Esportes

Cuiabá conquista Série A do Brasileirão

Publicados

em

FUTEBOL BRASILEIRO

A vaga na Série A do Brasileirão é do Cuiabá

 

JB News

Por Denise Niederauer

O  Cuiabá carimbou seu passaporte e está na Série A do Campeonato Brasileiro 2021.

O time do Cuiabá, o “Dourado” da torcida dos mato-grossenses garantiu o acesso à elite do futebol nacional após o CSA empatar em 1 a 1 com o Brasil-RS, nesta sexta-feira, (22.01) no estádio Rei Pelé, em Maceió.

O Cuiabá conquistou o acesso a série A pela primeira vez em 20 anos de sua história.

Fundado em 2001 pelo Luís Carlos Tóffoli, ex-jogador e treinador, era mais conhecido como Gaúcho, o time do Cuiabá passou a competir profissionalmente em 2003.

Foi Bicampeão da Copa Verde (2015 e 2019), nove vezes campeão do Campeonato Mato-Grossense (2003, 2004, 2011, 2013, 2014, 2015, 2017, 2018 e 2019) e campeão da Copa Federação Mato Grossense de Futebol (2010), o Cuiabá foi vice-campeão da Série C em 2018 perdendo a final para o Operário de Ponta Grossa, mas conquistou o acesso à Série B. Em 2019, terminou na 8ª colocação. Iniciou a competição em 2020 sendo comandado pelo técnico Marcelo Chamusca, ex-Vitória, mas o treinador baiano preferiu abandonar o bom trabalho que vinha fazendo para assumir o Fortaleza, ficando pouco tempo e sendo demitido do Leão do Pici. Allan Aal, ex-Paraná, foi contratado para substituir Chamusca em novembro.

Leia Também:  O cavalinho Xomano e o cuiabanês

Cuiabá será o quarto time do Matogrosso a disputar a primeira divisão do Campeonato Brasileiro (após a emancipação política do Mato Grosso do Sul). Os também times cuiabanos Dom Bosco e Mixto e o Operário, de Várzea Grande. Em 1977, o Operário – não o de Várzea Grande, supracitado, mas o de Campo Grande – fez campanha histórica, chegando às semifinais do Campeonato Brasileiro, eliminado pelo São Paulo.

A equipe foi à competição como representante do Mato Grosso, pois na época, o desmembramento do Mato Grosso do Sul ainda não havia sido completado. Ainda em 1977, foi sancionada a divisão.

O Dom Bosco jogou sua última Série A em 1979, aquela conhecida por ser a mais “inflada” – 94 clubes foram à disputa – a equipe chegou à segunda fase da competição. O Mixto foi à disputa da elite em 1985, na chamada Taça de Ouro.

O Alvinegro disputou o Grupo C e avançou à fase seguinte, um quadrangular que definiria os semifinalistas. Dando má sorte de cair no grupo com Bangu (vice-campeão daquele torneio), Internacional e Vasco, deixou a competição.

Leia Também:  Brasil será sede de uma das etapas da Copa do Mundo de Mountain Bike em 2022

No ano seguinte, foi a vez do Operário de Várzea Grande disputar a primeira divisão pela última vez, mas acabou na lanterna entre os 48 clubes.

COMENTE ABAIXO:

Esportes

Mato-grossense Feminino 2020: Por falta de estádios, FMF adia início da competição

Publicados

em

Por

 

Em reunião na tarde desta terça-feira (2), a Federação Matogrossense de Futebol em conjunto com o Ação, Dom Bosco e Mixto, resolveram adiar a abertura do Campeonato Mato-grossense de Futebol Feminino – Edição 2020. A partida estava agendada para esta quarta-feira (3) entre Ação e Mixto.

Por falta de estádios disponíveis na região metropolitana, e com os atuais decretos vigentes, o início da competição será adiada para uma nova data. Uma das alternativas esperadas pelos clubes, seria a liberação do estádio Presidente Dutra pela Prefeitura de Cuiabá, que até o momento, não teve a sua data de reinauguração confirmada.

Na continuidade de falta de estádios para a realização da competição, é possível que os clubes realizem os jogos em Centro de Treinamento-CT com portões fechados.

A FMF deverá divulgar em breve a tabela detalhada especificando as datas, horários e locais das partidas.

Higor Vinicius Ramos

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Mato-grossense Feminino 2020: Por falta de estádios, FMF adia início da competição
Continue lendo

CUIABÁ

VÁRZEA GRANDE

POLÍTICA

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA