Política Estadual

Delegado Claudinei articula aquisição de viaturas para atender as Delegacias de Fronteiras

Publicados

em

 

Com articulação junto aos parlamentares federais, deputado Claudinei garantiu seis viaturas para a Defron por meio do Ministério da Justiça

Em encontro com o delegado geral da Polícia Judiciária Civil de Mato Grosso (PJC-MT), Mário Dermeval Aravechia, na manhã desta sexta-feira (28), o deputado estadual e presidente da Comissão de Segurança Pública e Comunitária da Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT), Delegado Claudinei (PSL), formalizou sobre o processo de aquisição de seis veículos 4×4 do Plano de Aquisições de 2020 da Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp) do Ministério da Justiça e Segurança Pública (MJSP).

Claudinei contou com o apoio dos deputados federais Neri Geller (PP) e José Medeiros (PODE) para ter obtido com êxito este retorno do governo federal. “Com muita satisfação, entregamos ao delegado-geral Mário Dermeval, uma cópia da resposta do nosso ofício ao Ministério da Justiça, em que solicitamos a aquisição de viaturas para atender as delegacias que atuam na fronteira. Felizmente, o nosso pedido foi acatado e, agora, já está em curso o processo”, celebra o deputado.

Leia Também:  Para Mauro e Virgínia Mendes inclusão é uma das prioridades do governo

Defron

As novas viaturas vão atender as Delegacias Regionais de Fronteiras (Defron) que atendem cerca de 28 municípios mato-grossenses para o combate ao tráfico de drogas e outros crimes na região de divisa com a Bolívia. “Esse reforço na fronteira é imprescindível! São 983 km de divisa com a Bolívia, sendo 750 km de fronteira seca e 233 km de áreas alagadas. As Delegacias atuam em parceria com o Grupo Especial de Fronteira (Gefron) da Polícia Militar”, explica Claudinei.

“Deputado, eu agradeço o seu esforço, digo que é um ato de muita responsabilidade em trazer veículos novos para fronteira. Até porque, desde 2012, recebemos os últimos veículos e até hoje não houveram a substituição destes veículos. Então, há necessidade do governo federal cooperar devido Mato Grosso atuar no combate ao tráfico internacional. Então agradecemos o seu esforço com a Câmara Federal e esperamos que essas viaturas venham em breve para que possamos equipar mais a fronteira com melhores condições de investigação. Muito obrigado!”, agradece Mário Dermeval.

 

Policiamento da Fronteira

Leia Também:  Governador assina empréstimo de R$ 550 milhões e viabiliza construção de 5 mil pontes em MT

Atualmente, o Gefron conta com 150 policiais que realizam o patrulhamento da fronteira do país com a Bolívia, em regime de revezamento (plantão), tendo uma unidade localizada na cidade de Porto Esperidião que fica a 310 km de Cuiabá (MT). Em relação ao quadro de pessoal da Defron, envolve um delegado de polícia, 10 investigadores e dois escrivães.

Dentre os municípios atendidos pela instituição de fronteira, são: Porto Esperidião, Comodoro, Vila Bela da Santíssima Trindade, Pontes e Lacerda, Cárceres, Tangará da Serra, Mirassol do Oeste, Poconé, Vale do São Domingos, Sapezal, Nova Lacerda, Araputanga, Glória do Oeste, Conquista do Oeste e Barra do Bugres.

 

Indicações – Delegado Claudinei já apresentou na Casa de Leis, importantes proposições para atender a região de fronteira, como as indicações de nº 854/2019 e n.º 1.913/2020 que apontaram a necessidade de necessidade de renovação da frota da Polícia Judiciária Civil para atender as delegacias regionais de Cáceres, Pontes e Lacerda e Tangará da Serra.

Por Samantha dos Anjos

COMENTE ABAIXO:
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Estadual

Botelho destaca atuação da ALMT no Programa Mais MT lançado pelo governador Mauro Mendes

Publicados

em

Em lançamento do Programa Mais MT pelo governador Mauro Mendes, Botelho destaca atuação da ALMT

JB News

Com informações da ALMT

O presidente da ALMT, Eduardo Botelho participou do lançamento do Programa Mais MT, pelo governador do estado Mauro Mendes, nesta quarta-feira (28.10), no Centro de Eventos do Pantanal, em Cuiabá. Na solenidade, o deputado Botelho (DEM), destacou a participação da ALMT na aprovação do pacote de medidas, em 2019, que promoveram as reformas fiscal e administrativa de Mato Grosso, dando condições de o governo dar início à execução do programa. “Esse programa está acontecendo porque a Assembleia Legislativa trabalhou os projetos, modificou e deu condições ao governo de executá-lo. Fizemos grandes discussões desde janeiro de 2019, quando aprovamos o Novo Fethab [Fundo Estadual de Transportes e Habitação], a Lei de Reponsabilidade Fiscal [LRF], em julho de 2019 discutimos nova renúncia fiscal; as PPPs [Parcerias Público Privadas] que passaram pela Assembleia. Tudo isso está dando condições de o governo realizar o Mais MT. Vamos fiscalizar e ser parceiros”, avaliou Botelho, ao citar a importância da qualidade das obras.
Para o deputado, o programa reascende a esperança da população que passa a contar com ações que promoverão mais emprego e renda, inclusive, ao pequenos produtores rurais. Somente para agricultura familiar serão investidos R$ 185 milhões, para aquisição de equipamentos e máquinas; assistência técnica às cadeias produtivas e implantação de assistência técnica on-line. E mais R$ 80 milhões para o Regulariza Mais, que engloba a regularização fundiária urbana e rural, além do Programa Terra a Limpo.
“Esse programa é a esperança para os municípios e ajuda na recuperação da confiança do povo com os governantes. É sob todos os aspectos muito bom, melhorando a autoestima da população. E a Assembleia Legislativa deu a sua contribuição graças aos projetos que o governador enviou à Assembleia, que foram melhorados com emendas parlamentares. Queremos que esse projeto se realize até 2022 para que possamos coroar esse mandato dos parlamentares e do governador com sucesso”, afirmou Botelho.
governador Mauro Mendes (DEM) agradeceu o empenho da ALMT à retomada do desenvolvimento, que segundo ele, foram ações tomadas para consertar o governo, como corte de gastos, reforma administrativa, renegociação de dívidas, novo Fethab, combate à sonegação, LRF estadual. “Com a ajuda da Assembleia Legislativa conseguimos consertar o estado de Mato Grosso, que hoje está com salários dos servidores e pagamento de fornecedores em dia”, disse Mendes, ao recordar a caótica situação de Mato Grosso no início do seu mandato.
Dentre outras ações, o trabalho em parceria com a ALMT possibilitou, por exemplo, contemplar a Segurança Pública com investimentos na ordem de R$ 766 milhões e mais R$ 1,18 bilhão para a Saúde, com a expectativa da construção de três hospitais regionais para as regiões Araguaia, Noroeste e Nordeste.
*Programa MT Mais* Os investimentos previstos do Mais MT foram divididos em 12 eixos: Segurança Pública; Saúde; Educação; Social e Habitação, Desenvolvimento, Emprego e Renda, Infraestrutura, Turismo, Cultura, Esporte e Lazer; Simplifica MT; Eficiência Pública; Meio Ambiente e Agricultura Familiar e Regularização Fundiária.

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Comissão de Segurança cobra nomeação de aprovados em concurso e discute ações e demandas do setor
Continue lendo

CUIABÁ

VÁRZEA GRANDE

POLÍTICA

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA