topo.jpg
Sábado - 15 de Dezembro de 2018
DESTAQUES - 05/10/2018 - 05:43
 
Pleno rejeita recurso e mantém penalidades a ex-gestores da Câmara de Rondonópolis
 
   
   
 

 

 
Os ex-gestores da Câmara de Rondonópolis, responsáveis pelos exercícios de 2014 a 2016, tiveram rejeitado pelo Pleno do Tribunal de Contas de Mato Grosso o recurso ordinário impetrado contra o Acórdão nº 43/2017-SC que, por unanimidade, conheceu da auditoria de conformidade acerca dos atos de gestão daquele Poder Legislativo. O recurso foi rejeitado durante a sessão ordinária realizada na terça-feira (02/10).
 
Na decisão atacada pelos ex-gestores, o TCE-MT havia decidido conhecer a Auditoria de Conformidade em que foram apontadas uma série de irregularidades de responsabilidade dos então gestores da Câmara de Vereadores presidida, à época, pelo vereador Lourisvaldo Manoel de Oliveira, tendo Ana Paula de Oliveira Minelli como presidente da Comissão Permanente de Licitação; Milton Gomes da Costa como secretário legislativo de Administração; Orlando Alves de Oliveira, como procurador-geral legislativo; Antônio Gabriel da Silva Filippozzi, como chefe do setor de Tecnologia da Informação; e Daniela Bessi da Costa como chefe da Seção de Apoio a Gestão de Processos Licitatórios.
 
Entre irregularidades identificadas pela auditoria foram apontadas, inclusive, uma licitação com fortes indícios de fraudes. Os ex-gestores foram penalizados na ocasião com multas que totalizaram 12 Unidades de Padrão Fiscal de Mato Grosso (UPF-MT).
No recurso ordinário, os ex-gestores alegaram a ocorrência de "coisa julgada administrativa", afirmando que, na análise das Contas Anuais de Gestão do exercício de 2015, o Contrato nº 41/2015 sob suspeita de fraude já havia sido objeto de apreciação pelo TCE-MT.
 
O relator dos autos, conselheiro interino Luiz Henrique Lima, ao analisar o Relatório Técnico Preliminar do Processo nº 2.079-6/2015, verificou que, na verdade, não houve a apuração dos fatos com relação a irregularidades identificadas na auditoria de conformidade. Portanto, não há qualquer identidade entre os fatos administrativos analisados por ocasião do julgamento das contas anuais de gestão de 2015 com aqueles detectados pelos auditores na fiscalização posterior.
 
"Imperioso destacar, ainda, que, conforme aponta o Relatório Técnico, todas as irregularidades ocorreram no período de 2015 a 2016, ou seja, período em que os recorrentes eram os responsáveis, não podendo, portanto, furtarem-se das responsabilizações que lhes foram atribuídas", sublinhou o conselheiro relator em seu voto que foi seguido de forma unânime pelos demais membros do pleno da corte de contas.


   
COMENTAR NOTÍCIA
VER COMENTÁRIOS
 
 
 
03/11/2018  - Preservação de patrimônio histórico abre Seminário Olhares Sobre a Cidade
11/10/2018  - Deputados podem votar auxilio às santas casas na próxima terça
25/04/2018  - Saiba como preparar delicias com limão-cravo o mais popular do país
19/04/2018  - STF torna Aécio Neves réu por corrupção
16/04/2018  - Fiemt discute comércio exterior e acesso ao crédito com industriais
 
Untitled Document
 
DESTAQUES
Investigação
14/12/2018
OAB-MT quer explicações e acompanhará denúncia de extorsão contra Selma Arruda
 
 
SAÚDE
Estatísticas
13/12/2018
Prevenção à prematuridade deve ser priorizada no Brasil
 
 
POLÍTICA
Funcionários Fantasma
12/12/2018
decretado o bloqueio de bens do presidente da Câmara de Vereadores de Itiquira e outros 2 servidores
 
 
DESTAQUES
Governo 2019
11/12/2018
Mauro mantém mais 2 secretários de Taques;e maestro vai para Cultura
 
 
MUNDO JURÍDICO
Boa Noite Cinderela
10/12/2018
MP denuncia “Maníaco da Garrafada” por latrocínio, tentativa de latrocínio e roubo
 
 
DESTAQUES
Alto Garças.
09/12/2018
MPMT e Poder Judiciário iniciam projeto de Mediação Escolar
 
 
CIDADES
Neste Sábado.
07/12/2018
Veja o que irá funcionar no feriado municipal de Nossa Senhora da Conceição em Cuiabá
 
 
DESTAQUES
Decisão
07/12/2018
Desembargadora nega liminar para suspender eleição de corregedor-geral da Defensoria Pública
 
 
CULTURA
Inscrições
06/12/2018
MT Escola de Teatro publica edital para cursos de tecnologia em teatro
 
 
DESTAQUES
Nesta Sexta-Feira
04/12/2018
Estado inaugura novo prédio e auditório da CGE em alusão ao Dia de Combate à Corrupção
 
 
DESTAQUES
Rondonópolis
04/12/2018
MPMT requer cumprimento de sentença para garantir estruturação de conselhos tutelares
 
 
DESTAQUES
Nepotismo
04/12/2018
Justiça afasta secretários e TJMT mantém efeito de decisão liminar
 
rodape.jpg
Arquitetura  
Preservação de patrimônio histórico abre Seminário Olhares Sobre a Cidade
 
Congresso Nacional  
Deputados podem votar auxilio às santas casas na próxima terça
 
A volta Por Cima do Limão Caipira  
Saiba como preparar delicias com limão-cravo o mais popular do país
 
No Alvo  
STF torna Aécio Neves réu por corrupção
 
Mato Grosso  
Circuito de Tecnologia apresenta novidades e opções de carreira na área de TI
 
Em Rondonópolis  
Fiemt discute comércio exterior e acesso ao crédito com industriais
 
Resultado  
Você tem o direito de errar
 
Primavera do Leste  
MPE notifica prefeito e vereadores para que não reduzam limite para aplicação de agrotóxicos
 
Semana Nacional  
Secretaria de Educação e Bibliotecas Comunitárias comemoram Folclore nas ruas de Cuiabá
 
Iprobidade  
MPE notifica Estado para que suspenda qualquer ato de gestão em nome do IPAS