topo.jpg
Sábado - 16 de Dezembro de 2017
POLÍTICA - 04/12/2017 - 09:44
 
TJ nega pedido para ação sobre desvios na AL tramitar na Justiça Federal
 
   
   
 

Diego Frederici

 

O desembargador da Segunda Câmara Criminal, Pedro Sakamoto, negou em sede liminar (provisória) a suspensão de uma ação penal derivada da operação “Arca de Noé” que tramita na Sétima Vara Criminal do Tribunal de Justiça de Mato Grosso (TJ-MT). A decisão é do último dia 17 de novembro.

O técnico em contabilidade Joel Quirino Pereira, um dos réus na ação, alegou que a competência para julgamento da ação seria da Justiça Federal - o que foi negado pelo magistrado. A sentença ainda poderá ser revertida no julgamento do mérito do habeas corpus, que ainda não possui data para ocorrer.

“Observo que a aventada conexão entre os fatos apurados na Justiça Comum e na Justiça Federal ou a incompetência para a Justiça Comum apreciar crimes de lavagem de dinheiro quando comprometer o Sistema Financeiro Nacional, não deve ser apreciada na via estreita do habeas corpus, sob pena de haver supressão de instância, na medida em que tais questões deverão ser apreciadas pelo próprio Juízo de origem, além de ser indispensável prova inequívoca da alegada incompetência do Juízo, o que não se verifica nos caso dos autos neste momento processual”, diz trecho da decisão.

De acordo com Joel Quirino, o Procurador-Geral de Justiça de Mato Grosso, “não se atentou à competência da Justiça Federal para processar e julgar o crime de lavagem de capitais utilizando o Sistema Financeiro Nacional, bem como a conexão com os autos de Inquérito Policial que já tramitava pelo Tribunal Regional Federal da Primeira Região”.

Pedro Sakamoto, porém, além de considerar que o habeas corpus não é o meio adequado para análise do caso, também disse que a liminar não deveria ser concedida pois Joel Quirino “não está atualmente sujeito a custódia cautelar, nem na eminencia de ser preso”. “Dessa forma, em análise perfunctória, exclusivamente para o fim da liminar pleiteada, não encontro motivos para determinar o sobrestamento dos autos da ação em trâmite na Sétima Vara Criminal da Comarca de Cuiabá/MT, mormente porque o beneficiário não está atualmente sujeito a custódia cautelar, nem na eminencia de ser preso”, ponderou Sakamoto.

ARCA DE NOÉ

O técnico em contabilidade Joel Quirino Pereira e seu irmão, José Quirino da Silva, são acusados de abrirem empresas fantasmas que contribuíram para a lavagem de dinheiro investigadas na operação “Arca de Noé”.

Vários cheques foram nominais da AL-MT foram encontradas na Confiança Factoring, de propriedade de João Arcanjo Ribeiro. As duplicatas eram emitidas para pagamento de serviços não realizados pelas empresas fantasmas e tinham o objetivo de saldar dívidas de políticos da AL-MT com o próprio Arcanjo. Os crimes teriam ocorrido entre abril de 2000 e dezembro de 2002.

   
COMENTAR NOTÍCIA
VER COMENTÁRIOS
 
 
 
01/09/2017  - Você tem o direito de errar
28/08/2017  - MPE notifica prefeito e vereadores para que não reduzam limite para aplicação de agrotóxicos
23/08/2017  - Niuan Ribeiro, homenageia maçons por contribuição social
23/08/2017  - MPE notifica Estado para que suspenda qualquer ato de gestão em nome do IPAS
23/08/2017  - Secretaria de Educação e Bibliotecas Comunitárias comemoram Folclore nas ruas de Cuiabá
 
Untitled Document
 
EDUCAÇÃO
Cuiabá
14/12/2017
As matriculas para alunos novos nas creches e CMEI poderão ser feitas entre os dias 18 e 21
 
 
DESTAQUES
Investigação
13/12/2017
MPF/MT apura prática de improbidade administrativa no DNPM
 
 
DESTAQUES
Lei Orçamentária Anual (LOA)
13/12/2017
Saúde e Educação ficam com 60,05% do orçamento
 
 
DESTAQUES
Na Arena Pantanal
12/12/2017
Advocacia tem atendimento preferencial no Mutirão Fiscal Estadual
 
 
POLICIA
Campo Novo do Parecis
11/12/2017
Homem é preso por tentar usar CNH falsa em curso de especialização
 
 
CIDADES
Reforma
07/12/2017
Trincheira Santa Rosa está liberada meia pista durante o dia
 
 
DESTAQUES
Ultimo Dia
07/12/2017
Semana da Conciliação da OAB-MT termina nesta quinta-feira
 
 
DESTAQUES
Cuiabá
06/12/2017
MPE e MPT realizam reunião para reestabelecer Fórum Estadual de Combate aos Efeitos dos Agrotóxicos
 
 
POLICIA
Várzea Grande
05/12/2017
Presos dois homens com mandados de prisão por assaltos e tráfico
 
 
POLÍTICA
Arca de Noé
04/12/2017
TJ nega pedido para ação sobre desvios na AL tramitar na Justiça Federal
 
 
POLICIA
Caso da Manu
02/12/2017
Réu é condenado a 12 anos de reclusão por homicídio qualificado em Jaciara
 
 
DESTAQUES
Incremento de R$ 6 Milhões
01/12/2017
Governo Federal unem forças para incentivar o Pró Café Mato Grosso
 
rodape.jpg
Resultado  
Você tem o direito de errar
 
Primavera do Leste  
MPE notifica prefeito e vereadores para que não reduzam limite para aplicação de agrotóxicos
 
Semana Nacional  
Secretaria de Educação e Bibliotecas Comunitárias comemoram Folclore nas ruas de Cuiabá
 
Iprobidade  
MPE notifica Estado para que suspenda qualquer ato de gestão em nome do IPAS
 
Cuiabá  
Niuan Ribeiro, homenageia maçons por contribuição social
 
Casa Própria  
Governo entrega casas a 100 famílias em Jangada
 
Artigo  
Modelo Ideal?*
 
Legalize Já!  
Ministro do STF diz que Brasil deve 'legalizar a maconha e ver como isso funciona na vida real'
 
Cultivo Protegido  
Futuros Produtores visitam em Campinas a Divisão de Hortaliças da Monsanto
 
Anvisa Avisa  
Droga da USP não tem ação comprovada contra câncer