topo.jpg
Terça-feira - 23 de Janeiro de 2018
PROGRAMA SOCIAL - 10/01/2018 - 15:22
 
Para atualizar os dados o titular do programa deve procurar o Cadastro Único na Secretaria Municipal
 
   
   
 

 Para atualizar os dados o titular do programa deve procurar o Cadastro Único na Secretaria Municipal de Assistência Social, Avenida Castelo Branco, n° 2500, bairro Água Limpa, e/ou as unidades de assistência próximo de sua moradia, como Centros de Referência de Assistência Social dos bairros Cristo Rei, Jardim Potiguar, Santa Maria e São Mateus. 

A Prefeitura de Várzea Grande, por meio da Secretaria de Assistência Social, está realizando o recadastramento das famílias que tiveram o Programa Bolsa Família bloqueado pelo Ministério do Desenvolvimento Social e Agrário (MDSA). 

No total, o benefício de 1.960 pessoas foram bloqueados  por indícios de inconsistências cadastral. Isto porque, o Governo Federal identificou que essas famílias tiveram renda per capita inconsistente na renda exigida entre R$ 170 e R$ 440 ou falta de informações referentes aos critérios.

O desbloqueio só será feito mediante recadastramento e comprovação da renda exigida pelo Programa. A coordenadora do Bolsa Família no município, Geni Corrello dos Santos explica que o cancelamento também pode se dar pelo não cumprimento dos requisitos referentes as informações exigidas nas áreas de  educação e saúde, e pela não localização das famílias no endereço informado no cadastro.

“As crianças devem manter a frequência escolar, e ainda devem estar com o peso nutricional adequado e a carteira de vacinação em dia. As informações referentes , por exemplo à frequência escolar são repassadas diretamente pela Secretaria de Educação, enquanto as informações no que tange a saúde devem ser atualizadas diretamente pelos pais a cada seis meses, de forma obrigatória. As famílias também devem informar qualquer mudança de endereço para facilitar a localização”, frisou a coordenadora.

Vale ressaltar, entretanto, que a Prefeitura é apenas responsável pelo cadastramento, recadastramento e atualizações dos dados dos beneficiários. “Todas essas informações são repassadas para o Ministério do Desenvolvimento Social e Agrário, que faz a triagem e o cruzamento de informações com os demais bancos de dados. Já para aquelas com renda superior a meio salário mínimo, foi aplicado o cancelamento do benefício. Em Várzea Grande 628 famílias tiveram o Bolsa Família cancelado”,explicou a coordenadora.

Para Geni Correlo, esta efetiva fiscalização do Ministério do Desenvolvimento Social nas famílias beneficiarias do programa trouxe resultados positivos para o município. “Pudemos constatar que houve uma redução significativa nos índices referentes à evasão escolar, assim como redução nos registros de casos de subnutrição e mortalidade infantil”, acrescenta.

Além das medidas estruturantes que resultou no bloqueio e no cancelamento do benefício de diversas famílias, o Ministério ainda está realizando a instauração de processos administrativos de cobrança de ressarcimento, priorizados de acordo com critérios de gravidade e relevância material, que segundo o próprio Ministério informou aos municípios que  em todos os casos,de cancelamento, foi constatado que a renda das famílias era superior à exigida para ingresso e permanência no programa. O benefício foi cancelado nos casos em que a renda per capita da família ultrapassou R$ 440. Já o bloqueio foi adotado para os beneficiários que apresentaram renda entre R$ 170 e R$ 440.

O Ministério passou a contar com seis bases do governo federal para cruzamento de dados: Relação Anual de Informações Sociais (Rais), Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), Sistema de Controle de Óbitos (Sisobi), Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), Sistema Integrado de Administração de Recursos Humanos (Siape) e Cadastro Nacional de Pessoas Jurídicas (CNPJ).

“A orientação do MDSA, as famílias que tiveram o repasse bloqueado, foi a de que  devem procurar a gestão municipal do Bolsa Família para comprovar que estão dentro das regras do programa, daí da tomada de medidas para o recadastramento dessas famílias que tiveram o bloqueio”, ratificou a Coordenadora Municipal Geni Corello.

Para atualizar os dados o titular do programa deve procurar o Cadastro Único na Secretaria Municipal de Assistência Social, Avenida Castelo Branco, n° 2500, bairro Água Limpa, e/ou as unidades de assistência próxima de sua moradia, como Centros de Referência de Assistência Social dos bairros Cristo Rei, Jardim Potiguar, Santa Maria e São Mateus.

   
COMENTAR NOTÍCIA
VER COMENTÁRIOS
 
 
 
01/09/2017  - Você tem o direito de errar
28/08/2017  - MPE notifica prefeito e vereadores para que não reduzam limite para aplicação de agrotóxicos
23/08/2017  - Niuan Ribeiro, homenageia maçons por contribuição social
23/08/2017  - MPE notifica Estado para que suspenda qualquer ato de gestão em nome do IPAS
23/08/2017  - Secretaria de Educação e Bibliotecas Comunitárias comemoram Folclore nas ruas de Cuiabá
 
Untitled Document
 
ECONOMIA
Alimentação e Bebidas
23/01/2018
Prévia da inflação oficial registra 0,39% em janeiro, diz IBGE
 
 
DESTAQUES
Resultado Satisfatório
22/01/2018
Prefeitura faz balanço do processo seletivo simplificado de contratação da Educação
 
 
SAÚDE
Período de Férias
19/01/2018
Com estoque baixo, Hemocentro precisa de doadores de sangue
 
 
DESTAQUES
Sem Folia
18/01/2018
Mato Grosso fica sem dinheiro para realizar Carnaval 2018
 
 
POLÍTICA
Processos Diciplinares
17/01/2018
Estado investiga conduta de mais de 800 servidores, que podem ser até demitidos
 
 
DESTAQUES
Crise
16/01/2018
Taques diz não ser "Superhomem" e cita que 12 Estados atrasam salários no país
 
 
DESTAQUES
Segundo novo Estudo
15/01/2018
Custo das energias renováveis pode ficar abaixo dos combustíveis fósseis até 2020
 
 
DESTAQUES
Em Cuiabá
12/01/2018
Seduc registra mais de 7 mil solicitações de matrículas de novos alunos
 
 
CIDADES
Procedimento Administrativo
11/01/2018
Cuiabá investiga 11 médicos e enfermeiros por abandono de cargos
 
 
POLÍTICA
Peixoto de Azevedo
10/01/2018
MPE requer condenação de servidores públicos por improbidade administrativa
 
 
POLÍTICA
Investigação em Risco
09/01/2018
Advogado aponta erro de juiz e STF para pedir anulação de 15 fases da Ararath em MT
 
 
DESTAQUES
Nomeados sem Concurso
08/01/2018
Demitidos pela Justiça, servidores da AL tentam recurso para manter cargos e salários em MT
 
rodape.jpg
Resultado  
Você tem o direito de errar
 
Primavera do Leste  
MPE notifica prefeito e vereadores para que não reduzam limite para aplicação de agrotóxicos
 
Semana Nacional  
Secretaria de Educação e Bibliotecas Comunitárias comemoram Folclore nas ruas de Cuiabá
 
Iprobidade  
MPE notifica Estado para que suspenda qualquer ato de gestão em nome do IPAS
 
Cuiabá  
Niuan Ribeiro, homenageia maçons por contribuição social
 
Casa Própria  
Governo entrega casas a 100 famílias em Jangada
 
Artigo  
Modelo Ideal?*
 
Legalize Já!  
Ministro do STF diz que Brasil deve 'legalizar a maconha e ver como isso funciona na vida real'
 
Cultivo Protegido  
Futuros Produtores visitam em Campinas a Divisão de Hortaliças da Monsanto
 
Anvisa Avisa  
Droga da USP não tem ação comprovada contra câncer