topo.jpg
Sexta-feira - 24 de Maio de 2019
 
CIDADES - 21/09/2018 - 07:59
 
Audiência pública discutiu cobrança de honorários da Procuradoria Municipal.
 
   
   
 

 

 

Em audiência pública realizada no dia 19/09, às 9h, na Câmara Municipal de Cáceres, foi discutida proposta do Executivo, lei complementar 04/2018, que institui nova forma de cobrança de honorários de sucumbência nas ações de cobrança de débitos da prefeitura.

A audiência, convocada para esclarecer pontos polêmicos, não serviu para mudar a opinião do presidente da CCJ, vereador Cézare Pastorello (SD).

“A proposta é de instituir um percentual sobre os honorários de sucumbência para custear a máquina pública, limitar os valores recebidos pelos procuradores e excluir os honorários da fase administrativa. Na prática, haveria perda para os procuradores e para a sociedade, que teria que arcar com honorários de sucumbência e mais custas processuais. Ou seja, o projeto só inventa um novo tipo de imposto, que são os 20% sobre os honorários de sucumbência, e não traz vantagem nenhuma para a população. É, ao meu ver, ilegal.” Afirma o vereador Cezare Pastorello.

 

Atualmente, ao ter o lançamento de débitos na dívida ativa, esse tem o acréscimo de 10% de honorários. Com a proposta, esses honorários só seriam devidos se a cobrança da dívida fosse ajuizada. Com isso, aumentaria em muito o número de ações no judiciário, o que é comprovadamente ineficaz e ainda oneroso para o devedor, no caso, o cidadão cacerense.

 

Durante a audiência o vereador Edmilson Tavares (PR) chegou a relatar um caso que aconteceu com ele. Com um débito de aproximadamente R$ 200,00, que não tinha conhecimento, foi surpreendido com valor de R$ 780,00 para pagar. R$ 500,00 do débito atualizado, R$ 50,00 de honorários e mais a taxa de cartório, já que seu nome estava protestado. O vereador alega ainda que não foi notificado em momento nenhum sobre a existência do débito.

Caso a lei proposta já estivesse vigente, além dos R$ 780,00, o vereador republicano ainda teria que arcar com as custas judiciais, que hoje tem valor mínimo em torno de R$ 500,00. Ou seja, no seu caso, o débito iria para mais de R$ 1.300,00, sem falar que o pagamento e baixa do processo ajuizado demandaria muito mais tempo do que a mera baixa em Cartório.

 

Outro ponto polêmico da lei é a instituição de um percentual de 20% sobre os honorários devidos aos procuradores. A alegação do prefeito é que esse valor serviria para custear a Procuradoria Municipal. Acontece que não há previsão legal para esse tipo de “rateio”.

“A prefeitura não é um escritório de advocacia, não pode lucrar com o trabalho dos procuradores. Totalmente sem fundamento a proposta apresentada. O que temos que fazer, sim, é dar eficiência aos serviços de cobrança “antes” do ajuizamento das ações. Muitos contribuintes são surpreendidos com cobrança das quais não tinham conhecimento. Além disso, o município deve fazer, com urgência um REFIS para os devedores, já apresentei projeto nesse sentido, que foi ignorado. Com isso trazemos de volta as pessoas para o adimplemento, e elas voltam a ter acesso à financiamentos, compras parceladas etc. Segurar os contribuintes com o nome sujo é um desserviço à economia da cidade”, finaliza o vereador Pastorello.

 

O vereador ainda sugeriu que tais artigos fossem excluídos do projeto, e que fosse discutida apenas a isenção dos honorários de sucumbência nos débitos inscritos na divida ativa, que ele considera benéfico para a população. Não houve manifestação do executivo nesse sentido.

Com a presença da OAB, representantes da Procuradoria Municipal e da prefeitura, o projeto segue para o parecer da CCJ.

 

Vereador Cézare Pastorello

   
COMENTAR NOTÍCIA
VER COMENTÁRIOS
 
 
 
22/05/2019  - Resultados de pesquisas com uso de biológicos para controle de pragas e doenças na agricultura
20/05/2019  - Gestão participativa é aprovada durante reunião promovida em Juína
09/05/2019  - Controle químico não deve ser única tática adotada para o combate ao bicudo-do-algodoeiro
07/05/2019  - Código de Terras de Mato Grosso sofre primeira mudança
07/05/2019  - Culinária regional é uma das atrações de turistas que visitam Mato Grosso
 
Untitled Document
 
DESTAQUES
Itiquira
24/05/2019
MP manda Câmara Municipal implementar ponto eletrônico em 60 dias
 
 
POLÍTICA
Explicações ao Parlamento
23/05/2019
AL convoca chefe do MPE para explicar proibição de reajuste aos servidores de MT
 
 
ESPORTES
Amistoso
23/05/2019
Arena Pantanal receberá Desafio Centro-Norte de futebol americano
 
 
POLICIA
Tribunal do Júri
22/05/2019
Réu confesso por matar ex-namorada será julgadodia 23 em Cuiabá
 
 
DESTAQUES
Método ABA
22/05/2019
TAC prevê capacitação para atendimento a crianças e adolescentes com Transtorno do Espectro Autista
 
 
DESTAQUES
Em Cuiabá
21/05/2019
Advogado civilista e auxiliar jurídico estão entre vagas do Sine desta semana; confira
 
 
DESTAQUES
Apoio Institucional
20/05/2019
Gestão participativa é aprovada durante reunião promovida em Juína
 
 
ECONOMIA
Mercado Agriculoa
17/05/2019
Feira agrícola que movimenta Oeste de Mato Grosso é aberta
 
 
DESTAQUES
Sem Alvará
14/05/2019
MPMT recomenda regularização de prédio da Biblioteca Pública Estadual Estevão de Mendonça
 
 
DESTAQUES
Em Cuiabá
12/05/2019
MPMT quer ampliar pena de 10 anos aplicada a réu por tentativa de homicídio
 
 
DESTAQUES
Funcionalismo Público
10/05/2019
Dep. João Batista convoca Audiência Pública na ALMT para debater o fechamento das Cadeias Públicas
 
 
DESTAQUES
Cuiabá
09/05/2019
Prefeito entrega 461 títulos definitivos e todo o bairro Praeirinho estará regularizado
 
rodape.jpg
Contra as Pragas  
Resultados de pesquisas com uso de biológicos para controle de pragas e doenças na agricultura
 
Apoio Institucional  
Gestão participativa é aprovada durante reunião promovida em Juína
 
Praga na Lavoura  
Controle químico não deve ser única tática adotada para o combate ao bicudo-do-algodoeiro
 
Cuiabá  
Sine oferece mais de 150 vagas para esta semana
 
Turismo Gastronômico  
Culinária regional é uma das atrações de turistas que visitam Mato Grosso
 
Em 40 Anos  
Código de Terras de Mato Grosso sofre primeira mudança
 
Mercado  
Centro-Oeste apresenta aumento nas vendas em abril
 
Cine Teatro Cuiabá  
Programação de maio conta com shows de música, de humor e infantil
 
Benefícios à Saúde  
Os benefícios de comprar frutas, verduras e legumes da estação
 
Reunião  
MPMT reivindica do Estado construção de Centros Socioeducativos