Arquivos JB News 10 Anos

Cultura do algodão faz parte dos debates do 4º Congresso Nacional das Mulheres do Agro

Publicados

em

 

Cultura do algodão faz parte dos debates do 4º Congresso Nacional das Mulheres do Agro

Voltado ao público feminino ligado ao agronegócio, as plenárias do evento neste ano contemplarão o tema “AGIR – Ação Global: Integração de Redes”

A 4ª edição do CNMA – Congresso Nacional das Mulheres do Agronegócio reúne em São Paulo (SP) quase 2 mil mulheres ligadas ao setor do agronegócio. O evento neste ano conta com o tema “AGIR – Ação Global: Integração de Redes”. A cadeia do algodão no Brasil e em Mato Grosso foi um dos pontos debatidos na tarde desta terça-feira, 08 de outubro, no evento durante palestra do presidente da Associação Mato-grossense dos Produtores de Algodão (AMPA), Alexandre Pedro Schenkel.

O 4º CNMA é realizado no Transamérica Expo Center, em São Paulo (SP), e se consolida como vitrine brasileira de cases de sucesso de mulheres à frente de empreendimentos agropecuários, tornando-as protagonistas de suas histórias. O evento teve início nesta terça-feira, 08, e segue até terça, 09.

Leia Também:  Araguaia vira em cima do Dom Bosco e se classifica a 2ª fase

Para a edição de 2019, o Congresso conta com uma programação focada não apenas no setor produtivo do agronegócio. Segundo a show manager do CNMA, Renata Camargo, o evento nesta edição traz um olhar mais aprofundado para os desafios das cadeias produtivas mais importantes do país, promovendo debates e discussões que possam gerar ações.

Os painéis batizados de “Arenas do Conhecimento” abrem espaço para debates sobre os desafios e oportunidades das cadeias do algodão, café, carnes, grãos, leite, floresta, hortifruticultura e ao setor sucroenergético. A temática do algodão foi abordada pelo presidente da AMPA e vice-presidente da Associação Brasileira dos Produtores de Algodão (Abrapa), Alexandre Pedro Schenkel, que apresentou um panorama da cultura.

“A cadeia do algodão cresceu muito nos últimos anos no Brasil, em especial Mato Grosso. Somos o 3º maior país produtor de algodão em pluma e a cada dia o produtor investe em pesquisas, novas tecnologias, que visam o melhoramento genético da cultura e qualidade da fibra, e controle biológico”, pontuou Schenkel que em sua apresentação destacou ainda a história do algodão em Mato Grosso e o que hoje o algodão brasileiro e mato-grossense significam no mercado internacional.

Leia Também:  Pessoal do Ânima apresenta "As Bruxas de Oz"

A temática do algodão também foi abordada pelo diretor Executivo de Operações e Planejamento Estratégico da Vicunha, Marcel Yoshimi Imaizumi, que abordou a importância do Algodão Brasileiro Responsável (ABR). A campanha #SOUDEALGODAO não ficou de fora e foi destacada pelo gerente de Marketing e Vendas da Tama Brasil, Bruno Caetano Franco, e pelo diretor de Negócios da Cerrados Leste da Bayer, Fernando Prudente.

Confira a apresentação do presidente da AMPA, Alexandre Pedro Schenkel, aqui.

COMENTE ABAIXO:

Arquivos JB News 10 Anos

Kalil Baracat cobra melhorias na pavimentação de bairros

Publicados

em

Por

 

O vereador por Várzea Grande, Kalil Sarat Baracat de Arruda apresentou duas indicações que visam melhorias na pavimentação asfáltica de dois bairros da cidade.

Sua primeira indicação solicita do Poder Executivo Municipal junto à Secretaria de Infraestrutura a necessidade de serviços de tapa buracos e reparos na pavimentação asfáltica nas ruas do bairro Jardim Novo Horizonte, em sua totalidade.

Segundo Kalil a proposta é urgente e visa à realização de “tapa buracos” e reparos na pavimentação asfáltica.

“As ruas do bairro em questão encontram-se totalmente esburacadas, quase sem condições de tráfego, provocando pequenas colisões e avarias nos veículos dos que por ali transitam. É tamanha a calamidade em que se encontram as vias que não é possível especificar onde e quão grandes são os buracos. Atender à solicitação daquela comunidade é cumprir com o dever social e zelar pelo bem público e pelos munícipes”, explica o vereador.

Os moradores do bairro Jardim Potiguar também vem passando pelo mesmo problema e dessa forma, Kalil também indicou a necessidade de serviços de tapa buracos e reparos na pavimentação asfáltica em todas as ruas do bairro.

Leia Também:  BPW e Sebrae entregam o Prêmio Sebrae Mulher de Negócios para as empreendedoras

“ As ruas Jardim Potiguar estão cheias de buracos com o aumento do fluxo de veículos pela região devido aos desvios das obras da Copa, quase que sem condições de tráfego. Além da falta de conforto e segurança, os buracos deixam o bairro com aspecto feio e mal cuidado desvalorizando os imóveis construídos ali. Dezenas de colisões com prejuízos financeiros e lesões físicas são registradas todos os dias naquele local”, disse Kalil Baracat.

 

Michelle Carla Costa

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

CUIABÁ

VÁRZEA GRANDE

POLÍTICA

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA