CUIABÁ

Decreto libera cinema e teatro e altera horários do comércio, academias, Shopping Popular e shoppings centers

Publicados

em

Decreto libera cinema e teatro e altera horários do comércio, academias, Shopping Popular e shoppings centers*

A Prefeitura de Cuiabá editou o Decreto nº 8.106, com novas medidas de enfrentamento ao novo coronavírus (Covid-19). O documento, que deve ser publicado nesta quarta-feira (14) no Diário Oficial de Contas, libera a retomada de cinemas e teatros, limitado a 30% da capacidade total de cada sala. Além disso, traz alterações nos horários de funcionamento do comércio varejista e atacadista em geral e Shopping Popular, passando a vigorar das 9h às 19h, vedado o funcionamento aos domingos e feriados.

No caso dos cinemas e teatros, devem ser respeitadas ainda medidas como: distanciamento mínimo de 1,5 m entre as poltronas; uso obrigatório de máscaras de proteção; oferta permanente de álcool em gel 70% no local; higienização do local após a realização de cada sessão; aferição de temperatura corporal na entrada do estabelecimento, mediante termômetro infravermelho, sendo que nas hipóteses de temperatura corporal acima da normalidade (37,5º C) a entrada deve ser impedida.

Leia Também:  Associação Comercial de Cuiabá debate Lei Geral de Proteção de Dados 

Outro ponto de destaque é a mudança também no horário do comércio varejista dos shoppings centers, retomado para o período das 10h às 22h, de segunda a domingo, permitindo também o atendimento ao público nos feriados. Além disso, as academias de musculação, ginástica, natação e congêneres ficam liberadas para o funcionamento de segunda a sábado, das 6h às 14h e das 16h às 21h, sendo proibida a abertura aos domingos e feriados.

O novo Decreto altera ainda o limite de público em eventos sociais e coorporativos. Agora, fica autorizado o público de 200 pessoas, para eventos sociais, e 300 pessoas, para eventos coorporativos. A medida, todavia, não abrange eventos esportivos, casas de shows e congêneres.

A partir da publicação no Diário Oficial de Contas, fica determinada também a retomada do serviço público municipal de forma presencial, observado o horário de funcionamento das 8h às 12h e das 14h às 18h, seguindo as medidas de biossegurança como o distanciamento mínimo de 1,5 m entre as pessoas, uso obrigatório de máscaras de proteção, oferta permanente de álcool em gel 70% no local.

COMENTE ABAIXO:
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

CUIABÁ

Abílio Jr cita plano de concessão de áreas públicas para enxugar a máquina em reunião com empresários

Publicados

em

JB News 

A Associação Comercial e Empresarial de Cuiabá (ACC) conversou com o candidato à Prefeitura, Abílio Júnior (PODEMOS), na noite desta quarta-feira (21.10), em mais uma rodada de encontros on-line com os postulantes ao cargo de gestor municipal pelos próximos 4 anos. Já se reuniram com a entidade os candidatos Gisela Simona (PROS), Roberto França (Patriota) e Julier Sebastião (PT).

Com o objetivo de ouvir as propostas para o setor comercial e produtivo da Capital, a reunião por videoconferência, transmitida via Facebook/ACCuiaba, contou com a participação de diretores da entidade, que indagaram o candidato sobre suas ações para temas como saúde, educação, mobilidade urbana e desenvolvimento econômico, caso seja eleito em novembro.

“É importante abrir esse diálogo com o comércio, conhecer as propostas para o setor e também para a população cuiabana. Queremos demonstrar que estamos abertos para contribuir com ações para melhorar a vida de todos”, afirmou o presidente da ACC, Jonas Alves.

À frente da coligação “Cuiabá para pessoas”, que envolve os partidos Pode, PSC e Cidadania – este último, partido do vice, Felipe Wellaton – Abílio, que é arquiteto urbanista por formação, diz querer realizar uma verdadeira mudança na Prefeitura de Cuiabá, cortando secretarias e enxugando a máquina pública.

Leia Também:  Campanha de vacinação contra Poliomielite e Multivacinação começam nesta segunda-feira

“É necessário reduzir as despesas da máquina pública, se não fizermos isso, estamos fadados ao endividamento da Prefeitura, o que acarreta em aumento de tributos”, citou o candidato ao ser questionado pelo diretor Manuel Gomes sobre prováveis parceiras públicas privadas em seu plano de governo.

“No nosso projeto, temos o maior plano de concessão de áreas públicas, para que a população e as empresas possam executar obras. As parcerias públicas privadas são necessárias para reduzir o custo da máquina pública”, completou Abílio.

Ele também respondeu indagações sobre o comércio ambulante na Capital, baseado na informalidade. “Vamos buscar conversar com vocês da Associação para encontramos uma solução onde haja equilíbrio e equidade, não podemos pensar que é só chegar lá e retirar todos usando força, e sim, buscar um equilíbrio”, justificou.

Sobre prováveis ações sociais voltadas para a população de rua, respondeu: “Precisamos colocar equipes técnicas para analisar esse setor e, posteriormente, iniciar parcerias com entidades filantrópicas para que essas pessoas sejam atendidas dentro dessas instituições”.

Leia Também:  Campanha em prol da Apae Cuiabá será lançada na próxima terça-feira

A reunião foi mediada pela jornalista Luciane Mildenberger, assessora de imprensa da Associação Comercial de Cuiabá, e contou também com um número de whatsapp para perguntas.

Participaram do encontro os diretores Mariza Bazo, Manuel Gomes, Raul Homem M. de Carvalho, Roque Edu Alves Silva, Andrea Tereza de Rezende, Roberto Peron e Arnaldo Felício, além da gerente da ACC, Samanta Fernandes, da executiva da Facmat, Rita Matos, e assessores Jurídico e de Marketing, Rafael Furman e Mariana Pirani, respectivamente.

Por Luciane Mildenberger
COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

CUIABÁ

VÁRZEA GRANDE

POLÍTICA

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA