CUIABÁ

Cuiabá registra mais duas mortes por Coronavírus nesta segunda-feira

Publicados

em

Segunda-feira (18): Mato Grosso registra 941 casos e 30 óbitos por Covid-19

De acordo com o Boletim Informativo da SES, 501 pacientes estão em isolamento domiciliar, 73 hospitalizados e 337 já se recuperaram

Ana Lazarini e Fernanda Nazário | SES-MT

Os pacientes são devidamente acompanhados pelas equipes de Vigilância Epidemiológica do Estado e dos municípios. – Foto por: Tchélo Figueiredo – Secom/MT
A | A

A Secretaria Estadual de Saúde (SES-MT) notificou, até a tarde desta segunda-feira (18.05), 941 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, sendo registrados 30 óbitos em decorrência do coronavírus no Estado. As últimas três mortes foram notificadas pelo município de Cuiabá.

Os casos confirmados estão em Cuiabá (293), Rondonópolis (93), Várzea Grande (76), Barra do Garças (55), Primavera do Leste (39), Tangará da Serra (34), Lucas do Rio Verde (32), Sinop (30), Sorriso (27), Rosário Oeste (25), Confresa (19), Cáceres (18), Peixoto de Azevedo (15), Nova Mutum (13), Querência (12), Jaciara (12), Tapurah (9), Alta Floresta (9), Mirassol D’Oeste (8), Jangada (7), Chapada dos Guimarães (7), São José dos Quatro Marcos (6), Pontes e Lacerda (6), São Pedro da Cipa (5), Vila Rica (4), Pontal do Araguaia (4), Curvelândia (4), Nova Ubiratã (3), Nova Lacerda (3), Ipiranga do Norte (3), Campo Novo do Parecis (3), Aripuanã (3), Água Boa (3), Vila Bela da Santíssima Trindade (2), Vale de São Domingos (2), Rondolândia (2), Rio Branco (2), Poxoréo (2), Poconé (2), Juscimeira (2), Guarantã do Norte (2), Conquista D’oeste (1), Canarana (2), Campo Verde (2), Alto Araguaia (2), União do Sul (2), São Felix do Araguaia (1), Santo Antônio de Leverger (1), Santa Rita do Trivelato (1), Porto Alegre do Norte (1), Ponte Branca (1), Nova Xavantina (1), Nova Olímpia (1), Nova Monte Verde (1), Nossa Senhora do Livramento (1), Nobres (1), Lambari D’Oeste (1), Cotriguaçu (1), Alto Paraguai (1), Alto Garças (1), Acorizal (1) e residentes de outros Estados (21).

Leia Também:  Prefeito prorroga por 90 dias a proibição de interrupção do corte de água na capital

Nas últimas 24 horas, surgiram 42 novas confirmações em Cuiabá (19), Rondonópolis (2), Várzea Grande (2), Barra do Garças (2), Primavera do Leste (3), Lucas do Rio Verde (1), Sinop (1), Confresa (2), Rosário Oeste (2), Tapurah (2), Pontes e Lacerda (2), Guarantã do Norte (1), Nova Lacerda (1), Porto Alegre do Norte (1) e Conquista D’Oeste (1). A área técnica da SES ainda esclareceu que foram corrigidas duas duplicidades no município de Várzea Grande.

Dos 941 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, 501 estão em isolamento domiciliar e 337 estão recuperados. Há ainda 73 pacientes hospitalizados, sendo 44 em Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e 29 em enfermaria.

No boletim, a SES também divulga que a rede do Sistema Único de Saúde (SUS) dispõe, atualmente, de 214 leitos de UTI e 695 leitos de enfermaria especificamente para pacientes com coronavírus no Estado.

Considerando o número total de casos em Mato Grosso, 51,1% dos diagnosticados são do sexo feminino e 48,9% masculino; além disso, 264 pacientes têm faixa-etária entre 31 a 40 anos. O documento ainda aponta que um total de 3.926 amostras já foram avaliadas pelo Laboratório Central do Estado (Lacen-MT) e que, atualmente, restam 65 amostras em análise laboratorial.

Os pacientes são devidamente acompanhados pelas equipes de Vigilância Epidemiológica do Estado e dos municípios. Mais informações estão detalhadas na Nota Informativa divulgada diariamente pela SES disponível neste link, a partir das 17h.

Leia Também:  Ministro Barroso diz que quem vai bater o martelo sobre a realização das eleições municipais em 2020 serão os sanitaristas

Cenário nacional

Até o último domingo (17), o Governo Federal confirmou 241.080 casos da Covid-19 no Brasil e 16.118 óbitos oriundos da doença. No levantamento do dia anterior, divulgado pelo Ministério da Saúde, o país contabilizava 15.633 mortes e 233.142 casos confirmados de pessoas infectadas pelo coronavírus. Até o fechamento deste material, não foram atualizados os números desta segunda-feira (18).

