topo.jpg
Terça-feira - 21 de Agosto de 2018
DESTAQUES - 12/06/2018 - 09:00
 
Justiça determina indisponibilidade de bens de ex-gestores do IMPRO
 
   
   
 

JBN

Justiça acata pedido do MPE e determina indisponibilidade de bens de ex-gestores do IMPRO



A Justiça acatou pedido de reconsideração efetuado pelo Ministério Público do Estado de Mato Grosso e decretou, liminarmente, a indisponibilidade de bens até o limite de R$ 7,6 milhões de dois gestores do Instituto Municipal de Previdência Social dos Servidores de Rondonópolis (IMPRO) e de Fundos de Investimento. O grupo é acusado de promover danos ao erário municipal em razão da má aplicação em fundos administrados pelas empresas BNY Melon e BRL Trust.


Foram acionados pelo MPE: Josemar Ramiro e Silva, diretor-executivo do instituto à época dos fatos; Wellington de Moura Portela, gerente de Finanças e Investimentos; e as empresas BNY Mellon Serviços Financeiros Distribuidora de Títulos e Valores Mobiliários, Diferencial Corretora de Títulos e Valores Mobiliários S/A, Fundo de Investimento Diferencial Renda Fixa Longo Prazo, Fundo de Investimento Renda Fixa Crédito Privado Portfolio Master I, AGGREGA Investimentos LTDA-EPP e Coral Fundo de Investimento em Direitos Creditórios Multisetorial.


Todos os requeridos respondem a ação civil de responsabilidade por ato de improbidade administrativa, proposta pela 2ª Promotoria de Justiça Cível da Comarca de Rondonópolis em março deste ano. O MPE argumenta que os investimentos realizados não foram regidos pelos princípios administrativos da legalidade, moralidade, impessoalidade e eficiência administrativas. Relatório de auditoria efetuado pelo Departamento dos Regimes de Previdência do Ministério da Previdência Social, bem como relatório do Tribunal de Contas de Mato Grosso, apontou diversas irregularidades formais e descumpridoras de requisitos e exigências legais previstas na Lei 9.717/98 e Portaria MPS 204/2008.


Os referidos investimentos eram de altíssimo risco, em contrariedade à legislação que preconiza que o dinheiro de institutos públicos de previdência podem ser investidos, mas em investimentos que ofereçam segurança e baixo risco de crédito”, diz a ação do MPE.


O Tribunal de Contas do Estado também julgou procedente denúncia (nº 213828-4/2014) efetuada contra os referidos gestores condenando-os ao ressarcimento ao erário de R$ 5.201.222,95 em função do prejuízo concreto constatado com as péssimas aplicações efetuados com a corretora BNY Mellon.


“As condutas reveladas nesta demanda não são isoladas, uma vez que é público e notório que o Instituto Municipal de Previdência dos Servidores de Rondonópolis - IMPRO recentemente foi alvo de busca e apreensão da Polícia Federal - noticiado em vários sítios eletrônicos -, em princípio, diante de investigações decorrentes de aplicações em fundos sem lastros que causaram prejuízos, se não bastasse as alegações que constam nos autos da Ação Cívil Pública - Processo n. 3501-82.2014.811.0003 -, que revelam que o mesmo diretor executivo comprou títulos públicos federais acima do preço de mercado e os vendeu abaixo d o preço, em cadeia de negócios lesivos que chegou ao patamar de R$ 2.557.758,54”, diz um trecho da decisão liminar.


   
COMENTAR NOTÍCIA
VER COMENTÁRIOS
 
 
 
25/04/2018  - Saiba como preparar delicias com limão-cravo o mais popular do país
19/04/2018  - STF torna Aécio Neves réu por corrupção
16/04/2018  - Fiemt discute comércio exterior e acesso ao crédito com industriais
16/04/2018  - Circuito de Tecnologia apresenta novidades e opções de carreira na área de TI
01/09/2017  - Você tem o direito de errar
 
Untitled Document
 
DESTAQUES
Cáceres
19/08/2018
MPF ingressa com Ação Civil Pública por desvio de função de servidores públicos municipais
 
 
MUNDO JURÍDICO
Em Cuiabá
16/08/2018
A Luta por Justiça no Júri” é tema de livro que será lançado durante VIII Encontro dos Promotores do
 
 
ESPORTES
Via Internet
15/08/2018
Inscrições para VI Corrida da Advocacia e III Corrida da Advocacia Kids terminam neste sábado
 
 
DESTAQUES
Contorno norte de Cuiabá e Várzea Grande
15/08/2018
Sinfra realiza coletiva de imprensa para detalhar andamento das obras Rodoanel
 
 
DESTAQUES
Acidentes na BR
14/08/2018
Indice de mortes em Mato Grosso fica abaixo da média nacional
 
 
DESTAQUES
Violência Doméstica e Familiar
12/08/2018
CNMP premia 11 iniciativas do MPMT em seis anos. Em 2018 dois projetos estão entre os finalistas
 
 
POLICIA
OPERAÇÃO RED MONEY
10/08/2018
Polícia Civil prende homem que fez ameaças a juiz por decretar prisão da esposa
 
 
DESTAQUES
Cuiabá
10/08/2018
Tecnologia de pontos ônibus repercute entre usuários da internet e sites de economia criativa
 
 
POLICIA
Mato Grosso
09/08/2018
Polícia Civil cumpre 94 mandados de prisão e sequestra bens de facção criminosa em MT
 
 
POLÍTICA
Eleições 2018
09/08/2018
MP Eleitoral oficia empresas de táxi-aéreo para que realizem registro de passageiros
 
 
DESTAQUES
Cadastro Ambiental Rural
08/08/2018
Mato Grosso e União sincronizam sistemas de Cadastro Ambiental Rural
 
 
MEIO AMBIENTE
São Félix do Araguaia
04/08/2018
MPE adota providências para sensibilizar e combater focos de incêndio no município
 
rodape.jpg
A volta Por Cima do Limão Caipira  
Saiba como preparar delicias com limão-cravo o mais popular do país
 
No Alvo  
STF torna Aécio Neves réu por corrupção
 
Mato Grosso  
Circuito de Tecnologia apresenta novidades e opções de carreira na área de TI
 
Em Rondonópolis  
Fiemt discute comércio exterior e acesso ao crédito com industriais
 
Resultado  
Você tem o direito de errar
 
Primavera do Leste  
MPE notifica prefeito e vereadores para que não reduzam limite para aplicação de agrotóxicos
 
Semana Nacional  
Secretaria de Educação e Bibliotecas Comunitárias comemoram Folclore nas ruas de Cuiabá
 
Iprobidade  
MPE notifica Estado para que suspenda qualquer ato de gestão em nome do IPAS
 
Cuiabá  
Niuan Ribeiro, homenageia maçons por contribuição social
 
Casa Própria  
Governo entrega casas a 100 famílias em Jangada