topo.jpg
Sábado - 16 de Dezembro de 2017
TECNOLOGIA - 05/12/2017 - 14:39
 
Empresários de MT reivindicam isonomia nos preços de provedores de Internet
 
   
   
 

 

Empresários reivindicam isonomia nos preços de provedores de Internet

Empresários das telecomunicações de Mato Grosso se reuniram com representantes da Energisa para reivindicar isonomia no tratamento dos contratos de compartilhamento de infraestrutura, tendo como base a resolução conjunta Aneel/Anatel nº 4, de 16.12.2014. A reunião aconteceu na última sexta-feira (01.12), na sede da empresa, em Cuiabá, e foi intermediada pela Federação das Associações Comerciais e Empresariais do Estado de Mato Grosso (Facmat). Uma próxima reunião vai acontecer em janeiro de 2018, com data a ser marcada. 

Na oportunidade, a Energisa divulgou a tabela de preços praticada e foi identificada uma grande diferença nos preços atualmente pagos pelas empresas presentes na reunião. Ficou acordado que, desde que não haja redução no faturamento atual da Energisa, a tabela será aplicada ajustando a quantidade atual de postes para uma nova quantidade equivalente à fatura paga pelo provedor de serviços de Internet (ISP).

Segundo o presidente da Facmat, Jonas Alves, também ficou definido que a Energisa fará um estudo nos contratos vigentes em Mato Grosso e construirá, em parceria com a Federação, uma nova tabela de preços para apresentação na reunião de janeiro. “É importante que a  Energisa equacione esses valores e traga isonomia para os provedores do estado. A conectividade é fundamental para o crescimento de Mato Grosso, ou seja, quanto mais acesso à internet, maior também a possibilidade de crescimento da economia”, destacou. 

Nesse sentido, completou o presidente, para que a Internet seja disseminada a mais pessoas, a atuação dos ISPs é de extrema importância, “principalmente porque promove o desenvolvimento econômico de regiões distantes dos grandes centros ao levar conexão de qualidade, muitas vezes, por fibra óptica”, completou o presidente da Facmat. 

Para o empresário Jorge Luiz Roscete, de Rondonópolis, a isonomia nos contratos permite novos investimentos das empresas de telecomunicações e a melhoria dos serviços em todo o estado. Já Sidiney Gonçalves Neto, de Sinop, diz que o importante é a globalização da informação, que está estagnada por falta de investimentos de grandes operadoras, “considerando que a Internet se tornou essencial na vida das pessoas”, frisou. 

Conforme o empresário Leandro Kessler, de Colíder, o setor quer beneficiar todas as empresas, por isso a importância da intermediação da Facmat. “O custo do poste para a ampliação das redes de atendimento aos usuários dificulta a melhoria dos serviços prestados. Com a revisão dos valores todas as empresas serão atendidas, e não apenas uma ou outra”, explica. 

Para Josivaldo Guedes Carrara, empresário de Nova Santa Helena, a isonomia nos contratos beneficia pequenos provedores e prestadores de serviços que têm vontade de investir em infraestrutura de fibra ótica, mas se depara com o alto custo dos alugueis dos postes. “O empresário acaba recuando com os investimentos e benfeitorias”, conclui. 

Os empresários foram atendidos na Energisa pelo gerente Corporativo Financeiro e Administrativo de Contratos, Ronne Peterson Amaral, além de Bruno Mendonça Ribeiro, responsável pelos contratos, e Cindy Gomes, da área de relacionamento da empresa. 

Redação: Luciane Mildenberger 

   
COMENTAR NOTÍCIA
VER COMENTÁRIOS
 
 
 
01/09/2017  - Você tem o direito de errar
28/08/2017  - MPE notifica prefeito e vereadores para que não reduzam limite para aplicação de agrotóxicos
23/08/2017  - Niuan Ribeiro, homenageia maçons por contribuição social
23/08/2017  - MPE notifica Estado para que suspenda qualquer ato de gestão em nome do IPAS
23/08/2017  - Secretaria de Educação e Bibliotecas Comunitárias comemoram Folclore nas ruas de Cuiabá
 
Untitled Document
 
EDUCAÇÃO
Cuiabá
14/12/2017
As matriculas para alunos novos nas creches e CMEI poderão ser feitas entre os dias 18 e 21
 
 
DESTAQUES
Investigação
13/12/2017
MPF/MT apura prática de improbidade administrativa no DNPM
 
 
DESTAQUES
Lei Orçamentária Anual (LOA)
13/12/2017
Saúde e Educação ficam com 60,05% do orçamento
 
 
DESTAQUES
Na Arena Pantanal
12/12/2017
Advocacia tem atendimento preferencial no Mutirão Fiscal Estadual
 
 
POLICIA
Campo Novo do Parecis
11/12/2017
Homem é preso por tentar usar CNH falsa em curso de especialização
 
 
CIDADES
Reforma
07/12/2017
Trincheira Santa Rosa está liberada meia pista durante o dia
 
 
DESTAQUES
Ultimo Dia
07/12/2017
Semana da Conciliação da OAB-MT termina nesta quinta-feira
 
 
DESTAQUES
Cuiabá
06/12/2017
MPE e MPT realizam reunião para reestabelecer Fórum Estadual de Combate aos Efeitos dos Agrotóxicos
 
 
POLICIA
Várzea Grande
05/12/2017
Presos dois homens com mandados de prisão por assaltos e tráfico
 
 
POLÍTICA
Arca de Noé
04/12/2017
TJ nega pedido para ação sobre desvios na AL tramitar na Justiça Federal
 
 
POLICIA
Caso da Manu
02/12/2017
Réu é condenado a 12 anos de reclusão por homicídio qualificado em Jaciara
 
 
DESTAQUES
Incremento de R$ 6 Milhões
01/12/2017
Governo Federal unem forças para incentivar o Pró Café Mato Grosso
 
rodape.jpg
Resultado  
Você tem o direito de errar
 
Primavera do Leste  
MPE notifica prefeito e vereadores para que não reduzam limite para aplicação de agrotóxicos
 
Semana Nacional  
Secretaria de Educação e Bibliotecas Comunitárias comemoram Folclore nas ruas de Cuiabá
 
Iprobidade  
MPE notifica Estado para que suspenda qualquer ato de gestão em nome do IPAS
 
Cuiabá  
Niuan Ribeiro, homenageia maçons por contribuição social
 
Casa Própria  
Governo entrega casas a 100 famílias em Jangada
 
Artigo  
Modelo Ideal?*
 
Legalize Já!  
Ministro do STF diz que Brasil deve 'legalizar a maconha e ver como isso funciona na vida real'
 
Cultivo Protegido  
Futuros Produtores visitam em Campinas a Divisão de Hortaliças da Monsanto
 
Anvisa Avisa  
Droga da USP não tem ação comprovada contra câncer