topo.jpg
Quinta-feira - 17 de Outubro de 2019
 
AGRONEGÓCIO - 29/08/2019 - 14:30
 
Destruição de soqueira é essencial para o controle do bicudo após colheita, afirma IMAmt
 
   
   
 

 

Restos culturais de algodão podem ocasionar inúmeros prejuízos para os produtores, uma vez que as soqueiras são pontes para a proliferação de pragas


A colheita do algodão avança em Mato Grosso a cada dia. Com quase 80% dos 1,115 milhões de hectares semeados já foram colhidos e, de acordo com o Instituto Mato-grossense do Algodão (IMAmt), a destruição de soqueiras (restos culturais) é essencial para evitar que haja proliferação de doenças e pragas, em especial o bicudo do algodoeiro.

De acordo com especialistas do IMAmt, as algodoeiras mato-grossenses estão trabalhando a todo vapor, apesar de algumas ainda estarem na fase de regulagem inicial dos maquinários. Embora os trabalhos de colheita estejam ganhando ritmo, a preocupação acerca do bicudo do algodoeiro tem crescido em meio as propriedades, tanto que a recomendação tem sido a instalação de tubo mata bicudo nesse final de ciclo da cultura e, principalmente, a realização da destruição dos restos culturais.

A destruição das soqueiras é obrigatória por lei, tanto que em Mato Grosso existe o Vazio Sanitário do Algodoeiro, normatizado pela IN 001/2016 da SEDEC/INDEA-MT, que é o período do ano durante o qual não pode haver plantas de algodoeiro com risco fitossanitário.

O pesquisador do IMAmt, Edson Andrade Junior, pontua que a destruição de soqueira é essencial para evitar os rebrotes das plantas, que são verdadeiras fontes de pragas e doenças para o novo ciclo, em especial para o bicudo do algodoeiro, a ramulária e as principais lagartas que atacam a cultura do algodão.

O bicudo é um besouro de coloração cinzenta ou castanha e mandíbulas afiadas, utilizadas para perfurar o botão floral e a maçã dos algodoeiros. O inseto é considerado a principal praga dos algodoeiros nas Américas se se não controlado pode causar perdas de até 70% da produção.

Conforme o IMAmt, uma das principais formas de eliminação dos restos culturais do algodão é a química, através do uso de herbicidas. Os especialistas do IMAmt pontuam que a destruição química das soqueiras pode ser dividida em três métodos: Destruição iniciada no toco, Destruição no rebrotes e Destruição “planta em pé”.


-- 

Viviane Petroli
   
COMENTAR NOTÍCIA
VER COMENTÁRIOS
 
 
 
14/10/2019  - Ampa prevê manutenção na área de algodão em Mato Grosso na safra 2019/20
13/10/2019  - Prefeitura de São Félix inaugura pavimentação e o novo hospital municipal
10/10/2019  - A solução para dívidas de produtores rurais
09/10/2019  - Cultura do algodão faz parte dos debates do 4º Congresso Nacional das Mulheres do Agro
06/10/2019  - Lesões na virilha
 
Untitled Document
 
DESTAQUES
Emergencial e Fechada
16/10/2019
Mauro Mendes e Energisa debatem redução no ICMS na energia
 
 
DESTAQUES
Nesta Quinta e Sexta-Feira
16/10/2019
Cáceres recebe Colégio de presidentes e delegados do sistema OAB-MT
 
 
ECONOMIA
15%
15/10/2019
Municípios serão contemplados com o leilão do pré-sal
 
 
DESTAQUES
Recrutamento
15/10/2019
Quatro novos defensores públicos tomam posse esta semana
 
 
ECONOMIA
Fim do Prazo
14/10/2019
Mutirão Fiscal de Várzea Grande entra na reta final e vai até o dia 18
 
 
CIDADES
Infraestrutura
13/10/2019
Prefeitura de São Félix inaugura pavimentação e o novo hospital municipal
 
 
DESTAQUES
Desafio
11/10/2019
Inscrições para os maiores devoradores de hambúrgueres estão abertas
 
 
EDUCAÇÃO
6,8 Milhões
10/10/2019
Seduc repassa 7ª parcela do transporte escolar aos municípios
 
 
AGRONEGÓCIO
DINEPEC
09/10/2019
Dia de Negócios da Pecuária reunirá 5 mil pessoas em Cuiabá
 
 
ECONOMIA
Produção Rural
08/10/2019
Governo de MT consegue aporte de R$ 460 milhões para FCO Rural
 
 
MUNDO JURÍDICO
Pionerismo
07/10/2019
MPMT celebra 1º acordo de não persecução penal na Justiça Militar
 
 
GASTRONÔMIA
Com Degustação
04/10/2019
Semana Nacional da Carne Suína realizará oficina gastronômica gratuita em Cuiabá
 
rodape.jpg
Próximo Ciclo  
Ampa prevê manutenção na área de algodão em Mato Grosso na safra 2019/20
 
Infraestrutura  
Prefeitura de São Félix inaugura pavimentação e o novo hospital municipal
 
Posicionamento  
A solução para dívidas de produtores rurais
 
Em São Paulo  
Cultura do algodão faz parte dos debates do 4º Congresso Nacional das Mulheres do Agro
 
Tratamento  
Lesões na virilha
 
MP 884/19  
Câmara acaba com prazo para inscrição no Cadastro Ambiental Rural
 
Infecção  
Excesso de antibióticos pode causar sepse e levar até a morte alerta infectologista
 
Qualidade e Precisão  
Cuiabá conta com novo serviço de Hemodinâmica
 
Levantamento  
Uma história de Maria
 
Formação  
Fundação André e Lucia Maggi vai oferecer bolsas para curso de Agrocomputação da Fatec Senai MT