topo.jpg
Sexta-feira - 24 de Maio de 2019
 
DESTAQUES - 19/09/2018 - 16:45
 
Justiça Eleitoral recebe documentos que comprovam calote de Mauro Mendes
 
   
   
 

 

A coligação Segue em Frente Mato Grosso apresentou nesta terça-feira (18.09) a defesa do governador Pedro Taques (PSDB) no processo em que o candidato Mauro Mendes (DEM) tenta impedir menção ao caso pelo qual foi condenado pelo Tribunal Regional do Trabalho da 14ª Região de Rondônia após ter dado calote e submetido centenas de trabalhadores a condições degradantes de trabalho, em Cacoal (RO).
 
Em decisão desta semana, a Justiça Eleitoral de Mato Grosso acatou pedido de Mauro Mendes para que o candidato à reeleição Pedro Taques deixe de falar sobre o caso até que ele comprove sua existência. Em Rondônia, o democrata protocolou pedido para que o processo corra em segredo de Justiça.
 
A assessoria jurídica de Taques, ao ingressar contestação nesta terça-feira, apresentou informações e notícias que comprovam a condenação de Mendes. “Nem de longe há qualquer conteúdo difamatório, injurioso, calunioso ou inverídico. Não há nada sequer próximo ao chamado fake news, pois apenas se noticiou fatos verdadeiros e do conhecimento de todos”, diz trecho do documento apresentado à Justiça.
 
NOTA PÚBLICA - Na semana passada, a coligação de Pedro Taques já havia emitido nota disponibilizando as informações sobre o processo. O documento veio a público após Mauro Mendes ter tentado classificar o assunto como “fake news”. Segundo a nota, diferente do que alegou o democrata, na primeira página da sentença judicial, de 16 de dezembro de 2015, a Justiça do Trabalho narra que “ocorreram demissões em massa (sucessivas e em bloco), tendo os obreiros sido dispensados sem perceber as verbas de saída pertinentes”.
 
Conforme a nota, o processo em que Mendes foi condenado pode ser consultado por qualquer cidadão pelo seguinte link: https://consulta.trt14.jus.br/. O processo, que tramita no TRT de Rondônia sob o número 0001983-71.2015.5.14.0041, ainda não foi concluso em razão de recursos ingressados.
 
“Pelos documentos disponíveis, não restam dúvidas: Mauro Mendes contratou funcionários de outros Estados para trabalhar em Cacoal (RO), os instalou em local inapropriado, deixou de pagar três meses de salário e, ainda, demitiu os trabalhadores sem pagar verbas rescisórias. Agora, o empresário tenta esconder o caso da população ao pedir à Justiça que documentos do processo sejam mantidos em sigilo, conforme revela a supracitada consulta processual”, diz trecho da nota da coligação Segue em Frente Mato Grosso.
 
O CASO - Na ação movida pelo Sindicato dos Trabalhadores da Construção Civil, a Mavi Engenharia, de propriedade de Mauro Mendes, admitiu “não possuir recursos para quitar as rubricas resilitórias, e nem previsão de fazê-lo”. No curso do inquérito que apurava questões salariais, o Ministério Público do Trabalho (MPT) teve ciência de que os alojamentos dos trabalhadores estavam em péssimas condições de habitação levando-os a viver em ambientes insalubres com forte odor.
 
Clique aqui para ver a íntegra da contestação apresentada pela coordenação jurídica de Pedro Taques.


Assessoria.

   
COMENTAR NOTÍCIA
VER COMENTÁRIOS
 
 
 
22/05/2019  - Resultados de pesquisas com uso de biológicos para controle de pragas e doenças na agricultura
20/05/2019  - Gestão participativa é aprovada durante reunião promovida em Juína
09/05/2019  - Controle químico não deve ser única tática adotada para o combate ao bicudo-do-algodoeiro
07/05/2019  - Código de Terras de Mato Grosso sofre primeira mudança
07/05/2019  - Culinária regional é uma das atrações de turistas que visitam Mato Grosso
 
Untitled Document
 
DESTAQUES
Itiquira
24/05/2019
MP manda Câmara Municipal implementar ponto eletrônico em 60 dias
 
 
POLÍTICA
Explicações ao Parlamento
23/05/2019
AL convoca chefe do MPE para explicar proibição de reajuste aos servidores de MT
 
 
ESPORTES
Amistoso
23/05/2019
Arena Pantanal receberá Desafio Centro-Norte de futebol americano
 
 
POLICIA
Tribunal do Júri
22/05/2019
Réu confesso por matar ex-namorada será julgadodia 23 em Cuiabá
 
 
DESTAQUES
Método ABA
22/05/2019
TAC prevê capacitação para atendimento a crianças e adolescentes com Transtorno do Espectro Autista
 
 
DESTAQUES
Em Cuiabá
21/05/2019
Advogado civilista e auxiliar jurídico estão entre vagas do Sine desta semana; confira
 
 
DESTAQUES
Apoio Institucional
20/05/2019
Gestão participativa é aprovada durante reunião promovida em Juína
 
 
ECONOMIA
Mercado Agriculoa
17/05/2019
Feira agrícola que movimenta Oeste de Mato Grosso é aberta
 
 
DESTAQUES
Sem Alvará
14/05/2019
MPMT recomenda regularização de prédio da Biblioteca Pública Estadual Estevão de Mendonça
 
 
DESTAQUES
Em Cuiabá
12/05/2019
MPMT quer ampliar pena de 10 anos aplicada a réu por tentativa de homicídio
 
 
DESTAQUES
Funcionalismo Público
10/05/2019
Dep. João Batista convoca Audiência Pública na ALMT para debater o fechamento das Cadeias Públicas
 
 
DESTAQUES
Cuiabá
09/05/2019
Prefeito entrega 461 títulos definitivos e todo o bairro Praeirinho estará regularizado
 
rodape.jpg
Contra as Pragas  
Resultados de pesquisas com uso de biológicos para controle de pragas e doenças na agricultura
 
Apoio Institucional  
Gestão participativa é aprovada durante reunião promovida em Juína
 
Praga na Lavoura  
Controle químico não deve ser única tática adotada para o combate ao bicudo-do-algodoeiro
 
Cuiabá  
Sine oferece mais de 150 vagas para esta semana
 
Turismo Gastronômico  
Culinária regional é uma das atrações de turistas que visitam Mato Grosso
 
Em 40 Anos  
Código de Terras de Mato Grosso sofre primeira mudança
 
Mercado  
Centro-Oeste apresenta aumento nas vendas em abril
 
Cine Teatro Cuiabá  
Programação de maio conta com shows de música, de humor e infantil
 
Benefícios à Saúde  
Os benefícios de comprar frutas, verduras e legumes da estação
 
Reunião  
MPMT reivindica do Estado construção de Centros Socioeducativos