topo.jpg
Domingo - 20 de Janeiro de 2019
ARTIGO - 13/06/2018 - 09:00
 
Brasil, o país das investigações kafkianas
 
   
   
 

 

 

 

Quase 100 anos depois de lançado, o livro O Processo, escrito pelo tcheco Franz Kafka, segue muito atual. A obra mostra um bancário que acorda certo dia e, sem motivo algum, descobre que é alvo de um processo por um crime do qual não faz ideia e, o que é pior, não é revelado por seus acusadores.

 

A contemporaneidade do personagem Josef K., o bancário retratado na obra de Kafka, fica clara quando nos deparamos com o alto número de inquéritos instaurados pelos órgãos competentes e que não são arquivados quando os responsáveis por tais investigações não encontram o menor indício de autoria e materialidade dos atos apurados.

 

O efeito de tais práticas é devastador para qualquer investigado. Isso fica potencializado quando a apuração, por qualquer motivo, ganha as manchetes dos meios de comunicação. Antes mesmo de se constatar a existência de elementos mínimos para um processo, as pessoas que têm seus nomes ligados às apurações ganham o rótulo de condenadas.

 

Vejamos, por exemplo, o caso do deputado federal Nilson Leitão (PSDB). Ele era investigado desde 2001, ou seja, há 17 longos anos, por supostas irregularidades que, de acordo com o que afirmou o Ministério Público à época, teriam ocorrido quando o parlamentar era prefeito de Sinop. Ao longo de mais de 6 mil dias, investigadores, promotores e procuradores reviraram a vida do deputado e nada encontraram.

 

Ao invés de concluírem que não havia prova, que não havia nenhum indício sequer, todos os responsáveis pela apuração optaram por manter o procedimento aberto, ao invés de reconhecerem o princípio da presunção da inocência de Nilson Leitão e solicitarem o arquivamento. O fim deste processo "kafkiano" foi decretado pelo ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Dias Toffoli, apenas no início deste ano.

 

Imagine como foram todos estes dias para o político, pessoa pública, que periodicamente coloca seu nome à aprovação do eleitor de Mato Grosso, convivendo com a desconfiança gerada pelo estardalhaço com que o fato foi anunciado. Tenho certeza de que ele, assim como tantas outras pessoas, se sentiu como Josef K., que ao longo da obra transitou por ruas, vielas e becos da burocracia estatal, sem o direito a ser declarado inocente, como foi agora.

 

Que não se confunda esta crítica com a prerrogativa dos órgãos legalmente constituídos para investigar quem quer que seja. Isso não se discute, ninguém está acima da lei. Mas é preciso que se reveja a atuação no sentido de se encerrar apurações quando nenhuma prova é encontrada para que a triste sina de Josef K., que ao final, não sabe nem pelo que se declara inocente, não se multiplique mais.

 

Ussiel Tavares

   
COMENTAR NOTÍCIA
VER COMENTÁRIOS
 
 
 
14/01/2019  - Chuvas são registradas na região norte da BR-163, entre Diamantino e Sinop
03/11/2018  - Preservação de patrimônio histórico abre Seminário Olhares Sobre a Cidade
11/10/2018  - Deputados podem votar auxilio às santas casas na próxima terça
25/04/2018  - Saiba como preparar delicias com limão-cravo o mais popular do país
19/04/2018  - STF torna Aécio Neves réu por corrupção
 
Untitled Document
 
POLÍTICA
Comodoro-MT
17/01/2019
Prefeito é condenado por ato de improbidade administrativa e tem direitos políticos suspensos
 
 
ALFINETADAS
Alfinetada
17/01/2019
Jurista diz que decreto de calamidade de Mauro Mendes é dar “calote” em fornecedores
 
 
DESTAQUES
Nesta Quinta e Sexta-Feira
17/01/2019
RGA, novo Fethab e Empaer serão debatidos em audiencia pública na AL-MT
 
 
CIDADES
Cuiabá
15/01/2019
Vagas do Sine têm salários de até R$ 2.300 esta semana
 
 
ECONOMIA
3,71% Menor
14/01/2019
Primeiro repasse do Fethab de 2019 terá queda em relação ao ano de 2018
 
 
CIDADES
Figueirópolis D’Oeste
13/01/2019
MPMT e município firmam TAC para adequação às normas de acessibilidade em torno da praça
 
 
POLICIA
Vera
12/01/2019
5 pessoas envolvidas no assassinato de agricultor são denunciadas pelo MP
 
 
DESTAQUES
asté a Próxima Terça-Feira
11/01/2019
MPMT abre inscrições para interessados em disputar vaga no CNMP
 
 
DESTAQUES
Audiência Pública
09/01/2019
Governo de Mato Grosso debate Lei Orçamentária nesta quinta e sexta-feira
 
 
DESTAQUES
Cuidado na Estrada
09/01/2019
Obras de recuperação na BR-163 são retomadas
 
 
AGRONEGÓCIO
Atenção Produtor
08/01/2019
Produtores rurais começam o ano com novos prazos para a regularização ambiental
 
 
CIDADES
Cuabá
07/01/2019
Cotistas devem cumprir nova etapa do processo seletivo nesta terça-
 
rodape.jpg
Cudado na Estrada  
Chuvas são registradas na região norte da BR-163, entre Diamantino e Sinop
 
Arquitetura  
Preservação de patrimônio histórico abre Seminário Olhares Sobre a Cidade
 
Congresso Nacional  
Deputados podem votar auxilio às santas casas na próxima terça
 
A volta Por Cima do Limão Caipira  
Saiba como preparar delicias com limão-cravo o mais popular do país
 
No Alvo  
STF torna Aécio Neves réu por corrupção
 
Mato Grosso  
Circuito de Tecnologia apresenta novidades e opções de carreira na área de TI
 
Em Rondonópolis  
Fiemt discute comércio exterior e acesso ao crédito com industriais
 
Resultado  
Você tem o direito de errar
 
Primavera do Leste  
MPE notifica prefeito e vereadores para que não reduzam limite para aplicação de agrotóxicos
 
Semana Nacional  
Secretaria de Educação e Bibliotecas Comunitárias comemoram Folclore nas ruas de Cuiabá