AGRONEGÓCIOS

Condenações por plantio experimental de soja em Mato Grosso ultrapassam R$ 3 mi e produção é de quase uma tonelada

Publicados

em

PLANTIO EXPERIMENTAL DE SOJA

Condenações ultrapassam R$ 3 mi e produção é de quase uma tonelada

JB News

Das 14 ações civis públicas propostas pelo Ministério Público do Estado de Mato Grosso contra a Associação dos Produtores de Soja e Milho de Mato Grosso (Aprosoja) e produtores rurais, em razão do “plantio experimental de soja” fora de época, 13 já têm sentença proferida por juízo de 1º grau. O Poder Judiciário acolheu os pedidos formulados pelo Ministério Público e reconheceu que os Requeridos não tinham autorização necessária para a realizar o plantio experimental de soja fora do período permitido, contrariando as medidas fitossanitárias de prevenção e controle do fungo causador da ferrugem asiática. As condenações aplicadas, se somadas, ultrapassam 3 milhões de reais.

De acordo com as sentenças, os pagamentos deverão ser efetuados de forma solidária entre a Aprosoja e os produtores rurais. A 15ª Promotoria de Justiça Cível informa que recorrerá da decisão com a finalidade de majorar o valor das condenações.

Conforme levantamento realizado pela 15ª Promotoria de Justiça Cível de Cuiabá, a produção da soja resultante do plantio experimental é de quase uma tonelada. As propriedades estão localizadas nos municípios Campos de Júlio, Vera, Lucas do Rio Verde, Tabaporã, Primavera do Leste, Cláudia, Campo Verde, Paranatinga e Marcelândia.

MOTIVAÇÃO: A promotora de Justiça Ana Luíza Avila Peterlini de Souza explica que o posicionamento do MPMT contra o plantio experimental de soja fora de época baseia-se em estudos científicos e busca evitar a disseminação da ferrugem asiática, considerada a pior praga da cultura da soja.

O plantio extemporâneo pode ter contribuído com o aumento da resistência do fungo, colocando em risco a produção da soja da próxima safra, e poderá representar graves consequências ao meio ambiente, com o aumento considerável de aplicações de agrotóxicos, com a poluição do ar, água, solo e risco de contaminação da população.

O MPMT explica que a possibilidade de realização do plantio da soja fora do período estabelecido na Instrução Normativa nº 002/2015, que estabelece as medidas fitossanitárias para prevenção e controle da praga, foi aventada por meio de um acordo firmado entre o Indea e a Aprosoja perante a Câmara de Mediação e Arbitragem (AMIS) para o desenvolvimento de experimento pela Fundação de Experimento e Desenvolvimento Tecnológico Rio Verde, apoiado pelo Instituto AGRIS.

Após notificação recomendatória proposta pelo MPMT, o Indea, reconhecendo a ilegalidade do acordo e os riscos do experimento, não autorizou nenhum plantio fora do calendário da soja. A Aprosoja e os produtores rurais, entretanto, efetuaram o plantio extemporâneo sem autorização”, explicou a promotora de Justiça.

Segundo ela, antes de recorrer ao Judiciário para que fosse reconhecida a ilegalidade do plantio, a Promotoria de Justiça encaminhou notificações à Aprosoja recomendando a suspensão do experimento, mas não obteve êxito.

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Governador pede auxílio do Ibrachina para adquirir 1 milhão de doses de vacinas a MT

AGRONEGÓCIOS

Sorriso e Campo Verde (MT) serão sede do Open SKY Soja 2021  

Publicados

em

O evento, que é realizado pela Proteplan, é gratuito e oferece uma programação completa com resultados de pesquisa

 Por Juliane Caju

A Proteplan, empresa mato-grossense consolidada no ramo da pesquisa agro, realiza nas próximas semanas a Open SKY Soja 2021 nas cidades de Sorriso e Campo Verde, ambas no interior de Mato Grosso. O objetivo é reunir produtores, pesquisadores e profissionais do agronegócio para conhecerem resultados de testes de produtos aplicados no campo, além de debaterem temas sobre a cultura da soja.

O primeiro evento acontece nos dias 27, 28 e 29 de janeiro, das 7h às 11h30, na Estação de Pesquisa da Proteplan, em Sorriso. Em fevereiro será a vez de Campo Verde receber o evento, nos dias 04 e 05.

“A classe produtora receberá em primeira mão os resultados de pesquisas que nossa equipe vem desenvolvendo sobre doenças da soja, vão receber informações tecnológicas a partir dos ensaios que conduzimos com cultivares de diferentes características agronômicas. Vamos falar das doenças e fazer as recomendações de manejo”, explica Fabiano Siqueri, pesquisador da Proteplan.

Durante o Open SKY Soja 2021 em Sorriso

Leia Também:  7ª Dinetec começa hoje em Canarana

Produtores rurais contarão com vitrine com 75 cultivares de soja, tour aos ensaios de fitopatologia, de entomologia, de herbologia e também com Estação de Tecnologia de Aplicação. “São temas muito importantes para toda a classe produtora que poderão ver in loco como reduzir custos de produção, aumentar a rentabilidade e garantir a sustentabilidade da sua lavoura com uso eficiente das estratégias de manejo”, destaca Ivan Pedro, pesquisador da Proteplan.

A comissão organizadora ressalta que todas as etapas do evento foram planejadas de acordo com as normas exigidas pela Organização Mundial de Saúde (OMS), referentes ao novo coronavírus. “A empresa tem bons resultados para apresentar para o produtor rural e queremos mostrar isso com segurança, respeitando a saúde e a vida dos participantes. Dessa forma, nossas atividades acontecerão somente pela manhã e serão realizados em grupos de 10 pessoas que vão percorrer setes estações”, esclarece Fabiano Siqueri.

Programação

7:00hrs – Credenciamento

7:15hrs – Boas vindas

7:30hrs – Deslocamento das equipes para visita ao Campo (grupos de 10 pessoas)

Tour Técnico

Vitrine com 75 cultivares de soja

Leia Também:  Mato Grosso disponibiliza R$ 160 milhões para recuperação da pecuária do Pantanal

Tour aos ensaios de Fitopatologia

Tour aos ensaios de Entomologia

Tour aos ensaios de Herbologia

Estação Tecnologia de Aplicação

11:30hrs – Encerramento.

Inscrições

As inscrições são gratuitas e os interessados em participar do Open SKY Soja 2021 devem acessar a página do evento através do link:

https://proteplan2.websiteseguro.com/eventos/e/6001a4988e25f

Devido às restrições contra a Covid-19, as vagas são limitadas e os inscritos precisam escolher a data em que desejam participar.

Open SKY Soja 2021 conta com o apoio de diversas marcas que acreditam no progresso do agronegócio: Adama, Basf, Bayer, Corteva, FMC, Grupo Vittia (Biovalens), Ihara, Oxiquímica, Sumitomo, Syngenta e UPL.

 

Sobre a Proteplan

A Proteplan tem como missão desenvolver soluções integradas na agricultura e difundir conhecimento técnico e experiência para a cadeia produtiva.

No processo de difusão estão os eventos de campo, eventos indoors e eventos digital, além de interações realizadas junto à clientes, e empresas parceiras (assessoria e capacitação).

É uma empresa de pesquisa que realiza testes de produtos com sede em Sorriso e com filiais em Campo Verde e Primavera do Leste.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

CUIABÁ

VÁRZEA GRANDE

POLÍTICA

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA