Estadual

Copel divulga vencedor de chamada pública de IP

Publicados

em

A Copel divulgou nesta segunda-feira (4) o resultado da chamada pública que buscava um parceiro para a formação de parcerias público-privadas (PPP) no segmento de iluminação pública (IP). Sete proponentes apresentaram projetos. Foi selecionado o Consórcio BRC IP composto por BHIP, Remo Engenharia e a paranaense Construtora Castilho.

O Consórcio é formado por empresas da iniciativa privada com larga experiência em concessões de Iluminação Pública, com destaque para a de Belo Horizonte, a maior PPP em atividade no país. A estatal paranaense terá participação minoritária na parceria.

ESTRUTURAR – A finalidade da parceria é estruturar projetos de PPP para as principais cidades do Paraná e para os municípios que formem consórcios e somem mais de 10.000 pontos de IP.

O diretor de Desenvolvimento de Negócios da Copel, Cássio Santana da Silva, salienta a vantagens deste acordo. “Selecionamos o parceiro com base em aspectos técnicos e com os mais altos padrões de compliance do mercado, com o intuito de permitir que a Copel avance em um negócio promissor que, além da Iluminação Pública, abrirá as portas para as soluções no mercado de cidades inteligentes”.

Leia Também:  Comissão irá debater impacto de 14% de desconto dos aposentados e pensionista de MT

O próximo passo do consórcio será a promoção do workshop que vai alinhar as estratégias de atuação para concorrer tanto como estruturador de projetos como agente concessionário de IP nos primeiros municípios paranaenses.

ILUMINA PARANÁ – Em parceria com a Copel, o Governo do Paraná lançou na última quinta-feira (31) o Programa Ilumina Paraná, que permitirá que municípios do Estado modernizem seus sistemas de iluminação pública – aumentando a segurança e reduzindo a conta de energia elétrica.

As melhorias se refletem no setor econômico, que lucra com o maior movimento nas vias públicas, o meio ambiente que agradece com a eficientização das lâmpadas na troca por LED, e a segurança fica mais evidente. Todo esse cenário faz as cidades mais iluminadas contribuírem para o bem-estar geral da população.

A modernização da iluminação pública é o primeiro passo para a criação de uma plataforma integrada para as cidades inteligentes, devido a sua alta capilaridade nas cidades. O uso da telegestão permite o aproveitamento da estrutura de IP para uso em soluções de segurança, mobilidade urbana, gestão de tráfego, entre outros usos.

Leia Também:  Secretário Alan Porto e diretores de escolas debatem planejamento para o retorno às aulas

Saiba mais sobre o trabalho do Governo do Estado em:
http:///www.facebook.com/governoparana e www.pr.gov.br

COMENTE ABAIXO:

Estadual

Comissão irá debater impacto de 14% de desconto dos aposentados e pensionista de MT

Publicados

em

Por

JB NEws

Da Redação

 

O presidente da Assembleia Legislativa, deputado Eduardo Botelho (DEM), anunciou nesta quinta-feira 11.02, a criação de  uma comissão de deputados estaduais  para dialogar com a equipe técnica do governo o desconto de  14%  no pagamento  aposentados e pensionistas  de Mato Grosso.

Segundo Botelho a ideia de constituir uma comissão parlamentar surgiu após a manutenção do veto ao PLC 36 que revogava a cobrança de 14% dos aposentados.

Para o deputado as tratativas já tiveram início com governador Mauro Mendes (DEM), com objetivo de construir uma proposta alternativa de isenção para aposentados e pensionistas.

Já na próximos dias serão divulgados os nomes dos parlamentares que farão parte da comissão.

Os deputados estaduais mantiveram o veto do governo estadual ao projeto que revoga o desconto previdenciário de 14% para servidores aposentados e pensionistas de Mato Grosso que recebem até o teto do Instituto Nacional de Seguridade Social (INSS), de R$ 6,1 mil, durante sessão realizada nesta quarta-feira (10) no plenário das deliberações da casa de leis.

Leia Também:  Secretário Alan Porto e diretores de escolas debatem planejamento para o retorno às aulas

Confira o vídeo:👇

 

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

CUIABÁ

VÁRZEA GRANDE

POLÍTICA

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA