topo.jpg
Sábado - 16 de Dezembro de 2017
AGRONEGÓCIO - 17/11/2017 - 05:00
 
Imea divulga primeira estimativa das produções de milho e algodão e atualiza safra de soja
 
   
   
 

 

Imea divulga primeira estimativa das produções de milho e algodão e atualiza safra de soja

O Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (Imea) divulgou este mês a primeira estimativa para Mato Grosso da safra 2017/2018 de milho e algodão e o fechamento da safra 16/17 da soja. Os dados apontam para um aumento na safra de algodão, queda na de milho e traz o encerramento da safra 16/17 de soja com os dados de sensoriamento remoto. Além disso, apresenta a projeção da safra 17/18 de soja com queda de 2% na produção.

No caso do algodão, houve uma grande mudança em relação ao ano anterior. Estima-se um aumento de quase 100 mil hectares de área no estado, sendo 15,8% a mais do que foi projetado no ano passado: de 626 mil hectares para 725 mil hectares em Mato Grosso. Quanto à produtividade do algodão, houve uma queda de 5,4% em relação ao ano anterior.

"Com esse aumento de área e queda da produtividade, a expectativa para a safra 17/18 de algodão é de pouco mais de 1,15 milhão de toneladas de pluma, que devem ser produzidas no estado. O aumento em relação ao ano passado é de 9,5%”, diz o gestor técnico do Imea Ângelo Ozelame.

Ozelame explica ainda que o aumento de área é reflexo dos melhores preços negociados antecipadamente pelos produtores. “Isso animou os produtores a aumentarem suas áreas. Até outubro deste ano, a comercialização da safra 16/17 estava em quase 56%. E agora a parte da produção que ainda vai começar a ser semeada, em dezembro, já está comercializada e isso implica no aumento da área”, analisou.

Milho - Partindo para outra cultura de segunda safra, que é o milho, o cenário é um pouco diferente. Devido aos preços baixos em 2017 e problemas na semeadura da soja, que impactam diretamente no tamanho da janela da semeadura do milho, a expectativa é de queda na área de produção para o estado, saindo de 4,7 milhões de hectares no ano passado para 4,25 milhões de hectares este ano. “Considerando isso, houve uma queda de 10% em relação ao ano passado que é bastante expressiva. E isso se deve a esses problemas que tivemos tanto na semeadura como nos preços baixos”, pontuou.

Em relação à produtividade do milho houve uma queda de 9,37% em relação ao ano passado que foi considerada uma das maiores produtividades, com 107 sacas por hectares. Já na safra 17/18 a projeção é de 97 sacas por hectare. Segundo o gestor, quando é feita a junção de uma queda de área e uma queda de produtividade a produção acaba sendo muito afetada.

De acordo com o Imea, a projeção da queda para a safra 17/18 é de 18,75% em relação ao ano anterior, quando foi colhido mais de 30 milhões de toneladas. Para a safra 17/18 a expectativa é de pouco menos de 25 milhões de toneladas.

Quanto à comercialização da safra de milho, de acordo com os dados divulgados, é perceptível que ela está um pouco atrasada. Segundo Ozelame, até o momento foi comercializado 12% em relação aos quase 20% da safra passada. Isso se dá devido à instabilidade de área, produtividade e o andamento da safra de soja que tem uma grande influência sobre a de milho. “O produtor ainda está fazendo uma comercialização um pouco tímida com 11,8%”, apontou o gestor técnico.

Soja - Em relação à cultura de soja, o Imea fez o fechamento da safra 16/17 e a estimativa para a safra 17/18, que não trouxe grandes alterações.

Na safra 16/17, por exemplo, a área total estimada foi de aproximadamente 9,4 mil hectares, representando um incremento de 12 mil hectares comparados com o último levantamento, ou seja, entre o estimado e o consolidado via sensoriamento remoto teve uma diferença de apenas 12 mil hectares. Sendo considerado, portanto, um grande acerto perante os mais de 9,4 milhões de hectares, sendo menos de 0,01% de ajustes.

