topo.jpg
Quarta-feira - 21 de Novembro de 2018
POLÍTICA - 04/07/2018 - 10:32
 
Assembleia Legislativa vota LDO até dia 12 de julho
 
   
   
 

 

A Assembleia Legislativa, por intermédio da Comissão de Fiscalização de Acompanhamento da Execução Orçamentária, realizou hoje (3) a segunda audiência pública para discutir à formatação do Projeto de Lei de Diretrizes Orçamentária (PLDO-2019 http://www.al.mt.gov.br/proposicao ).  A meta é votar a proposta, em plenário, até o dia 12 julho.

De acordo com o presidente da Comissão, deputado Wilson Santos (PSDB), os colegas de Parlamento têm até a próxima quinta-feira (05.07) para apresentarem emendas ao PLDO. O projeto que está em tramitação desde o dia 6 de junho, até o fechamento desta edição, já consta com oito emendas, sete delas de autoria do deputado José Domingos Fraga (PSD) e uma do deputado Dr. Leonardo (SD).

Wilson Santos disse que as audiências públicas são fundamentais para o Parlamento ouvir a opinião pública sobre a formatação do PLDO. Segundo ele, é na lei de diretrizes que o governo define as fontes onde será investido cada centavo arrecadado dos contribuintes e dos recursos transferidos pela União ao Tesouro do Estado.

“Infelizmente no Brasil ainda não há essa cultura para esse tipo de discussão. Mesmo assim a lei define que o Poder Legislativo tem que realizar duas audiências públicas. Aqui em Mato Grosso, uma é presidida pela Comissão de Constituição e Justiça e Redação – para ver toda legalidade jurídica da matéria – e outra pela Comissão de Fiscalização”, explicou Santos.

O presidente da Comissão de Fiscalização afirmou que o prazo a apresentação de emendas encerra na próxima sexta-feira (06).  Mesmo com o pouco tempo que resta à apresentação de emendas, Wilson Santos disse “o rito de tramitação e os prazos à apresentação de emendas e votação em plenário não irão mudar. Os prazos definidos serão cumpridos à risca”.

A presidente do Sindicato dos Servidores Públicos da Saúde de Mato Grosso (Sisma), Ana Cláudia Machado, afirmou que no ano passado foi apresentado um orçamento à pasta da saúde com um déficit de R$ 627 milhões. Segundo ela, houve um congelamento dos recursos destinados à saúde pública.

“É preciso que os deputados estejam atentos na aprovação de um orçamento que seja condizente as necessidades da saúde pública mato-grossense. Para o setor há uma crescente dos valores. Por o governo deve dar uma autonomia à pasta para que os recursos arrecadados sejam aplicados de fato na saúde”, disse Ana Cláudia Machado.

O secretário de Planejamento voltou a afirmar que o PLDO-2019 faz uma projeção de receita e despesa e como os valores arrecadados serão investidos em 2019. “É uma peça embrionária ao Projeto de Lei Orçamentária Anual-2019, que o governo deve encaminhar até 30 de setembro ao Legislativo”, disse Muller.

O PLDO-2019 prevê entre receita e despesa ao PLOA-2019 um orçamento de R$ 19.002 bilhões. Esse valor é superior a 9,4% se comparado com a arrecadação prevista para 2018, que é de R$ 17,365 bilhões.

A projeção que o governo faz para o próximo ano em investimentos, de acordo com Muller, é da ordem de R$ 901 milhões. “Esse valor é uma operação contratada para 2019”, explicou Muller.

O secretário disse que as receitas para os Poderes em 2019 são iguais aos valores de 2018. “Não há nem índice inflacionário. O PLDO mantém o mesmo duodécimo aos Poderes”.

De acordo com o juiz de direito, Luiz Otávio Sabóia, apesar de o Tribunal de Justiça de Mato Grosso estar cumprindo a Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF), o governo do estado faz uma projeção de redução do duodécimo ao TJ em 2019.

“Para o Tribunal haverá redução do orçamento e não congelamento. Infelizmente isso deve acontecer. Nos últimos quatro anos, as demandas do TJ vêm aumentando. Em 2018, por exemplo, a projeção é de 526 mil novas ações. Com o orçamento proposto, os trabalhos serão prejudicados”, disse Sabóia.

Duodécimos aos Poderes

O PLDO-2019 faz uma projeção de orçamento para os poderes, com exceção do Executivo, de um total de duodécimos estimado em R$ 2.418.076.000,95 bilhões. Esse montante ficou assim distribuído:

Tribunal de Justiça – R$ 1.016.583.190,00 bilhão

Assembleia Legislativa – R$ 506.845.937,52 milhões

Tribunal de Contas do Estado – R$ 357.784.472,10 milhões

Procuradoria Geral de Justiça – R$ 410.593.989,73 milhões

Defensoria Pública – 126.268.411,60 milhões.

 

   
COMENTAR NOTÍCIA
VER COMENTÁRIOS
 
 
 
03/11/2018  - Preservação de patrimônio histórico abre Seminário Olhares Sobre a Cidade
11/10/2018  - Deputados podem votar auxilio às santas casas na próxima terça
25/04/2018  - Saiba como preparar delicias com limão-cravo o mais popular do país
19/04/2018  - STF torna Aécio Neves réu por corrupção
16/04/2018  - Fiemt discute comércio exterior e acesso ao crédito com industriais
 
Untitled Document
 
DESTAQUES
Nesta Terça-Feira
19/11/2018
Programa Mais Médicos foi discutido com prefeitos de Mato Grosso em Brasília
 
 
CIDADES
Cuiabá
19/11/2018
Kwanzaa leva arte e resistência ao Museu do Rio para celebrar Consciência Negra
 
 
DESTAQUES
Eleição da OAB
16/11/2018
Em Cáceres, Leonardo fecha agenda de viagens ao interior de MT
 
 
DESTAQUES
Poconé
15/11/2018
Município e prefeito são acionados por descumprirem leis de Acesso à Informação e da Transparência
 
 
DESTAQUES
Promovida pelo MPMT
14/11/2018
Lideranças cobram efetivação de políticas públicas étnico-raciais em audiência pública
 
 
POLÍTICA
Biênio 2019/2020.
13/11/2018
Botelho mais preparado e articulado pra ocupar cadeira de presidente de AL
 
 
DESTAQUES
Cuiabá
13/11/2018
Emanuel Pinheiro avalia positivamente andamento das obras e do processo de abertura do novo PS
 
 
DESTAQUES
São Paulo
12/11/2018
Iniciativa desenvolvida pelo MPMT é apresentada no “Acelera Startups”
 
 
DESTAQUES
Sistema de Esgotamento Sanitário
10/11/2018
MPF garante na justiça suspensão de contrato entre o Município de Jaciara/MT e empresa de engenharia
 
 
DESTAQUES
Cobrando Providência
09/11/2018
OAB Peixoto de Azevedo constata abandono em Lar dos Idosos
 
 
CIDADES
Arrecadação de Alimentos
09/11/2018
1ª dama de Cuiabá abre doações da 2ª edição do Natal Sem Fome
 
 
MEIO AMBIENTE
Debate
08/11/2018
Urbanismo e adoção integram pauta de encontro temático promovido pelo MPMT nesta quinta e sexta
 
rodape.jpg
Arquitetura  
Preservação de patrimônio histórico abre Seminário Olhares Sobre a Cidade
 
Congresso Nacional  
Deputados podem votar auxilio às santas casas na próxima terça
 
A volta Por Cima do Limão Caipira  
Saiba como preparar delicias com limão-cravo o mais popular do país
 
No Alvo  
STF torna Aécio Neves réu por corrupção
 
Mato Grosso  
Circuito de Tecnologia apresenta novidades e opções de carreira na área de TI
 
Em Rondonópolis  
Fiemt discute comércio exterior e acesso ao crédito com industriais
 
Resultado  
Você tem o direito de errar
 
Primavera do Leste  
MPE notifica prefeito e vereadores para que não reduzam limite para aplicação de agrotóxicos
 
Semana Nacional  
Secretaria de Educação e Bibliotecas Comunitárias comemoram Folclore nas ruas de Cuiabá
 
Iprobidade  
MPE notifica Estado para que suspenda qualquer ato de gestão em nome do IPAS