topo.jpg
Quarta-feira - 18 de Julho de 2018
POLÍTICA - 04/01/2018 - 11:21
 
Estado não tem previsão de regularizar repasses aos poderes
 
   
   
 

 

O governador em exercício Carlos Fávaro (PSD) anunciou que o governo deverá chamar nos próximos dias todos os Poderes - Tribunal de Justiça, Assembleia Legislativa, Ministério Público Estadual e Tribunal de Contas do Estado - para discutir uma solução para os repasses atrasados de duodécimo. De acordo com Fávaro, a crise econômica continua dificultando os repasses para essas instituições. 

"O governo deve chamar todos os chefes dos Poderes para discutir essa situação financeira que o Estado vem passando. Os Poderes são os nossos principais aliados nessa crise, tanto que atualmente só recebem o valor para pagamento de suas folhas salariais e nada mais. Por isso devemos sentar nos próximos dias para buscar uma saída conjunta", disse Fávaro ontem, quarta-feira (3), logo após se reunir com o secretário de Estado de Fazendo, Rogério Gallo. 

Carlos Fávaro disse que ainda não é possível prever uma regularização nos repasses aos Poderes. "Os Poderes já queimaram toda gordura que tinham para ajudar o Estado a manter os serviços públicos funcionando. Entendemos isso e agradecemos muito. Mas até o momento ainda não tivemos algo para aliviar toda essa situação. E com isso os Poderes estão atrasando o pagamento dos seus fornecedores. Nós entendemos a gravidade e estamos trabalhando para mudar esse quadro. Por isso queremos uma reunião para detalhar com transparência toda essa situação", explicou. 

Em dezembro a Assembleia Legislativa chegou a atrasar três meses o pagamento de vários fornecedores. "Nós não paramos graças aos nossos fornecedores, que são muito compreensivos. Estão sem receber e estão esperando. Aqui, na Assembleia, tem uns há três meses sem receber. Todos os serviços aqui estão atrasados", disse o presidente do Legislativo, deputado Eduardo Botelho (PSB). 

O Ministério Público e o Tribunal de Justiça já anunciaram que não possuem mais reserva de caixa e que, caso continue os atrasos, os serviços das duas instituições poderão ficar prejudicados. 

O governo do Estado vem conseguindo apenas repassar aos Poderes os valores referentes a folha salarial das instituições. 

Neste fim de ano, foram repassados cerca de R$ 150 para quitar a folha salarial ALMT, TJMT, MPE, TCE e da Defensoria Pública. 

Ao todo o governo deve mais de R$ 700 milhões aos Poderes, referente aos atrasados de 2016 e 2017. Em 2016, a dívida chegou a R$ 355 milhões. O governador Pedro Taques (PSDB) chegou a firmar um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) para quitar os valores, mas não conseguiu cumprir o cronograma. Já os atrasos de 2017 somam mais de R$ 400 milhões. 

PRIORIDADES - O governador em exercício disse que neste momento o Estado deverá priorizar os repasses para a saúde. "Estamos trabalhando desde o início da semana para repassar dinheiro para Saúde para que os serviços essenciais como UTIs, serviços de média e alta complexidade, os hospitais filantrópicos e os consórcios municipais possam continuar funcionando", afirmou Fávaro. 

"Também vamos repassar para a Sinfra recursos para a manutenção de trafegabilidade e para a Sejudh - Secretária de Justiça e Direitos Humanos - para que possam regularizar o fornecimento de alimentação para o sistema prisional", completou. 

   
COMENTAR NOTÍCIA
VER COMENTÁRIOS
 
 
 
25/04/2018  - Saiba como preparar delicias com limão-cravo o mais popular do país
19/04/2018  - STF torna Aécio Neves réu por corrupção
16/04/2018  - Fiemt discute comércio exterior e acesso ao crédito com industriais
16/04/2018  - Circuito de Tecnologia apresenta novidades e opções de carreira na área de TI
01/09/2017  - Você tem o direito de errar
 
Untitled Document
 
DESTAQUES
Condições de Trabalho
16/07/2018
Assistentes Sociais cobram resposta do TJMT sobre criação de cargos para concurso
 
 
DESTAQUES
Endereço Certo
13/07/2018
Mutuários devem apresentar documentos para participar de projeto
 
 
DESTAQUES
Notificação
12/07/2018
MPF/MT recomenda ao DNIT cumprimento do Plano Básico Ambiental da rodovia BR-364
 
 
ECONOMIA
Cuiabá
10/07/2018
Associação Comercial de Cuiabá oferece serviços gratuitos durante o Liquida Centro
 
 
POLÍTICA
Decisão Favorável
08/07/2018
MPE consegue decisão judicial para retirada de outdoors de Bolsonaro das ruas e avenidas de MT
 
 
DESTAQUES
Desburocratização
06/07/2018
Integração da Redesim assegura ampliação na entrada dos processos
 
 
DESTAQUES
Agenda
04/07/2018
Governador participa de inaugurações em Sinop e Lucas do Rio Verde
 
 
CIDADES
Cuiabá
03/07/2018
Prefeitura realiza semana de avaliação do Programa de Desenvolvimento Integrado
 
 
DESTAQUES
Inaugurações e Vistorias
03/07/2018
Governo inaugura pavimentação de rodovias e lança pontes de concreto no Araguaia
 
 
DESTAQUES
Ranking de Concorrentes
01/07/2018
MPMT é o segundo com maior número de inscritos no Prêmio Innovare 2018
 
 
CIDADES
Cuiabá
29/06/2018
Servidores municipais recebem salários do mês de junho nesta sexta-feira
 
 
CIDADES
Cuiabá
28/06/2018
Entrega de duplicação no Jardim Umuarama acontece nesta quinta-feira
 
rodape.jpg
A volta Por Cima do Limão Caipira  
Saiba como preparar delicias com limão-cravo o mais popular do país
 
No Alvo  
STF torna Aécio Neves réu por corrupção
 
Mato Grosso  
Circuito de Tecnologia apresenta novidades e opções de carreira na área de TI
 
Em Rondonópolis  
Fiemt discute comércio exterior e acesso ao crédito com industriais
 
Resultado  
Você tem o direito de errar
 
Primavera do Leste  
MPE notifica prefeito e vereadores para que não reduzam limite para aplicação de agrotóxicos
 
Semana Nacional  
Secretaria de Educação e Bibliotecas Comunitárias comemoram Folclore nas ruas de Cuiabá
 
Iprobidade  
MPE notifica Estado para que suspenda qualquer ato de gestão em nome do IPAS
 
Cuiabá  
Niuan Ribeiro, homenageia maçons por contribuição social
 
Casa Própria  
Governo entrega casas a 100 famílias em Jangada