheiro abre nesta quinta-feira o ano letivo de 2018
 
 
ARTIGO
Conflitos Pessoais
13/02/2018
Trans em lados opostos?
 
 
ESPORTES
Torcida
13/02/2018
FMF consegue aumentar número de ônibus em dia de jogos
 
 
DESTAQUES
Indicios
09/02/2018
Auditoria do TCE encontra 17 irregularidades na folha de pagamentos de Aripuanã
 
 
DESTAQUES
Nova Bandeirantes- MT
08/02/2018
População cobra resultado de investigação sobre o incêndio da prefeitura
 
 
DESTAQUES
Na BR-163
08/02/2018
Fluxo de veículos leves deve ter alta de 16% durante o carnaval
 
rodape.jpg
Resultado  
Você tem o direito de errar
 
Primavera do Leste  
MPE notifica prefeito e vereadores para que não reduzam limite para aplicação de agrotóxicos
 
Semana Nacional  
Secretaria de Educação e Bibliotecas Comunitárias comemoram Folclore nas ruas de Cuiabá
 
Iprobidade  
MPE notifica Estado para que suspenda qualquer ato de gestão em nome do IPAS
 
Cuiabá  
Niuan Ribeiro, homenageia maçons por contribuição social
 
Casa Própria  
Governo entrega casas a 100 famílias em Jangada
 
Artigo  
Modelo Ideal?*
 
Legalize Já!  
Ministro do STF diz que Brasil deve 'legalizar a maconha e ver como isso funciona na vida real'
 
Cultivo Protegido  
Futuros Produtores visitam em Campinas a Divisão de Hortaliças da Monsanto
 
Anvisa Avisa  
Droga da USP não tem ação comprovada contra câncer