topo.jpg
Sexta-feira - 25 de Maio de 2018
ECONOMIA - 05/05/2018 - 09;00
 
Estado prevê novas fases de operação e busca recuperar R$ 140 mi sonegados
 
   
   
 

 

A Operação Crédito Podre, que investiga irregularidades no recolhimento do ICMS referente à comercialização de milho, feijão, soja e arroz, entre outros produtos agrícolas em Mato Grosso, terá desdobramentos nos próximos dias.

Na quinta-feira (03.05), a Polícia Judiciária Civil, por meio da Delegacia Especializada em Crimes Fazendários e Contra a Administração Pública (Defaz) deflagrou a segunda fase da Operação, denominada Crédito Podre II, quando foram cumpridos 09 mandados de prisão preventiva, expedidos pela 7ª Vara Criminal de Cuiabá.

Os mandados foram cumpridos nas cidades de Cuiabá, Rondonópolis, Primavera do Leste, Sorriso, Campo Verde e Várzea Grande, mobilizando 50 policiais civis, apoiados pela Gerência Estadual de Polinter (GEPOL) e unidades das regionais de Rondonópolis, Primavera do Leste e Sorriso.

“Os nove mandados de prisão preventiva cumpridos na Operação Crédito Podre II, são contra investigados em esquema de sonegação fiscal, que foram presos em dezembro, na primeira fase da operação”, explicou a delegada Maria Alice Barros Martins Amorim, da Defaz.

Nesta sexta-feira (04.05), o secretário adjunto de Receita Pública da Secretaria de Fazenda, Último Almeida de Oliveira, reuniu-se com a delegada Maria Alice Barros Martins Amorim, para discutir os novos procedimentos que serão levados a efeito nesta operação e buscar eventuais novos envolvidos nas fraudes. Não estão descartadas possibilidades de serem ouvidos alguns produtores rurais, que venderam suas safras para os acusados de fraude.

“Em dezembro do ano passado foi deflagrada a primeira operação com prisão de vários envolvidos e coletas de provas. Agora, tem um grupo de fiscais que está fazendo a auditoria nessa documentação e já conseguimos algumas provas novas”, explicou Último de Almeida de Oliveira.

Um dos objetivos principais da Secretaria de Fazenda agora é receber o que foi sonegado pelos acusados. “Nós ainda não conseguimos os créditos porque, como são empresas laranjas, não adianta a Fazenda constituir crédito em cima de empresas laranjas. Agora, na investigação, nós estamos identificando quem são os verdadeiros beneficiários dessa fraude e, aí sim, vamos efetuar a constituição de crédito em cima dessas pessoas que se beneficiaram com essas fraudes e, consequentemente, eles têm patrimônio para arcar com esse tributo devolvendo para os cofres do Estado”, acrescentou o secretário adjunto de Receita Pública da Sefaz.

Histórico

As auditorias da Secretaria de Estado de Fazenda tiveram início no final de 2016 e foram levadas a efeito durante todo o ano passado. As investigações da Sefaz apuraram que mais de 1 bilhão de grãos teriam saído do Estado de Mato Grosso sem o recolhimento do ICMS, deixando prejuízo estimado em R$ 143 milhões, entre os anos de 2012 a 2017.

Em dezembro de 2017 foi deflagrada a primeira fase da operação Credito Podre. Naquela ocasião foram cumpridos 16 mandados de prisão preventiva, 34 ordens de busca e apreensão e 09 conduções coercitivas.

   
COMENTAR NOTÍCIA
VER COMENTÁRIOS
 
 
 
25/04/2018  - Saiba como preparar delicias com limão-cravo o mais popular do país
19/04/2018  - STF torna Aécio Neves réu por corrupção
16/04/2018  - Fiemt discute comércio exterior e acesso ao crédito com industriais
16/04/2018  - Circuito de Tecnologia apresenta novidades e opções de carreira na área de TI
01/09/2017  - Você tem o direito de errar
 
Untitled Document
 
POLICIA
Arenápolis
24/05/2018
Polícia Civil cumpre mandados contra trio que explodiu caixas de banco
 
 
ECONOMIA
Mercado
24/05/2018
Preço da banana sobe; maxixe e limão têm queda
 
 
DESTAQUES
Cohab Velha
23/05/2018
13 indivíduos são presos por furtar residência em Cáceres
 
 
POLICIA
Números do Crime
22/05/2018
Governo diz que dados apontam redução de roubos e furtos em Mato Grosso
 
 
MUNDO JURÍDICO
Por fuga de um Preso em Poxoréo-MT
22/05/2018
Delegado investigado em procedimento reverte medidas cautelares no Tribunal de Justiça
 
 
DESTAQUES
Audiência Pública
21/05/2018
Segurança Pública é debatida na AL-MT nesta Segunda-Feira
 
 
DESTAQUES
Primavera do Leste
20/05/2018
Polícia Civil faz mobilização contra a violência sexual infantojuvenil
 
 
MUNDO JURÍDICO
Revogação de Prisão
19/05/2018
Ex-procurador-geral Rodrigo Janot é contra intervenção de casas legislativas
 
 
MEIO AMBIENTE
Crime
18/05/2018
Sema apreende 32 quilos de pescado
 
 
CIDADES
14ª Edição
17/05/2018
Sinop começa a receber estrutura da Caravana da Transformação
 
 
DESTAQUES
Sinop
16/05/2018
Formação de voluntários para Caravana entra na reta final
 
 
DESTAQUES
Delação de Silval
14/05/2018
Justiça bloqueia R$ 6 mi de prefeito, ex-governador e 4 ex-secretários de MT
 
rodape.jpg
A volta Por Cima do Limão Caipira  
Saiba como preparar delicias com limão-cravo o mais popular do país
 
No Alvo  
STF torna Aécio Neves réu por corrupção
 
Mato Grosso  
Circuito de Tecnologia apresenta novidades e opções de carreira na área de TI
 
Em Rondonópolis  
Fiemt discute comércio exterior e acesso ao crédito com industriais
 
Resultado  
Você tem o direito de errar
 
Primavera do Leste  
MPE notifica prefeito e vereadores para que não reduzam limite para aplicação de agrotóxicos
 
Semana Nacional  
Secretaria de Educação e Bibliotecas Comunitárias comemoram Folclore nas ruas de Cuiabá
 
Iprobidade  
MPE notifica Estado para que suspenda qualquer ato de gestão em nome do IPAS
 
Cuiabá  
Niuan Ribeiro, homenageia maçons por contribuição social
 
Casa Própria  
Governo entrega casas a 100 famílias em Jangada