topo.jpg
Sábado - 16 de Fevereiro de 2019
MEIO AMBIENTE - 02/08/2018 - 06:59
 
MPMT apura dano ambiental causado por madeireira após apreensão recorde no município
 
   
   
 

 

MPMT apura dano ambiental causado por madeireira após apreensão recorde no município



O Ministério Público do Estado de Mato Grosso instaurou inquérito civil para apurar o dano causado em razão da apreensão de cerca de 634 metros cúbicos de madeira ilegal em Itiquira, distante 390 Km de Cuiabá. A apreensão, equivalente a cerca de 21 caminhões carregados, ocorreu há cerca de um mês durante fiscalização realizada por órgãos ambientais em cumprimento a requisição do Ministério Público.


Os ilícitos decorrem do depósito, armazenamento, transporte ou venda de madeira e outros produtos de origem vegetal sem licença válida para armazenamento ou, ainda, ausência de licença de operação para estabelecimento potencialmente poluidor. Em um dos estabelecimentos, foram identificadas as essências florestais Bertholletia excelsa (castanheira) e Caryocar sp. (pequi), as quais possuem corte proibido por lei e não podem ser utilizadas na indústria madeireira.


De acordo com o promotor de Justiça que atua no município, Cláudio Angelo Correa Gonzaga, as diligências decorreram de manifestações anônimas dos próprios populares. Realizadas as apreensões, foi instaurado procedimento investigatório para quantificar o dano ambiental, bem como delimitar a responsabilidade dos envolvidos.


Na portaria de instauração do procedimento investigatório, o promotor de Justiça ressalta que o transporte ou armazenamento de madeira nativa serrada, sem a devida autorização do órgão ambiental competente, representa hipótese de dano ambiental em decorrência do prejuízo aos serviços ecossistêmicos em que se encontram inseridas as espécies florestais ilegalmente cortadas, tais como polinização, regulação do microclima, estoque de carbono, dentre outros. Acrescenta ainda a ocorrência de eventual poluição em razão do depósito irregular de resíduos sólidos usualmente relacionado à prática do transporte ou depósito irregular de madeira.


No mesmo procedimento, o MPMT procura quantificar o valor do dano ambiental em questão, atentando-se à orientação técnica para a Valoração de Danos Ambientais decorrentes do transporte, comercialização ou armazenamento de madeira nativa serrada no Estado de Mato Grosso, sem a devida autorização do órgão ambiental competente, elaborado pela Procuradoria de Justiça Especializada de Defesa do Meio Ambiente e da Ordem Urbanística.


"A fiscalização do efetivo cumprimento das normas ambientais é importante tanto para preservar o meio ambiente, bem comum de todos, como para garantir a igualdade dos empresários perante a lei. Caso contrário, uma madeireira que resolve funcionar sem licença teria sempre uma vantagem econômica e um incentivo para descumprir as normas ambientais, em relação ao empresário diligente que opta por cumprir a lei. Cada vez mais os cidadãos estão conscientes disso, o que os levam a formular denúncias no Ministério Público, porque sabem que as denúncias serão apuradas", acrescentou o promotor de Justiça.

 
________________________________________________
   
COMENTAR NOTÍCIA
VER COMENTÁRIOS
 
 
 
14/01/2019  - Chuvas são registradas na região norte da BR-163, entre Diamantino e Sinop
03/11/2018  - Preservação de patrimônio histórico abre Seminário Olhares Sobre a Cidade
11/10/2018  - Deputados podem votar auxilio às santas casas na próxima terça
25/04/2018  - Saiba como preparar delicias com limão-cravo o mais popular do país
19/04/2018  - STF torna Aécio Neves réu por corrupção
 
Untitled Document
 
ECONOMIA
Mercado Imobiliário na Agenda Legislativa
15/02/2019
Mato-grossense é escolhido coordenador da frente parlamentar do mercado imobiliário do Centro Oeste
 
 
DESTAQUES
Carnaval de 2019
15/02/2019
Emanuel esclarece que Prefeitura não patrocina Escola de Samba que homenageia Cuiabá
 
 
DESTAQUES
Em Brasília
15/02/2019
Secretária de MT é eleita vice-presidente do Fórum Nacional do Trabalho
 
 
CIDADES
Preservação
14/02/2019
Prefeitura participa de diálogo para recuperação do Centro Histórico de Cuiabá
 
 
DESTAQUES
Mortandade de Peixes
11/02/2019
MP-MT pede suspensão do enchimento do reservatório da Usina Hidreletrica em SINOP
 
 
POLÍTICA
Encerrada a Instrução
11/02/2019
TRE julga cassação de senadora Selma Arruda até março
 
 
DESTAQUES
Novo Conselheiro
09/02/2019
Voto secreto de deputados definirá indicação ao TCE
 
 
MEIO AMBIENTE
Por Descumprir Determinação Legal
08/02/2019
Cooperativa de reciclagem é interditada e diretoria será responsabilizada criminalmente
 
 
EDUCAÇÃO
Sem Calendário Escolar
07/02/2019
MP notifica prefeitura para que inicie o ano letivo na rede municipal de Mirassol D'Oeste
 
 
ECONOMIA
Vice-presidente vem a Mato Grosso encerrar colheita de soja
07/02/2019
O governador Mauro Mendes também estará no evento
 
 
ECONOMIA
Mato Grosso
06/02/2019
Governo edita normas mais rígidas para incentivos fiscais e despesa com pessoal
 
 
POLICIA
Guarantã do Norte, Marcelândia e Alta Floresta.
06/02/2019
Gaeco deflagra Operação “Caporegime” no interior do Estado
 
rodape.jpg
Cudado na Estrada  
Chuvas são registradas na região norte da BR-163, entre Diamantino e Sinop
 
Arquitetura  
Preservação de patrimônio histórico abre Seminário Olhares Sobre a Cidade
 
Congresso Nacional  
Deputados podem votar auxilio às santas casas na próxima terça
 
A volta Por Cima do Limão Caipira  
Saiba como preparar delicias com limão-cravo o mais popular do país
 
No Alvo  
STF torna Aécio Neves réu por corrupção
 
Mato Grosso  
Circuito de Tecnologia apresenta novidades e opções de carreira na área de TI
 
Em Rondonópolis  
Fiemt discute comércio exterior e acesso ao crédito com industriais
 
Resultado  
Você tem o direito de errar
 
Primavera do Leste  
MPE notifica prefeito e vereadores para que não reduzam limite para aplicação de agrotóxicos
 
Semana Nacional  
Secretaria de Educação e Bibliotecas Comunitárias comemoram Folclore nas ruas de Cuiabá