CUIABÁ

Comerciantes comemoram novo horário de funcionamento em Cuiabá

Publicados

em

Em vigor desde 21 de outubro, decreto municipal autoriza a atividade do comércio em Cuiabá de segunda a domingo das 9h às 19h, incluindo feriados

Decreto nº 8.166, publicado pela prefeitura de Cuiabá no Diário Oficial de Contas desta quarta-feira (21.10), altera o horário de funcionamento do comércio varejista e atacadista, incluindo o shopping popular, além de bares e restaurantes, e beneficia empresas do comércio. A modificação atende ao pedido feito pelo Sindicato Intermunicipal do Comércio Varejista de Calçados e Couros de Mato Grosso (Sincalco/MT), e antecede datas importantes para o setor, como a Black Friday e o Natal, que movimentam significativamente a economia no fim do ano.

O comércio estava proibido de funcionar aos domingos e feriados desde março, em cumprimento a decretos municipais. Em setembro, em função da classificação de risco da pandemia para “moderada” na cidade, o sindicato solicitou a extensão do horário de expediente dos estabelecimentos. E agora, a prefeitura de Cuiabá autorizou o funcionamento todos os dias, das 9h às 19h, além de permitir a utilização de provadores de roupas e calçados.

Leia Também:  Nova onda do boi gordo atropela margens dos frigoríficos

Segundo o presidente do Sincalco/MT, Junior Macagnam, a liberação de uso dos provadores seguirá todos os procedimentos de higiene e segurança necessários para a não propagação do covid-19. “Ainda estamos numa corrida para a vacina e precisamos manter os cuidados, como o uso de álcool em gel, máscaras e o distanciamento social. Os lojistas também devem redobrar os cuidados ao entregar sapatos para que os clientes possam provar com segurança, através da constante higienização e utilização de meias descartáveis”, aponta Macagnam.

O Decreto – A nova publicação da prefeitura de Cuiabá também altera o horário de funcionamento de bares e restaurantes, que passam a funcionar de segunda a domingo, e feriados, das 11h às 00h, e das distribuidoras de bebidas, que estão autorizadas a abrir de segunda a domingo, das 11h às 00h.

COMENTE ABAIXO:
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

CUIABÁ

Emanuel Pinheiro será investigado pela Polícia Federal por disseminar Fake News

Publicados

em

JB News

 

O prefeito de Cuiabá e candidato à reeleição Emanuel Pinheiro será investigado pela Polícia Federal por disseminação de Fake News. Conforme o pedido de instauração de Inquérito Policial recebido nesta segunda-feira (23.11), Emanuel responderá por campanha difamatória, caluniosa e injuriosa contra o candidato Abílio Jr.
“Até onde vai a maldade, vai o desrespeito de uma campanha eleitoral? Até onde pode vir a mentira para destruir a moral das famílias das pessoas? Eu, igual a você, estou indignado com a falta de pudor dessa turma. A falta de respeito com a minha família, com a minha igreja, com a minha fé”, disse Abílio em suas redes sociais.
Na última semana, diversos vídeos contra Abílio começaram a circular na internet sendo que um deles acusa o candidato de desviar materiais de construção da Igreja Assembleia de Deus e usar isso para reformar sua casa.
“Emanuel, respeite as pessoas. Vamos fazer o debate no campo político e não seja um covarde que ataca as pessoas através de mentiras e fake news para tentar defender uma gestão corrupta, para tentar defender um vídeo de paletó que até hoje você não explicou”, expôs Abílio.
De acordo com a defesa de Abílio e Wellaton, patrocinada pelo advogado Alexandre César Lucas, os materiais divulgados ultrapassaram a crítica política. “Isso é inaceitável no campo do bom debate e no exercício democrático dos atos de campanha. As Fake News promovidas pelos apoiadores do Emanuel Pinheiro se estenderam à vida pessoal, aos familiares e até à religião de Abílio. A internet não é terra de ninguém e os responsáveis responderão por isso sim”, argumentou.
De acordo com Alexandre, a consistência do material entregue à Polícia Federal, e que ensejou a instauração do Inquérito Policial, comprova que foram cometidos crimes previstos nos artigos 138, 139 e 140 do Código Penal Brasileiro.

Leia Também:  Família de Emanuel comanda esquema eleitoral na Prefeitura

Veja o Pedido: 👇

IP_1

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

CUIABÁ

VÁRZEA GRANDE

POLÍTICA

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA