topo.jpg
Domingo - 17 de Fevereiro de 2019
POLÍTICA - 07/02/2019 - 13:33
 
Oposição crítica
 
   
   
 

 

Ao saudar os senadores Jayme Campos (DEM) e Selma Arruda (PSL), que passam a integrar a 56ª Legislatura, o senador Wellington Fagundes (PR-MT) afirmou que fará 'oposição crítica' ao atual governador de Mato Grosso, Mauro Mendes – contra quem disputou a eleição ao Governo em outubro passado. Mas fez uma ressalva: "Nunca fui, e nem serei, um Parlamentar fazer oposição por oposição. Quero, acima de tudo, ajudar o Governo do Estado".

 

Em plenário, Wellington Fagundes disse que será um parlamentar crítico "com aquilo que não estiver, a nosso ver, correto". Destacou que a imprensa já o procurou questionando se tomaria as mesmas medidas do governador.  "É claro que não! A minha proposta de Governo foi diferente" – disse, ao lembrar que jamais se colocou a favor de um Estado mínimo.

 

"Eu sou a favor de um Estado necessário. As reformas são necessárias, mas não podem, de forma alguma, tirar o direito daqueles que já construíram a sua vida e têm suas expectativas" - observou.

 

Escolhido para liderar o Bloco Vanguarda, formado pelo DEM, PR e PSC, Fagundes enalteceu os parlamentares que tomaram posse no dia 1º. Ele destacou a experiência do senador Jayme Campos (DEM-MT) e seu curriculum político de já ter sido prefeito, governador e senador. Também enfatizou a experiência da senadora Selma Arruda na área jurídica, eleita como a mais votada na última eleição. "Serão fundamentais para que possamos continuar avançando nas propostas que fundamentam nosso trabalho como Parlamentares e legisladores na defesa do nosso povo brasileiro e do nosso Estado" – disse.

 

"Fomos mandados para cá, sem dúvida nenhuma, pela confiança. E o voto é uma confiança que o eleitor deposita no político. Teremos que fazer com que essa confiança redunde em muito trabalho, em muitas realizações, principalmente no atendimento ao cidadão que está lá mais na ponta, às vezes esquecido" – acrescentou o senador.

 

Wellington reafirmou sua disposição de continuar lutando intensamente pelo desenvolvimento da logística do Brasil e por melhores diretrizes aos que produzem, seja no campo ou nas cidades, seja pequeno, médio ou grande, indistintamente. Prometeu insistir para que sejam criadas as condições aos que trilham em busca da justiça em todos os níveis, e "trabalhar por uma saúde pública compatível com as riquezas do nosso País, assim como por uma educação de qualidade e acessível a todos os brasileiros".

 

Para Wellington, a renovação imposta ao Parlamento leva a classe política a incluir nas reflexões "o fenômeno da participação popular mais aguda do povo brasileiro". Segundo ele, "está muito claro o desejo de participação", surgido a partir da tecnologia e das novas ferramentas da comunicação. "É um fenômeno que se criou numa tendência que acompanhamos há algum tempo. E, com muita tranquilidade e satisfação, quero dizer que ela se encontra incorporada firmemente na minha forma de agir" – ponderou.

 

REFORMAS DO ESTADO – Fagundes enfatizou ainda que "o momento nacional é agudo" e que os sintomas das necessidades mais urgentes cobradas pela sociedade foram determinantes em cada voto na última eleição. "O cidadão comum, com o título de eleitor em suas mãos e com as ferramentas da participação ao seu alcance, indicou que quer respostas às suas demandas mais urgentes" – disse, destacando a questão da saúde, educação e segurança, aliados ao cuidado com a coisa pública.

 

"O cidadão não tolera mais a fome e tampouco a miséria, rechaça a violência e impõe a todos nós que adotemos atos derradeiros contra a insegurança que paira a cada caminhar. O desemprego de mais de 12 milhões de brasileiros precisa de enfrentamento mais duro como forma de reverter esse quadro de deterioração social" – assinalou, tratando como 'inadmissível' os sobressaltos vividos pelo povo brasileiro, diante da riqueza natural, terras férias e produção invejável.