Na estimativa de safra 17/18 não houve grandes alterações. A projeção de aumento de área é pequena, de 0,2%, sendo 9,4 milhões de hectares. Na produtividade da safra, em relação à passada, houve uma queda de 55,4 para 54,12 sacas por ha, uma queda de 2,31%. “Levando em considerando que o ano passado foi um ano bom para a produtividade. E já em 2017 os produtores estão encontrando alguns problemas, como por exemplo, em algumas áreas os produtores estão sofrendo com o atraso na semeadura devido à baixa regularidade das chuvas. E com isso temos uma queda na produção de 31,2 para 30,6 milhões de toneladas, ou seja, uma queda de 2,14%”, explicou Ozelame.

De acordo com a estimativa do Imea, comercialização da soja ultrapassa a casa dos 32%. Conforme explicou o gestor técnico, esse avanço ocorre em decorrência das variações dos preços da CBOT – Bolsa de Chicago e do dólar. No ano passado esses números eram de 36%. “Os produtores estão aproveitando os repiques dos preços para fazer a comercialização com uma remuneração um pouco melhor”, finalizou Ozelame.

Ascom Famato

 

   
COMENTAR NOTÍCIA
VER COMENTÁRIOS
 
 
 
01/09/2017  - Você tem o direito de errar
28/08/2017  - MPE notifica prefeito e vereadores para que não reduzam limite para aplicação de agrotóxicos
23/08/2017  - Niuan Ribeiro, homenageia maçons por contribuição social
23/08/2017  - MPE notifica Estado para que suspenda qualquer ato de gestão em nome do IPAS
23/08/2017  - Secretaria de Educação e Bibliotecas Comunitárias comemoram Folclore nas ruas de Cuiabá
 
Untitled Document
 
EDUCAÇÃO
Cuiabá
14/12/2017
As matriculas para alunos novos nas creches e CMEI poderão ser feitas entre os dias 18 e 21
 
 
DESTAQUES
Investigação
13/12/2017
MPF/MT apura prática de improbidade administrativa no DNPM
 
 
DESTAQUES
Lei Orçamentária Anual (LOA)
13/12/2017
Saúde e Educação ficam com 60,05% do orçamento
 
 
DESTAQUES
Na Arena Pantanal
12/12/2017
Advocacia tem atendimento preferencial no Mutirão Fiscal Estadual
 
 
POLICIA
Campo Novo do Parecis
11/12/2017
Homem é preso por tentar usar CNH falsa em curso de especialização
 
 
CIDADES
Reforma
07/12/2017
Trincheira Santa Rosa está liberada meia pista durante o dia
 
 
DESTAQUES
Ultimo Dia
07/12/2017
Semana da Conciliação da OAB-MT termina nesta quinta-feira
 
 
DESTAQUES
Cuiabá
06/12/2017
MPE e MPT realizam reunião para reestabelecer Fórum Estadual de Combate aos Efeitos dos Agrotóxicos
 
 
POLICIA
Várzea Grande
05/12/2017
Presos dois homens com mandados de prisão por assaltos e tráfico
 
 
POLÍTICA
Arca de Noé
04/12/2017
TJ nega pedido para ação sobre desvios na AL tramitar na Justiça Federal
 
 
POLICIA
Caso da Manu
02/12/2017
Réu é condenado a 12 anos de reclusão por homicídio qualificado em Jaciara
 
 
DESTAQUES
Incremento de R$ 6 Milhões
01/12/2017
Governo Federal unem forças para incentivar o Pró Café Mato Grosso
 
rodape.jpg
Resultado  
Você tem o direito de errar
 
Primavera do Leste  
MPE notifica prefeito e vereadores para que não reduzam limite para aplicação de agrotóxicos
 
Semana Nacional  
Secretaria de Educação e Bibliotecas Comunitárias comemoram Folclore nas ruas de Cuiabá
 
Iprobidade  
MPE notifica Estado para que suspenda qualquer ato de gestão em nome do IPAS
 
Cuiabá  
Niuan Ribeiro, homenageia maçons por contribuição social
 
Casa Própria  
Governo entrega casas a 100 famílias em Jangada
 
Artigo  
Modelo Ideal?*
 
Legalize Já!  
Ministro do STF diz que Brasil deve 'legalizar a maconha e ver como isso funciona na vida real'
 
Cultivo Protegido  
Futuros Produtores visitam em Campinas a Divisão de Hortaliças da Monsanto
 
Anvisa Avisa  
Droga da USP não tem ação comprovada contra câncer