Política Estadual

Delegado Claudinei articula unidade da PRF para Campo Novo do Parecis

Publicados

em


Foto: Marcos Lopes

O prefeito de Novo Campo do Parecis, Rafael Machado (PSL), recepcionou o deputado estadual Delegado Claudinei (PSL) e o superintendente da Polícia Rodoviária Federal (PRF) de Mato Grosso, Francisco Lucena, na última terça-feira (30), para tratarem sobre a instalação e construção de uma unidade policial federal. O valor previsto da obra é de cerca de R$ 2,5 milhões, sendo oriundos de Termo de Ajustamento de Conduta (TAC), por meio de transação penal, com administração dos recursos por parte do Conselho Comunitário de Segurança (Conseg) do município.   

Inicialmente, Lucena expôs a necessidade de um espaço provisório para abrigar de três a quatro policiais federais para iniciarem os trabalhos no município, em janeiro de 2022. “O primeiro passo foi vencido. O diretor da PRF autorizou a construção da unidade. Se a gente ter que esperar licitar, demoraria uns dois anos. A gente está com a ideia inicial de ter um espaço provisório, para que possamos, toda a semana, encaminhar os policiais. Faríamos uma adequação no espaço, com cessão de uso. Uma forma para aguardamos o processo de construção a ser realizado no prazo de seis meses”, explica o superintendente. 

Leia Também:  Deputado Nininho recebe novos projetos do município de Nova Santa Helena

“Essa reunião foi bastante produtiva com o prefeito e a PRF. Essa iniciativa será a oportunidade do município contar com uma base da unidade policial federal e, ainda mais, vai atender e beneficiar outros municípios circunvizinhos. Será um reforço para a segurança pública da região”, explicou Claudinei. 

Unidade Provisória

 De acordo com Francisco, a intenção é que a construção da unidade ocorra no início do próximo ano e seja finalizado em julho de 2022. Ele acrescenta que o projeto é bem simples, em que inclui um hotel de trânsito, um espaço a ser compartilhado pelas forças de segurança, seguindo um modelo já aplicado no município de Comodoro.  

 Logo após a reunião, seguiram para a 16ª Companhia Independente da Polícia Militar de Mato Grosso (PMMT), pertencente ao 7º Comando Regional de Tangará da Serra, para conhecerem as instalações do prédio que é da Prefeitura Municipal. Com isso, ficou acertado a cessão de uso de espaço na unidade que será adaptado para a instituição, de forma provisória, para a realização dos trabalhos da PRF até que o prédio definitivo fique pronto.

Leia Também:  Rondonópolis ganha nova unidade do Detran na Vila Operária

 PM – “Durante a visita, foi solicitado apoio para tornar essa Companhia em um Batalhão da PM e me comprometi, nos próximos dias, realizar uma agenda com o comandante-geral coronel Assis para tratarmos sobre essa possibilidade e, claro, com a presença do prefeito Rafael. Essa mudança vai proporcionar um melhor atendimento à população e aumentar a destinação de recursos e de efetivo”, adiantou o deputado.

 Emenda – Na oportunidade, o deputado firmou o compromisso com o gestor municipal para a destinação de uma emenda no valor de R$ 200 mil para a compra de uma van que será usada na área da saúde.

 No encontro, marcaram presença o presidente da Federação dos Conselhos Comunitários de Segurança de Mato Grosso (Feconseg), Danillo Moraes, o presidente do Conseg de Campo Novo do Parecis, Otávio Turra, o comandante da 16ª CIPM, tenente-coronel Roberto Menegotto.

Fonte: ALMT

COMENTE ABAIXO:

Política Estadual

Lúdio pede prorrogação de concurso da Segurança com provas marcadas para a mesma data do Exame da OAB

Publicados

em

Por


Deputado Lúdio Cabral (PT) requereu o adiamento das provas previstas para o dia 20 de fevereiro de 2022

Foto: Marcos Lopes

O deputado estadual Lúdio Cabral (PT) requereu ao Governo do Estado a prorrogação do concurso público convocado pela Secretaria do Estado de Segurança Pública (Sesp-MT), com provas previstas para o dia 20 de fevereiro de 2022. Isso porque a data coincide com a aplicação do Exame da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), realizada em âmbito nacional em todos os estados da federação, conforme item 3.1.1 do Edital XXXIV Exame de Ordem Unificado.

“Isso impossibilita que milhares de possíveis candidatos ao concurso da Sesp-MT se inscrevam no exame da OAB ou vice e versa, considerando que o bacharelado em Direito é sem sombras de dúvidas uma formação compatível com a área de Segurança Pública”, explica Lúdio.

Além disso, a realização concomitante das provas da Sesp-MT e da OAB poderá causar aglomeração nos municípios em que serão realizadas, aumentando o risco de contaminação por covid-19. “O que não é recomendado no momento de escalada da doença no estado, com aumento dos números diários de novos casos pelo avanço da variante Ômicron no Brasil”, alerta o deputado.

Leia Também:  Botelho defende criação de lares temporários para animais domésticos

São seis editais de Concurso Público para os cargos de Escrivão de Polícia e Investigador de Polícia (Edital Nº 001/2022/SESP/PJC/MT), publicado no dia 04 de janeiro, Perito Oficial Criminal, Perito Oficial Médico-Legista e Perito Oficial Odonto-Legista (Edital Nº 002/2022/SEGES/SESP/MT), Soldado da Polícia Militar (Edital Nº 003/2022/SEPLAG/SESP/MT), Oficial da Polícia Militar (Edital Nº 004/2022/SEPLAG/SESP/MT), Oficial da Polícia Militar da Saúde (Nº 005/2022/SEPLAG/SESP/MT) e Soldado do Corpo de Bombeiros (006/2022/SEPLAG/SESP/ MT), publicados no dia 05 de janeiro no Diário Oficial do Estado de Mato Grosso.

Todos estes editais exigem como requisito mínimo a formação do candidato em nível superior e têm provas objetivas e dissertativas previstas para o dia 20 de fevereiro. Ofício protocolado nesta segunda-feira (17) solicita que as provas sejam adiadas em uma semana, para o dia 27 de fevereiro ou para outra data.

Fonte: ALMT

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

CUIABÁ

VÁRZEA GRANDE

POLÍTICA

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA