COVID-19

Cuiabá amplia vacinação dos trabalhadores da Saúde mediante agendamento

Publicados

em

No total, Cuiabá recebeu 17.678 doses de vacinas destinadas aos profissionais da Saúde, quantia suficiente para atendimento de 75,7% da demanda

POR ROBERTA PENHA

Luiz Alves

Cuiabá vai ampliar a vacinação aos trabalhadores da Saúde a partir da quinta-feira (28), mediante agendamento por meio do link https://vacina.cuiaba.mt.gov.br. O anúncio foi feito pelo prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro. “Com a chegada de novos lotes de vacinas, vamos acelerar o processo protegendo aos que se dedicam a atuar na linha de frente à pandemia”, explicou.

No total, Cuiabá recebeu 17.678 doses de vacinas destinadas aos profissionais da Saúde, quantia suficiente para atendimento de 75,7% da demanda (que é de 23.371 profissionais). Pinheiro explica que a nova ampliação  segue o informe técnico do Ministério da Saúde emitido em 23/01/21.

“O município já recebeu três remessas de vacinas e  poderá ampliar a vacinação, uma vez que esse número de doses corresponde a 75,7% da meta dos trabalhadores da área”, explica a secretária municipal de Saúde, Ozenira Félix.

A secretária enfatiza que, com o quantitativo disponibilizado até o dia 26 de janeiro, o município irá vai ampliar a vacinação para os trabalhadores de saúde ativos que tenham vínculo com os serviços de saúde (Hospitais, Pronto Atendimento, Laboratórios e Centro de diagnóstico por Imagem que fazem exames para Covid 19, Unidades de Saúde da Atenção Primária e Secundária e Vigilância em Saúde) públicos e privados.

“Neste momento não serão incluídos os trabalhadores da saúde dos setores administrativos que não prestam assistência direta aos casos de Covid-19, assim como os trabalhadores em afastamento ou inativos, e os profissionais de saúde autônomos dos consultórios e similares. Vale esclarecer que todos os trabalhadores da saúde serão contemplados com a vacinação, entretanto a ampliação da cobertura desse público será gradativa, conforme a disponibilidade de vacinas”, acrescentou Ozenira.

Leia Também:  Vereador Luiz Fernando tem quatro projetos de leis aprovados pela CCJR

Como forma de comprovar o grupo prioritário, será exigida para vacinação uma declaração emitida pelo serviço de saúde que confirme o vínculo ativo do trabalhador, além da Carteira do Conselho de Classe, se houver.

Ainda na data de hoje (27) e na quinta-feira (28), a vacinação será realizada por meio das  listas que os hospitais públicos e privados e demais unidades encaminharam à Secretaria Municipal de Saúde e por agendamento no site da Prefeitura de Cuiabá. “A partir de sexta tudo será feito pelo site da Prefeitura, explicou Valéria de Oliveira, coordenadora da Vigilância Epidemiológica.

“A equipe da Secretaria Municipal de Saúde está trabalhando arduamente de domingo a domingo para que os grupos prioritários sejam vacinados o quanto antes. O sucesso dessa campanha é fruto deste empenho. Quero agradecer a todos os envolvidos e reforçar o chamamento para aqueles do grupo prioritário que ainda não se imunizaram”, concluiu Pinheiro.

Desde o último dia 20 de janeiro, Cuiabá deu início a operacionalização do Plano de Imunização. O “Vacina Cuiabá” conta com uma estrutura especialmente montada no Centro de Eventos do Pantanal e funciona das 7h às 22h.

Leia Também:  Polícia Civil cumpre buscas em 14 pontos investigados por tráfico de drogas em Cuiabá

 

 

PODERÃO SER VACINADOS A PARTIR DE 28/01/2021:

 

Trabalhadores da saúde que atuam em espaços e estabelecimentos de assistência e vigilância à saúde, sejam eles hospitais, clínicas, ambulatórios, laboratórios e outros locais. Desta maneira, compreende tanto os profissionais da saúde – como médicos, enfermeiros, nutricionistas, fisioterapeutas, terapeutas ocupacionais, biólogos, biomédicos, farmacêuticos, odontólogos, fonoaudiólogos, psicólogos, assistentes sociais, profissionais da educação física, médicos veterinários e seus respectivos técnicos e auxiliares – quanto os trabalhadores de apoio, como recepcionistas, seguranças, pessoal da limpeza, cozinheiros e auxiliares, motoristas de ambulâncias e outros, ou seja, aqueles que trabalham nos serviços de saúde, mas que não estão prestando serviços direto de assistência à saúde das pessoas, ou seja, aqueles profissionais que atuam em cuidados domiciliares como os cuidadores de idosos e doulas/parteiras, bem como funcionários do sistema funerário que tenham contato com cadáveres potencialmente contaminados. A vacina também será ofertada para acadêmicos em saúde e estudantes da área técnica em saúde em estágio hospitalar, atenção básica, clínica e laboratorial.

 

 

NÃO SERÃO VACINADOS AINDA:

Até o recebimento de novas doses pelo Ministério da Saúde, somente deixarão de ser vacinados os servidores administrativos que não prestem  assistência direta aos casos de Covid-19, aqueles que se encontram em  afastamento ou inativos, e ainda os profissionais de saúde autônomos dos consultórios e similares.

 

COMENTE ABAIXO:

COVID-19

Seduc prorroga medidas restritivas até 30 de abril

Publicados

em

Por

Expediente na sede da secretaria permanece das 7h às 13h; professores continuam em teletrabalho

Assessoria | Seduc-MT

Na Seduc, deve ser mantido no mínimo 30% dos servidores – Foto por: David Borges

Na Seduc, deve ser mantido no mínimo 30% dos servidores

A | A

A secretaria de Estado de Educação (Seduc-MT) prorrogou até o dia 30 de abril as medidas restritivas que visam reduzir os riscos de disseminação do novo coronavírus (Covid-19) entre os servidores. A portaria 257/2021 mantém, de forma extraordinária, o expediente na sede da Seduc das 7h às 13h.

A portaria, assinada pelo secretário Alan Porto, publicada no Diário Oficial do Estado desta quinta-feira (15.04), mantém a ampliação do teletrabalho. Na Seduc, deve ser mantido no mínimo 30% dos servidores.

A orientação às secretarias-adjuntas é que todos os servidores que possam desenvolver suas atividades de forma remota, sejam mantidos em teletrabalho até nova decisão.

As escolas da rede estadual de ensino devem seguir as normativas editadas pelas prefeituras, de acordo com a classificação de risco.

 

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Como alternativa de acelerar imunização, Assembleia criará 3 pontos de vacinação
Continue lendo

CUIABÁ

VÁRZEA GRANDE

POLÍTICA

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA