topo.jpg
Sexta-feira - 24 de Maio de 2019
 
AGRONEGÓCIO - 02/09/2018 - 08:43
 
Evento técnico de algodão aborda condições do ambiente, processos fisiológicos e de manejo da lavour
 
   
   
 

 

Evento técnico de algodão aborda condições do ambiente, processos fisiológicos e de manejo da lavoura que afetam a produtividade e a qualidade da fibra

Entender a planta do algodoeiro e os processos fisiológicos e bioquímicos envolvidos em cada fase de desenvolvimento da cultura é uma das principais ferramentas para o cotonicultor que quer ter produção em boa quantidade e com muita qualidade. De acordo com o Prof. Ederaldo Chiavegato, da Esalq/USP, a essência do manejo do algodoeiro é a busca pelo equilíbrio entre o desenvolvimento vegetativo e o reprodutivo.

“Tem que entender como a planta funciona e as interações com o ambiente. É importante fornecer à planta do algodoeiro os nutrientes necessários e na hora certa. Estar atento ao timing, exige conhecer muito bem a planta”, explicou o especialista para os participantes do X Encontro Técnico de Algodão que acontece em Cuiabá/MT e é realizado pela Fundação de Apoio à Pesquisa Agropecuária de Mato Grosso, Fundação MT.

Este conhecimento da planta do algodoeiro exige que produtor e equipe tenham informações sobre todo o sistema de produção que está sendo adotado, pois não dá para falar de fisiologia sem esse conhecimento. O pesquisador indica a priorização das rotinas de custo zero ou de baixo custo que incrementam outros competentes da produção.

As ações de planejamentos e manejo devem contemplar a cultura, com o estabelecimento de fundamentos básicos e de rotinas a serem adotadas que inclui: a quantidade e os modos de aplicação de fertilizantes; as variedades, o correto manejo de regulador de crescimento e minimizar os diferentes estresses durante o ciclo da cultura. “Tem que planejar a cultura, estabelecendo os rumos da produção. Cada ano requer ajustes diferentes. As diferenças de ambiente ao nível de região e de fazenda são diferentes, portanto, o manejo também tem que ser diferente. Assim, os ajustes são necessários, pois cada unidade da produção requer seu manejo próprio”, afirmou Chiavegato.

No evento, o pesquisador frisou que o manejo estratégico durante o ciclo da cultura tem que ser prioridade dentro da fazenda haja vista que está ocorrendo uma evolução muito grande dos componentes genéticos, das novas tecnologias e do manejo do solo. O diferencial é trabalhar uma cultura não só em função de um único fator, tem que ficar muito atento às variações ambientais e as interações com a cultura e adotar as ações de manejo como um todo.

Quando se tem um ambiente mais favorável, evidentemente facilita o aumento de produtividade. Mas, segundo o especialista, o importante é saber controlar as adversidades. O produtor não pode ficar depende de um único fator, já que são muitos os que limitam a produção e a produtividade. “Qualquer variável que antecipe ou retarde a maturação da cultura pode reduzir a produção e a qualidade da fibra devido a exposição da cultura em condições desfavoráveis do ambiente.”

 

 

 


-- 

         Julianne Caju
   
COMENTAR NOTÍCIA
VER COMENTÁRIOS
 
 
 
22/05/2019  - Resultados de pesquisas com uso de biológicos para controle de pragas e doenças na agricultura
20/05/2019  - Gestão participativa é aprovada durante reunião promovida em Juína
09/05/2019  - Controle químico não deve ser única tática adotada para o combate ao bicudo-do-algodoeiro
07/05/2019  - Código de Terras de Mato Grosso sofre primeira mudança
07/05/2019  - Culinária regional é uma das atrações de turistas que visitam Mato Grosso
 
Untitled Document
 
DESTAQUES
Itiquira
24/05/2019
MP manda Câmara Municipal implementar ponto eletrônico em 60 dias
 
 
POLÍTICA
Explicações ao Parlamento
23/05/2019
AL convoca chefe do MPE para explicar proibição de reajuste aos servidores de MT
 
 
ESPORTES
Amistoso
23/05/2019
Arena Pantanal receberá Desafio Centro-Norte de futebol americano
 
 
POLICIA
Tribunal do Júri
22/05/2019
Réu confesso por matar ex-namorada será julgadodia 23 em Cuiabá
 
 
DESTAQUES
Método ABA
22/05/2019
TAC prevê capacitação para atendimento a crianças e adolescentes com Transtorno do Espectro Autista
 
 
DESTAQUES
Em Cuiabá
21/05/2019
Advogado civilista e auxiliar jurídico estão entre vagas do Sine desta semana; confira
 
 
DESTAQUES
Apoio Institucional
20/05/2019
Gestão participativa é aprovada durante reunião promovida em Juína
 
 
ECONOMIA
Mercado Agriculoa
17/05/2019
Feira agrícola que movimenta Oeste de Mato Grosso é aberta
 
 
DESTAQUES
Sem Alvará
14/05/2019
MPMT recomenda regularização de prédio da Biblioteca Pública Estadual Estevão de Mendonça
 
 
DESTAQUES
Em Cuiabá
12/05/2019
MPMT quer ampliar pena de 10 anos aplicada a réu por tentativa de homicídio
 
 
DESTAQUES
Funcionalismo Público
10/05/2019
Dep. João Batista convoca Audiência Pública na ALMT para debater o fechamento das Cadeias Públicas
 
 
DESTAQUES
Cuiabá
09/05/2019
Prefeito entrega 461 títulos definitivos e todo o bairro Praeirinho estará regularizado
 
rodape.jpg
Contra as Pragas  
Resultados de pesquisas com uso de biológicos para controle de pragas e doenças na agricultura
 
Apoio Institucional  
Gestão participativa é aprovada durante reunião promovida em Juína
 
Praga na Lavoura  
Controle químico não deve ser única tática adotada para o combate ao bicudo-do-algodoeiro
 
Cuiabá  
Sine oferece mais de 150 vagas para esta semana
 
Turismo Gastronômico  
Culinária regional é uma das atrações de turistas que visitam Mato Grosso
 
Em 40 Anos  
Código de Terras de Mato Grosso sofre primeira mudança
 
Mercado  
Centro-Oeste apresenta aumento nas vendas em abril
 
Cine Teatro Cuiabá  
Programação de maio conta com shows de música, de humor e infantil
 
Benefícios à Saúde  
Os benefícios de comprar frutas, verduras e legumes da estação
 
Reunião  
MPMT reivindica do Estado construção de Centros Socioeducativos