topo.jpg
Domingo - 18 de Novembro de 2018
DESTAQUES - 15/01/2018 - 11:11
 
Custo das energias renováveis pode ficar abaixo dos combustíveis fósseis até 2020
 
   
   
 

 

O custo de geração de energia eólica terrestre caiu cerca de um quarto desde 2010 e os custos de energia solar fotovoltaica cairam 73% nesse período, de acordo com a nova análise de custos da Agência Internacional de Energia Renovável (IRENA). O relatório também destaca que os custos da energia solar deverão diminuir ainda mais, caindo pela metade até 2020. Os melhores projetos de energia solar e eólica terrestre poderiam estar fornecendo eletricidade por um equivalente a 3 centavos de dólar por quilowatt-hora (kWh) ou menos no próximo dois anos.

Os custos médios ponderados globais nos últimos 12 meses para a energia solar e a energia eólica terrestre agora estão em 6 centavos de dólar e 10 centavos de dólar por kWh respectivamente, com os recentes resultados de leilões sugerindo que futuros projetos reduzirão significativamente essas médias. O relatório destaca que a energia eólica terrestre agora é rotineiramente encomendada por 4 centavos de dólar por kWh. O atual espectro de custos para a geração de energia de combustíveis fósseis varia de 5-17 centavos de dólar por kWh.

"Esta nova dinâmica sinaliza uma mudança significativa no paradigma energético", disse Adnan Z. Amin, Diretor Geral da IRENA. "Esses declínios de custos em todas as tecnologias são sem precedentes e representativos do grau em que as energias renováveis ​​estão revolucionando o sistema energético global".

Lançado no primeiro dia da Oitava Assembléia de IRENA em Abu Dhabi, "Custos de geração de energia renovável em 2017" destaca que outras formas de geração de energia renovável, como os projetos de bioenergia, geotérmica e hidrelétrica nos últimos 12 meses, competiram cabeça-a-cabeça nos custos com a energia gerada a partir de combustíveis fósseis. As descobertas observam que, até 2019, os melhores projetos de energia solar e eólica terrestre estarão entregando energia elétrica por 3 centavos de dólar por kWh, significativamente abaixo do custo atual de energia proveniente de combustíveis fósseis.

As práticas competitivas de aquisição, juntamente com o surgimento de uma grande base de desenvolvedores experientes de projetos de médio a grande concorrentes para oportunidades de mercado global, são citados como novos fatores de redução de custos recentes, além de avanços tecnológicos contínuos.

"Passar às energias renováveis ​​para a geração de energia nova não é simplesmente uma decisão ambientalmente consciente, é agora - esmagadoramente – uma decisão economicamente inteligente", continuou o Sr. Amin. "Os governos de todo o mundo estão reconhecendo esse potencial e avançando com agendas econômicas com baixa emissão de carbono sustentadas por sistemas de energia baseados em energias renováveis. Esperamos que a transição obtenha mais impulso, apoiando empregos, crescimento, melhoria da saúde, resiliência nacional e mitigação climática em todo o mundo em 2018 e além ".

O relatório também destaca que os resultados de leilões de energia indicam que os projetos de energia eólica offshore e energia solar concentrados no período entre 2020 e 2022 custarão na faixa de 6-10 centavos de dólar por kWh, apoiando a implantação acelerada globalmente. A  IRENA projeta que todas as tecnologias de energia renovável competirão com os fósseis no preço até 2020.

O relatório destaca que:
• O custo médio ponderado global de eletricidade (LCOE) da energia solar em escala de utilidade caiu 73% entre 2010 e 2017 para 10 centavos de dólar por  kWh.
• O custo médio da eletricidade eólica terrestre caiu 23% entre 2010 e 2017. Os projetos são rotineiramente encomendados em 4 centavos de dólar por  kWh e a média ponderada global é de 6 centavos de dólar por kWh.
• Até 2019, os melhores projetos de energia eólica e solar em terra estarão fornecendo eletricidade por um equivalente a 3 centavos de dólar por kWh, ou menos.
• Novos projetos de bioenergia e geotérmica encomendados em 2017 apresentaram custos médios ponderados globais de cerca de 7 centavos de dólar por kWh.
• Os baixos preços da energia fotovoltaica em Abu Dhabi, Chile, Dubai, México, Peru e Arábia Saudita tornaram os 3 centavos de dólar por kWh (e abaixo) no novo benchmark.
• Até 2020, os dados de projetos e leilões sugerem que todas as tecnologias de geração de energia renovável atualmente comercializadas competirão com, e até ficarão abaixo dos combustíveis fósseis, gerando uma faixa de 3-10 centavos de dólar por kWh.

