topo.jpg
Domingo - 17 de Fevereiro de 2019
POLÍTICA - 10/02/2019 - 09:49
 
Deputado pede aplicação da Lei da Ficha Limpa para a nomeação de conselheiros do TCE
 
   
   
 

Da Redação. 

 

O deputado estadual eleito para o primeiro mandado na Assembleia Legislativa de Mato Grosso Ulysses Moraes (DC), vem causando desconforto entre os colegas de parlamento, nos últimos dias, o deputado apresentou proposição legislativa que cria rito e exige a aplicação da Lei da Ficha Limpa para a nomeação de conselheiros do Tribunal de Contas do Estado (TCE). Apresentou projeto de lei para reduzir as verbas indenizatórias dos 24 deputados e de todos os servidores de alto escalão do Poder Legislativo. Neste a economia segundo o parlamentar pode ultrapassar R$ 57 milhões em quatro anos.

De acordo com a proposta, as verbas indenizatórias dos deputados serão reduzidas pela metade, passando dos atuais R$ 65 mil para R$ 32,5 mil por mês.

Coordenador do Movimento Brasil Livre (MBL), o parlamentar não divulgou o conteúdo da matéria, mas alardeou a iniciativa nas redes sociais.

"Chega de conchavos e nomeações obscuras, a população deve ter a oportunidade de participar e acompanhar. Com isso conseguimos impedir e dificultar nomeações puramente políticas" postou Ulysses nas suas redes sociais.

 Se referindo ao embate interno que esta acontecendo nos últimos dias pelos corredores da AL-MT que irá indicar o próximo conselheiro para o TCE.

Pela lei a casa escolherá por voto secreto nos próximos dias o próximo conselheiro do tribunal para assumir a vaga do ex-deputado e conselheiro afastado Humberto Bosaipo.

Bosaipo renunciou ao cargo, em dezembro de 2014.

Ele estava afastado desde 2011, devido aos processos de desvio de dinheiro na Assembleia Legislativa, quando deputado, aos quais responde.

Na denúncia o ex-secretário-Chefe da Casa Civil, Pedro Nadaf, juntamente com Bosaipo teria negociado sua vaga por R$ 6 milhões para que Janete Riva, esposa do ex-presidente da Assembleia Legislativa, José Geraldo Riva, fosse à indicação da Casa.

O procurador-geral do Poder Grhegory Paiva Maia, em entrevista nesta última sexta-feira (8) ao site Mídia News, afirmou que ter curso superior não é um requisito exigido legalmente, e nem o Supremo Tribunal Federal não cobra esse requisito.

Foto do Procurador da AL-MT  Grhegory Paiva Maia

Afirma que, conforme o entendimento do STF, a exigência feita na Constituição Federal - de que o postulante deve "ter notório conhecimento jurídico, econômico, financeiro ou de administração pública".

Disse também que essa exigência neste momento pode colocar a decisão que será do deputado e presidente da AL Eduardo Botelho (DEM), em xeque uma vez que pode ser questionado na justiça.

   
COMENTAR NOTÍCIA
VER COMENTÁRIOS
 
 
 
14/01/2019  - Chuvas são registradas na região norte da BR-163, entre Diamantino e Sinop
03/11/2018  - Preservação de patrimônio histórico abre Seminário Olhares Sobre a Cidade
11/10/2018  - Deputados podem votar auxilio às santas casas na próxima terça
25/04/2018  - Saiba como preparar delicias com limão-cravo o mais popular do país
19/04/2018  - STF torna Aécio Neves réu por corrupção
 
Untitled Document
 
ECONOMIA
Mato Grosso
17/02/2019
Governo estabelece meta de redução de despesa em 20%
 
 
ECONOMIA
Mercado Imobiliário na Agenda Legislativa
15/02/2019
Mato-grossense é escolhido coordenador da frente parlamentar do mercado imobiliário do Centro Oeste
 
 
DESTAQUES
Carnaval de 2019
15/02/2019
Emanuel esclarece que Prefeitura não patrocina Escola de Samba que homenageia Cuiabá
 
 
DESTAQUES
Em Brasília
15/02/2019
Secretária de MT é eleita vice-presidente do Fórum Nacional do Trabalho
 
 
CIDADES
Preservação
14/02/2019
Prefeitura participa de diálogo para recuperação do Centro Histórico de Cuiabá
 
 
DESTAQUES
Mortandade de Peixes
11/02/2019
MP-MT pede suspensão do enchimento do reservatório da Usina Hidreletrica em SINOP
 
 
POLÍTICA
Encerrada a Instrução
11/02/2019
TRE julga cassação de senadora Selma Arruda até março
 
 
DESTAQUES
Novo Conselheiro
09/02/2019
Voto secreto de deputados definirá indicação ao TCE
 
 
MEIO AMBIENTE
Por Descumprir Determinação Legal
08/02/2019
Cooperativa de reciclagem é interditada e diretoria será responsabilizada criminalmente
 
 
EDUCAÇÃO
Sem Calendário Escolar
07/02/2019
MP notifica prefeitura para que inicie o ano letivo na rede municipal de Mirassol D'Oeste
 
 
ECONOMIA
Vice-presidente vem a Mato Grosso encerrar colheita de soja
07/02/2019
O governador Mauro Mendes também estará no evento
 
 
ECONOMIA
Mato Grosso
06/02/2019
Governo edita normas mais rígidas para incentivos fiscais e despesa com pessoal
 
rodape.jpg
Cudado na Estrada  
Chuvas são registradas na região norte da BR-163, entre Diamantino e Sinop
 
Arquitetura  
Preservação de patrimônio histórico abre Seminário Olhares Sobre a Cidade
 
Congresso Nacional  
Deputados podem votar auxilio às santas casas na próxima terça
 
A volta Por Cima do Limão Caipira  
Saiba como preparar delicias com limão-cravo o mais popular do país
 
No Alvo  
STF torna Aécio Neves réu por corrupção
 
Mato Grosso  
Circuito de Tecnologia apresenta novidades e opções de carreira na área de TI
 
Em Rondonópolis  
Fiemt discute comércio exterior e acesso ao crédito com industriais
 
Resultado  
Você tem o direito de errar
 
Primavera do Leste  
MPE notifica prefeito e vereadores para que não reduzam limite para aplicação de agrotóxicos
 
Semana Nacional  
Secretaria de Educação e Bibliotecas Comunitárias comemoram Folclore nas ruas de Cuiabá