topo.jpg
Terça-feira - 20 de Agosto de 2019
 
ECONOMIA - 10/07/2019 - 12:12
 
Setor do comércio vê avanços nas negociações com o governo estadual
 
   
   
 

 

 

Com pouco mais de 20 dias para o término do prazo para convalidação dos benefícios fiscais aos setores produtivos do estado de Mato Grosso, conforme determinação da lei complementar (federal) nº 160/2017, a comissão de representantes do comércio do estado tem trabalhado para apresentar ao Poder Executivo e Legislativo estadual, propostas para alterar o projeto de lei complementar nº 53/2019, encaminhado à Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT), pelo Governo do Estado, que traz em seu interior uma reforma tributária em que penaliza, de forma severa, o empresariado com aumento da carga tributária.

O presidente da Fecomércio-MT, José Wenceslau de Souza Júnior, disse que estas reuniões estão avançando, porém, muitos pontos precisam ser alterados para contemplar todos os segmentos do comércio, que ainda penalizam a classe empresarial e, principalmente, o cidadão com o aumento dos preços para o consumidor final.

Nesta semana, ainda na segunda-feira (08), foi a vez do Grupo Trabalho do Comércio da ALMT conhecer as ações que a comissão desenvolveu até o momento, que visam minimizar os impactos que o PLC causaria em todos os setores, caso fosse aprovado da forma em que foi apresentado inicialmente. Para o coordenador do Grupo, o deputado estadual Thiago Silva espera encontrar uma solução para os problemas do setor, que é muito complexo e, então, apresentar um substitutivo para o projeto junto à ALMT.

Proposta do governo

Ainda na segunda-feira, às 21h, o secretário de Estado de Fazenda (Sefaz-MT), Rogério Gallo, convidou a comissão e apresentou um incentivo único para o novo regime de tributação no estado (Conta Gráfica), embutindo um crédito outorgado de 15% para todos os segmentos. Além disso, outros apontamentos pelo lado do governo foram apresentados, como os créditos de estoques, que serão devolvidos em oito meses, a partir de fevereiro de 2020.

Já nesta terça-feira (09), a comissão já se reuniu na sede da Fecomércio-MT para propor uma contraproposta, já que o que foi negociado, até o momento, não atende a todos os setores envolvidos. No entanto, o Governo do Estado tem buscado o diálogo e, assim, encontrar uma solução para o setor do comércio, que representa 66% da arrecadação do ICMS de Mato Grosso e que gera emprego e renda para as famílias mato-grossenses.

Ainda nesta terça, a comissão se reunirá, também na Federação do Comércio, para finalizar a contraproposta que será levada ao conhecimento do secretário de Fazenda, onde reforça o escalonamento do crédito outorgado para os diversos segmentos que compõem o comércio. “Cobrar mais impostos desestimula o empresário a fazer novos investimentos e o consumidor a comprar. Queremos ver o estado voltar a crescer com mais força, inclusive, gerar mais emprego e renda à população mato-grossense”.

 

   
COMENTAR NOTÍCIA
VER COMENTÁRIOS
 
 
 
09/08/2019  - A escala para o bem como propósito individual e de marca
08/08/2019  - Associação de Rondonópolis solicita abrigo para vítimas de violência doméstica contra a mulher
06/08/2019  - A inveja mata até o invejoso
26/07/2019  - Procuradoria do Município e Judiciário alinham ações para Mutirão Fiscal 2019
25/07/2019  - Prorrogado prazo para inscrições do Prêmio Nacional CFO de Saúde Bucal
 
Untitled Document
 
DESTAQUES
Em Nota
20/08/2019
Defensor público-geral diz que nunca fez ataques aos advogados ou à advocacia
 
 
POLICIA
Em Sorriso
17/08/2019
Réu é condenado a 22 anos e seis meses de prisão por matar ex-mulher com 27 facadas
 
 
DESTAQUES
Abuso de Autoridade
16/08/2019
CNPG manifesta sua preocupação com o avanço do Projeto de Lei sobre o Abuso de Autoridade
 
 
EDUCAÇÃO
Cuiabá
16/08/2019
Prefeito visita EMEB Santa Cecília para acompanhar o Projeto Garatuja
 
 
MUNDO JURÍDICO
Baixaria na Corte
15/08/2019
OAB-MT diz não aceita que o defensor meça a advocacia com a régua da Defensoria
 
 
POLICIA
Alto Paraguai
14/08/2019
Sargento da PM é denunciado por deixar vítima cega de um olho
 
 
MUNDO JURÍDICO
Estruturação
14/08/2019
MPE cobra melhorias para Politec em Alta Floresta
 
 
CIDADES
Em Cuiabá
13/08/2019
Sine oferece 86 vagas para esta semana
 
 
ESPORTES
Série B 2019
10/08/2019
Cuiabá recebe o São Bento na Arena Panatanl neste sábado
 
 
POLICIA
Em Cuiabá
09/08/2019
Militares são denunciados por comercializar materiais de uso obrigatório para alunos em curso de for
 
 
DESTAQUES
Improbidade
08/08/2019
Justiça determina indisponibilidade de bens de prefeito de Comodoro, secretárias e empresários
 
 
ESPORTES
Copa Verde 2019
07/08/2019
Mato-grossenses estreiam nesta quarta-feira fora de casa na 1ª fase
 
rodape.jpg
Negócios  
A escala para o bem como propósito individual e de marca
 
Proteção  
Associação de Rondonópolis solicita abrigo para vítimas de violência doméstica contra a mulher
 
Cobiça  
A inveja mata até o invejoso
 
Cuiabá  
Procuradoria do Município e Judiciário alinham ações para Mutirão Fiscal 2019
 
Até 22 de Agosto  
Prorrogado prazo para inscrições do Prêmio Nacional CFO de Saúde Bucal
 
Falêcia  
Dos crimes falimentares
 
Já Tramita na Câmara Federal em Brasilia  
Projeto que exige intérprete de Libras em locais de grande fluxo de pessoas
 
Perdas na Produção  
Vermes de solo acende o sinal de alerta em MT
 
Porto Esperidião  
Promotoria de Justiça notifica concessionária de água
 
Vaga para PcD  
Conselho Regional de Psicologia é alvo de denúncia no MPF