Arquivos JB News 10 Anos

Comissão de Saúde cobra retomada de repasses ao Hospital Municipal de Poconé

Publicados

em

 

Comissão de Saúde cobra retomada de repasses ao Hospital Municipal de Poconé
 
Nesta quarta-feira (25) a comissão anunciou que fará visita técnica à unidade e irá solicitar reunião com o secretário de Estado de Saúde.
 
RENATA NEVES
 
A Comissão de Saúde, Previdência e Assistência Social da Assembleia Legislativa de Mato Grosso irá atuar junto ao Governo do Estado para garantir a retomada dos repasses financeiros destinados à manutenção do Hospital Municipal de Poconé, suspensos desde 2017. A situação da unidade foi debatida durante reunião ordinária da comissão, realizada nesta quarta-feira (25).

Segundo o prefeito de Poconé, Tatá Amaral (DEM), o hospital passa por dificuldades desde que o Governo do Estado deixou de efetuar repasses mensais de R$ 68 mil. A unidade conta com 66 leitos, sendo 60 do Sistema Único de Saúde (SUS), e realiza cirurgias de vesícula, laqueadura, hérnia e partos cesariana em pacientes de Poconé, Barão de Melgaço, Jangada, Nossa Senhora do Livramento e Santo Antônio de Leverger.

Atualmente o hospital recebe repasses mensais de R$ 122 mil do Governo Federal e de R$ 55 mil do município, entretanto, conforme Tatá Amaral, o montante não é suficiente para manter os serviços. “Estamos muito preocupados e precisamos de alternativas para manter o hospital funcionando, por isso viemos aqui hoje pedir a ajuda dos deputados estaduais da Comissão de Saúde”, disse.

Além da retomada dos repasses por parte do Governo do Estado, o prefeito reivindica a inclusão do Hospital Municipal de Poconé na lista de hospitais filantrópicos beneficiados com recursos do Fundo de Estabilização Fiscal (FEF).

Diante da situação, os membros da comissão anunciaram que irão realizar uma visita técnica ao hospital de Poconé e solicitar uma reunião com o secretário de Estado de Saúde, Gilberto Figueiredo, para tratar do assunto.

“A Comissão de Saúde tem visitado hospitais de diversos municípios e trabalhado com o objetivo de descentralizar a saúde do estado. Temos uma responsabilidade muito grande com essa causa, por isso podem contar com o nosso apoio”, declarou o deputado estadual Dr. João (MDB).

O vice-presidente da comissão, deputado Lúdio Cabral (PT), que presidiu a reunião devido à ausência do presidente Paulo Araújo (PP), lembrou que apenas hospitais de Cuiabá recebem recursos do Fundo de Estabilização Fiscal (FEF). “O estado precisa de uma política para dar condições a hospitais municipais e filantrópicos funcionarem”, defendeu.

Santa Casa de Rondonópolis – O deputado Delegado Claudinei (PSL) também externou preocupação com a situação da Santa Casa de Rondonópolis. Segundo ele, a unidade atende 19 municípios da região sul de Mato Grosso e acumula dívida de R$ 25 milhões, por conta de empréstimos bancários e débitos relativos a pagamentos de médicos, prestadores de serviços e fornecedores. O assunto foi debatido de forma ampliada durante audiência pública realizada pelo parlamentar no início do mês.

“Essa dívida só vem aumentando. Além disso, os valores repassados pelo Governo do Estado da tabela SUS precisam ser atualizados. Estamos procurando ajudar via Assembleia Legislativa. Apresentei requerimentos para a bancada federal de Mato Grosso na tentativa de conseguir emendas para quitar essa dívida”, informou.

Também participaram da reunião o deputado estadual Dr. Gimenez (PV), a secretária municipal de Saúde de Poconé, Ilma Regina Figueiredo Arruda, e o diretor-presidente do Hospital Municipal, Danton Caporossi.

Projetos de Lei – Durante a reunião os deputados aprovaram ainda os pareceres de cinco projetos de lei, sendo quatro favoráveis (PLs 800/19, 824/19, 831/19 e 852/19) e um contrário (PL 354/19).

Fotos: Helder Faria /
COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  BPW Cuiabá promove debate sobre igualdade salarial em audiência pública na Assembleia Legislativa

Arquivos JB News 10 Anos

Kalil Baracat cobra melhorias na pavimentação de bairros

Publicados

em

Por

 

O vereador por Várzea Grande, Kalil Sarat Baracat de Arruda apresentou duas indicações que visam melhorias na pavimentação asfáltica de dois bairros da cidade.

Sua primeira indicação solicita do Poder Executivo Municipal junto à Secretaria de Infraestrutura a necessidade de serviços de tapa buracos e reparos na pavimentação asfáltica nas ruas do bairro Jardim Novo Horizonte, em sua totalidade.

Segundo Kalil a proposta é urgente e visa à realização de “tapa buracos” e reparos na pavimentação asfáltica.

“As ruas do bairro em questão encontram-se totalmente esburacadas, quase sem condições de tráfego, provocando pequenas colisões e avarias nos veículos dos que por ali transitam. É tamanha a calamidade em que se encontram as vias que não é possível especificar onde e quão grandes são os buracos. Atender à solicitação daquela comunidade é cumprir com o dever social e zelar pelo bem público e pelos munícipes”, explica o vereador.

Os moradores do bairro Jardim Potiguar também vem passando pelo mesmo problema e dessa forma, Kalil também indicou a necessidade de serviços de tapa buracos e reparos na pavimentação asfáltica em todas as ruas do bairro.

Leia Também:  Programação de maio conta com shows de música, de humor e infantil

“ As ruas Jardim Potiguar estão cheias de buracos com o aumento do fluxo de veículos pela região devido aos desvios das obras da Copa, quase que sem condições de tráfego. Além da falta de conforto e segurança, os buracos deixam o bairro com aspecto feio e mal cuidado desvalorizando os imóveis construídos ali. Dezenas de colisões com prejuízos financeiros e lesões físicas são registradas todos os dias naquele local”, disse Kalil Baracat.

 

Michelle Carla Costa

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

CUIABÁ

VÁRZEA GRANDE

POLÍTICA

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA