topo.jpg
Terça-feira - 23 de Janeiro de 2018
TURISMO - 18/12/2017 - 18:00
 
MPE sugere ampliação dos locais de banho, dos pontos de alimentação e do estacionamento
 
   
   
 

 

MPE sugere ampliação dos locais de banho, dos pontos de alimentação e do estacionamento



Após inspeção realizada nas obras do Complexo da Salgadeira, o Ministério Público do Estado de Mato Grosso solicitou ao Governo do Estado que analise a possibilidade de instalar quiosques no local, caso não seja viável a construção de mais um restaurante. Sugeriu, ainda, o aumento de vagas no estacionamento para evitar a invasão de carros no entorno do Parque Nacional e a extorsão dos conhecidos “donos de estacionamentos”.


Outro problema apontado pelo Ministério Público diz respeito aos locais de banhos, que ainda estão pendentes de confirmação por estudo. O promotor de Justiça Joelson de Campos Maciel alertou que a demanda existente na Salgadeira é grande e que a quantidade prevista no projeto é tímida se comparado ao número de pessoas que costumam visitar o local.


As observações resultantes da inspeção realizada pelo MPE no dia 01/12 constam no ofício 69/2017 encaminhado ao secretário de Estado de Cidades, Wilson Santos, em 05 de dezembro. No documento, o promotor de Justiça afirmou que, por ora, está satisfeito com o andamento das obras.


Alertou, no entanto, que o projeto em si está subdimensionado em relação ao fluxo diário de pessoas esperadas. Destacou que os principais rios da baixada cuiabana, e seus tributários, estão praticamente imprestáveis para banho devido ao alto volume de poluição advindo principalmente da rede de esgoto.


Lembrou que a principal opção de lazer existente na região, que seria o Lago do Manso, além de distante da cidade de Cuiabá e sem acesso de transporte público, já foi loteado por grandes empreendimentos de condomínios horizontais e demais propriedades de pessoas de alto poder aquisitivo, o que impossibilita o acesso da população mais carente ao local.

Reiteramos que, o Ministério Público se posiciona ao lado do meio ambiente e do seu uso sustentável, e, uma vez dada a oportunidade de acesso às pessoas ao local de beleza ímpar e rara, não oportunizando as duas principais atividades recreativas que buscam (banho e comida), as obras do Complexo da Salgadeira poderão se tornar obsoletas dentro de um curto espaço de tempo e o caos poderá voltar a reinar naquele local, o que não queremos que aconteça novamente”, alertou o promotor de Justiça.


A inspeção realizada pelo Ministério Público no Complexo Salgadeira teve como objetivo averiguar o cumprimento do Termo de Ajustamento de Conduta firmado entre a 15ª Promotoria de Justiça Cível de Defesa do Meio Ambiente e o Estado de Mato Grosso, com vistas à revitalização daquele ponto turístico, homologado nos autos da Ação Civil Pública nº 847-21.2010.811.0082 (Código: 11022), em trâmite na Vara Especializada do Meio Ambiente.

   
COMENTAR NOTÍCIA
VER COMENTÁRIOS
 
 
 
01/09/2017  - Você tem o direito de errar
28/08/2017  - MPE notifica prefeito e vereadores para que não reduzam limite para aplicação de agrotóxicos
23/08/2017  - Niuan Ribeiro, homenageia maçons por contribuição social
23/08/2017  - MPE notifica Estado para que suspenda qualquer ato de gestão em nome do IPAS
23/08/2017  - Secretaria de Educação e Bibliotecas Comunitárias comemoram Folclore nas ruas de Cuiabá
 
Untitled Document
 
ECONOMIA
Alimentação e Bebidas
23/01/2018
Prévia da inflação oficial registra 0,39% em janeiro, diz IBGE
 
 
DESTAQUES
Resultado Satisfatório
22/01/2018
Prefeitura faz balanço do processo seletivo simplificado de contratação da Educação
 
 
SAÚDE
Período de Férias
19/01/2018
Com estoque baixo, Hemocentro precisa de doadores de sangue
 
 
DESTAQUES
Sem Folia
18/01/2018
Mato Grosso fica sem dinheiro para realizar Carnaval 2018
 
 
POLÍTICA
Processos Diciplinares
17/01/2018
Estado investiga conduta de mais de 800 servidores, que podem ser até demitidos
 
 
DESTAQUES
Crise
16/01/2018
Taques diz não ser "Superhomem" e cita que 12 Estados atrasam salários no país
 
 
DESTAQUES
Segundo novo Estudo
15/01/2018
Custo das energias renováveis pode ficar abaixo dos combustíveis fósseis até 2020
 
 
DESTAQUES
Em Cuiabá
12/01/2018
Seduc registra mais de 7 mil solicitações de matrículas de novos alunos
 
 
CIDADES
Procedimento Administrativo
11/01/2018
Cuiabá investiga 11 médicos e enfermeiros por abandono de cargos
 
 
POLÍTICA
Peixoto de Azevedo
10/01/2018
MPE requer condenação de servidores públicos por improbidade administrativa
 
 
POLÍTICA
Investigação em Risco
09/01/2018
Advogado aponta erro de juiz e STF para pedir anulação de 15 fases da Ararath em MT
 
 
DESTAQUES
Nomeados sem Concurso
08/01/2018
Demitidos pela Justiça, servidores da AL tentam recurso para manter cargos e salários em MT
 
rodape.jpg
Resultado  
Você tem o direito de errar
 
Primavera do Leste  
MPE notifica prefeito e vereadores para que não reduzam limite para aplicação de agrotóxicos
 
Semana Nacional  
Secretaria de Educação e Bibliotecas Comunitárias comemoram Folclore nas ruas de Cuiabá
 
Iprobidade  
MPE notifica Estado para que suspenda qualquer ato de gestão em nome do IPAS
 
Cuiabá  
Niuan Ribeiro, homenageia maçons por contribuição social
 
Casa Própria  
Governo entrega casas a 100 famílias em Jangada
 
Artigo  
Modelo Ideal?*
 
Legalize Já!  
Ministro do STF diz que Brasil deve 'legalizar a maconha e ver como isso funciona na vida real'
 
Cultivo Protegido  
Futuros Produtores visitam em Campinas a Divisão de Hortaliças da Monsanto
 
Anvisa Avisa  
Droga da USP não tem ação comprovada contra câncer