O relatório foi lançado durante a oitava Assembléia da IRENA, que acolhe mais de 1.100 representantes de governos de 150 países. Como a principal plataforma mundial de cooperação internacional em energia renovável, a Assembléia fornece orientações estratégicas para o trabalho da Agência nos próximos quatro anos e posiciona-a para desempenhar um papel fundamental na condução da transformação global da energia.

###

Sobre a Agência Internacional de Energia Renovável (IRENA)
A IRENA tem o mandato de ser o centro global da cooperação em energia renovável e do intercâmbio de informações por 154 membros (153 Estados e União Européia). 26 outros países estão no acesso processo de acesso e envolvidos ativamente. A IRENA promove a adoção generalizada e o uso sustentável de todas as formas de energia renovável, na busca do desenvolvimento sustentável, do acesso à energia, da segurança energética e do crescimento econômico e da prosperidade com baixa emissão de carbono.

   
COMENTAR NOTÍCIA
VER COMENTÁRIOS
 
 
 
03/11/2018  - Preservação de patrimônio histórico abre Seminário Olhares Sobre a Cidade
11/10/2018  - Deputados podem votar auxilio às santas casas na próxima terça
25/04/2018  - Saiba como preparar delicias com limão-cravo o mais popular do país
19/04/2018  - STF torna Aécio Neves réu por corrupção
16/04/2018  - Fiemt discute comércio exterior e acesso ao crédito com industriais
 
Untitled Document
 
DESTAQUES
Eleição da OAB
16/11/2018
Em Cáceres, Leonardo fecha agenda de viagens ao interior de MT
 
 
DESTAQUES
Poconé
15/11/2018
Município e prefeito são acionados por descumprirem leis de Acesso à Informação e da Transparência
 
 
DESTAQUES
Promovida pelo MPMT
14/11/2018
Lideranças cobram efetivação de políticas públicas étnico-raciais em audiência pública
 
 
POLÍTICA
Biênio 2019/2020.
13/11/2018
Botelho mais preparado e articulado pra ocupar cadeira de presidente de AL
 
 
DESTAQUES
Cuiabá
13/11/2018
Emanuel Pinheiro avalia positivamente andamento das obras e do processo de abertura do novo PS
 
 
DESTAQUES
São Paulo
12/11/2018
Iniciativa desenvolvida pelo MPMT é apresentada no “Acelera Startups”
 
 
DESTAQUES
Sistema de Esgotamento Sanitário
10/11/2018
MPF garante na justiça suspensão de contrato entre o Município de Jaciara/MT e empresa de engenharia
 
 
DESTAQUES
Cobrando Providência
09/11/2018
OAB Peixoto de Azevedo constata abandono em Lar dos Idosos
 
 
CIDADES
Arrecadação de Alimentos
09/11/2018
1ª dama de Cuiabá abre doações da 2ª edição do Natal Sem Fome
 
 
MEIO AMBIENTE
Debate
08/11/2018
Urbanismo e adoção integram pauta de encontro temático promovido pelo MPMT nesta quinta e sexta
 
 
DESTAQUES
Práticas Instrutórias
08/11/2018
MPF realiza cartório itinerante no Vale do Araguaia e percorre 1600 quilômetros em três dias
 
 
EDUCAÇÃO
Itiquira
07/11/2018
MPMT estabelece prazo de 60 dias para Estado reformar escola
 
rodape.jpg
Arquitetura  
Preservação de patrimônio histórico abre Seminário Olhares Sobre a Cidade
 
Congresso Nacional  
Deputados podem votar auxilio às santas casas na próxima terça
 
A volta Por Cima do Limão Caipira  
Saiba como preparar delicias com limão-cravo o mais popular do país
 
No Alvo  
STF torna Aécio Neves réu por corrupção
 
Mato Grosso  
Circuito de Tecnologia apresenta novidades e opções de carreira na área de TI
 
Em Rondonópolis  
Fiemt discute comércio exterior e acesso ao crédito com industriais
 
Resultado  
Você tem o direito de errar
 
Primavera do Leste  
MPE notifica prefeito e vereadores para que não reduzam limite para aplicação de agrotóxicos
 
Semana Nacional  
Secretaria de Educação e Bibliotecas Comunitárias comemoram Folclore nas ruas de Cuiabá
 
Iprobidade  
MPE notifica Estado para que suspenda qualquer ato de gestão em nome do IPAS