 

Fagundes disse que as reformas são necessárias. Apontou que "o Estado brasileiro demonstra muito claramente a sua exaustão e precisa se modernizar". Classificou a reforma política – que chamou de 'mãe de todas as reformas' - precisa ser mais profunda e que o Brasil necessita reformar a Previdência, da mesma como que carece de melhorias fundamentais no processo tributário.


   
COMENTAR NOTÍCIA
VER COMENTÁRIOS
 
 
 
14/01/2019  - Chuvas são registradas na região norte da BR-163, entre Diamantino e Sinop
03/11/2018  - Preservação de patrimônio histórico abre Seminário Olhares Sobre a Cidade
11/10/2018  - Deputados podem votar auxilio às santas casas na próxima terça
25/04/2018  - Saiba como preparar delicias com limão-cravo o mais popular do país
19/04/2018  - STF torna Aécio Neves réu por corrupção
 
Untitled Document
 
ECONOMIA
Mato Grosso
17/02/2019
Governo estabelece meta de redução de despesa em 20%
 
 
ECONOMIA
Mercado Imobiliário na Agenda Legislativa
15/02/2019
Mato-grossense é escolhido coordenador da frente parlamentar do mercado imobiliário do Centro Oeste
 
 
DESTAQUES
Carnaval de 2019
15/02/2019
Emanuel esclarece que Prefeitura não patrocina Escola de Samba que homenageia Cuiabá
 
 
DESTAQUES
Em Brasília
15/02/2019
Secretária de MT é eleita vice-presidente do Fórum Nacional do Trabalho
 
 
CIDADES
Preservação
14/02/2019
Prefeitura participa de diálogo para recuperação do Centro Histórico de Cuiabá
 
 
DESTAQUES
Mortandade de Peixes
11/02/2019
MP-MT pede suspensão do enchimento do reservatório da Usina Hidreletrica em SINOP
 
 
POLÍTICA
Encerrada a Instrução
11/02/2019
TRE julga cassação de senadora Selma Arruda até março
 
 
DESTAQUES
Novo Conselheiro
09/02/2019
Voto secreto de deputados definirá indicação ao TCE
 
 
MEIO AMBIENTE
Por Descumprir Determinação Legal
08/02/2019
Cooperativa de reciclagem é interditada e diretoria será responsabilizada criminalmente
 
 
EDUCAÇÃO
Sem Calendário Escolar
07/02/2019
MP notifica prefeitura para que inicie o ano letivo na rede municipal de Mirassol D'Oeste
 
 
ECONOMIA
Vice-presidente vem a Mato Grosso encerrar colheita de soja
07/02/2019
O governador Mauro Mendes também estará no evento
 
 
ECONOMIA
Mato Grosso
06/02/2019
Governo edita normas mais rígidas para incentivos fiscais e despesa com pessoal
 
rodape.jpg
Cudado na Estrada  
Chuvas são registradas na região norte da BR-163, entre Diamantino e Sinop
 
Arquitetura  
Preservação de patrimônio histórico abre Seminário Olhares Sobre a Cidade
 
Congresso Nacional  
Deputados podem votar auxilio às santas casas na próxima terça
 
A volta Por Cima do Limão Caipira  
Saiba como preparar delicias com limão-cravo o mais popular do país
 
No Alvo  
STF torna Aécio Neves réu por corrupção
 
Mato Grosso  
Circuito de Tecnologia apresenta novidades e opções de carreira na área de TI
 
Em Rondonópolis  
Fiemt discute comércio exterior e acesso ao crédito com industriais
 
Resultado  
Você tem o direito de errar
 
Primavera do Leste  
MPE notifica prefeito e vereadores para que não reduzam limite para aplicação de agrotóxicos
 
Semana Nacional  
Secretaria de Educação e Bibliotecas Comunitárias comemoram Folclore nas ruas de Cuiabá