Recomendações

Atualmente, não existe vacina para prevenir a infecção pelo novo coronavírus. A melhor maneira de prevenir a infecção é evitar ser exposto ao vírus. Os sites da SES e do Ministério da Saúde dispõem de informações oficiais acerca do novo coronavírus. A orientação é de que não sejam divulgadas informações inverídicas, pois as notícias falsas causam pânico e atrapalham a condução dos trabalhos pelos serviços de saúde.

O Ministério da Saúde orienta os cuidados básicos para reduzir o risco geral de contrair ou transmitir infecções respiratórias agudas, incluindo o novo coronavírus. Entre as medidas estão:

– Lavar as mãos frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos. Se não houver água e sabão, usar um desinfetante para as mãos à base de álcool;

– Evitar tocar nos olhos, nariz e boca com as mãos não lavadas;

– Evitar contato próximo com pessoas doentes. Ficar em casa quando estiver doente;

– Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar com um lenço de papel e jogar no lixo;

– Limpar e desinfetar objetos e superfícies tocados com frequência.

DOWNLOAD 

  • Boletim COVID 18.05.2020

 

COMENTE ABAIXO:
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

CUIABÁ

Prefeito afirma que sem as medidas de isolamento Cuiabá ja estaria com até 1,4 mil casos do COVID-19

Publicados

em

Sem as medidas de isolamento, estaríamos com até 1,4 mil casos, afirma Emanuel

Conforme boletim da Secretaria Municipal de Saúde, o número hoje é de 692 casos confirmados de residentes no município

BRUNO VICENTE

O prefeito Emanuel Pinheiro afirma que, caso o Município não tivesse adotado as medidas de isolamento social desde o início da pandemia do novo coronavírus (Covid-19), Cuiabá poderia ter neste momento até 1,4 mil casos confirmados. Conforme boletim da Secretaria Municipal de Saúde, o número hoje é de 692 casos confirmados de residentes no município.

“Estamos crescendo uma média de 7%, por semana, de casos confirmados, mas com uma baixíssima taxa de óbitos. Esse número, que hoje está em 655, se fosse as medidas adotadas pela Prefeitura, poderia estar com 1,2 mil ou até 1,4 mil casos. Poderíamos estar como algumas capital que, agora, por exemplo, o sistema entrou em colapso, com centenas de morte por Covid-19”, argumentou Pinheiro.

Segundo o chefe do Executivo, com base em apontamentos técnico-científicos, o trabalho realizado na cidade hoje tem o objetivo de achatar a curva de infecções. De acordo com ele, ao realizar esse processo é possível causar o adiamento do pico de contaminação, até que o mesmo seja pulverizado, evitando dessa forma que o sistema de saúde pública da capital entre em colapso.

Leia Também:  Baixa histórica da Selic favorece os negócios imobiliários

“Graças as medidas da Prefeitura com o apoio da maioria da população, estamos fora desse contexto de descontrole total. Trabalhamos com esse planejamento para que haja esse achatamento da curva e para que aquilo que o sistema de saúde tem à disposição seja o suficiente para salvar vidas. Com isso,vamos manter esse controle que estamos tendo após 90 dias de pandemia na nossa Capital”, completou o gestor.

Para assegurar que Cuiabá continue no caminho certo no enfrentamento ao coronavírus, o prefeito Emanuel Pinheiro anunciou nesta semana que, a partir de agora, o Executivo também passa a utilizar como base em suas decisões as recomendações da Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS). Uma delas, é o monitoramento das alterações epidemiológicas, pelo período de 14 dias, a cada nova etapa implantada no combate ao contágio.

Além das medidas da OPAS, a Prefeitura já utiliza como suporte os dados técnico-científicos da equipe de saúde do Município, bem como as recomendações de biossegurança da Organização Mundial da Saúde (OMS) e Ministério da Saúde. “É mais um reforço que nos ajudará a continuar tomando as decisões corretas e protegendo a população de uma doença perigosa e quem neste momento, não possui vacina”, finalizou Pinheiro.

Leia Também:  Rotam prende 482 comprimidos de ecstasy e mais de 400 notas falsas e mais quatro pessoas

Leia mais:

Abertura do comércio segue protocolo de monitoramento das alterações epidemiológicas

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

CUIABÁ

VÁRZEA GRANDE

POLÍTICA

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA