Arquivos JB News 10 Anos

Comerciantes cobram pela preservação e revitalização do Centro Histórico

Publicados

em

 

Comerciantes lutam pela preservação e revitalização do Centro Histórico de Cuiabá

Bem onde foram abertas as primeiras ruas e travessas da capital mato-grossense, onde circulam dezenas de milhares de pessoas hoje em dia, comerciantes, representantes de entidades de classe do comércio e a sociedade civil organizada lutam para ver a região do Centro Histórico de Cuiabá preservada e revitalizada.

Em 2019, a área que compreende 400 imóveis do período colonial, datadas do século XVII, completa 300 anos de existência e carece de investimentos e atenção do poder público. Em 1993, a área foi tombada pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN).   

Para isso, entidades de classe do setor comercial, a Universidade Federal do Estado de Mato Grosso (UFMT), o IPHAN-MT e a sociedade civil organizada, montaram o grupo Amigos do Centro Histórico de Cuiabá (ACHC), para desenvolver ações que defendam a região. Além disso, discutir junto ao poder público municipal, políticas públicas e soluções práticas para a gestão do patrimônio histórico de Cuiabá.

O presidente do Sindicato do Comércio Varejista de Calçados e Couros de Mato Grosso (Sincalco-MT) e membro-fundador do ACHC, Junior Macagnam, afirma que o grupo está preocupado com o futuro do Centro Histórico de Cuiabá e que já encaminhou, junto com os demais membros, um ofício ao prefeito da capital solicitando informações a respeito dos recursos do PAC Cidades Históricas e o desenvolvimento de políticas públicas de longo prazo que beneficiem todos os moradores, trabalhadores, comerciantes e proprietários do centro antigo, inclusive nas áreas da segurança e saúde pública.

Leia Também:  Liminar obriga Estado a sanar problemas apontados em relatório de interdição do MT Hemocentro

Para o presidente do Conselho Empresarial de Turismo e Hospitalidade de Mato Grosso (Cetur MT) e vice-presidente da Fecomércio-MT, Manoel Procópio, que também participa do grupo, o objetivo do grupo é mobilizar as autoridades responsáveis para agilizar o processo de restauração e posterior ocupação dos prédios e casarões antigos.

“Muitos turistas vêm visitar a capital do estado querendo conhecer a nossa história. Por isso, precisamos olhar com maior atenção para essa região e desenvolver ações que contribuam para trazer mais e mais turistas para conhecer o nosso Centro histórico, com toda a segurança possível e com um leque de atrações na área da cultura, lazer e gastronomia”.

Centro Histórico de Cuiabá

As vias urbanas do Centro histórico foram abertas a partir da descoberta de ouro, às margens do córrego da Prainha, em 1722. Nessa área, estão as ruas mais antigas de Cuiabá, as antigas ruas de Baixo, do Meio e de Cima (atualmente, as ruas Galdino Pimentel, Ricardo Franco e Pedro Celestino) e suas travessa ainda mantêm preservadas as características arquitetônicas das casas e sobrados.

Leia Também:  Sincalco chama atenção da população sobre a alta carga de impostos cobrados no país
COMENTE ABAIXO:

Arquivos JB News 10 Anos

Kalil Baracat cobra melhorias na pavimentação de bairros

Publicados

em

Por

 

O vereador por Várzea Grande, Kalil Sarat Baracat de Arruda apresentou duas indicações que visam melhorias na pavimentação asfáltica de dois bairros da cidade.

Sua primeira indicação solicita do Poder Executivo Municipal junto à Secretaria de Infraestrutura a necessidade de serviços de tapa buracos e reparos na pavimentação asfáltica nas ruas do bairro Jardim Novo Horizonte, em sua totalidade.

Segundo Kalil a proposta é urgente e visa à realização de “tapa buracos” e reparos na pavimentação asfáltica.

“As ruas do bairro em questão encontram-se totalmente esburacadas, quase sem condições de tráfego, provocando pequenas colisões e avarias nos veículos dos que por ali transitam. É tamanha a calamidade em que se encontram as vias que não é possível especificar onde e quão grandes são os buracos. Atender à solicitação daquela comunidade é cumprir com o dever social e zelar pelo bem público e pelos munícipes”, explica o vereador.

Os moradores do bairro Jardim Potiguar também vem passando pelo mesmo problema e dessa forma, Kalil também indicou a necessidade de serviços de tapa buracos e reparos na pavimentação asfáltica em todas as ruas do bairro.

Leia Também:  Delegação de MT embarca para disputas individuais em João Pessoa

“ As ruas Jardim Potiguar estão cheias de buracos com o aumento do fluxo de veículos pela região devido aos desvios das obras da Copa, quase que sem condições de tráfego. Além da falta de conforto e segurança, os buracos deixam o bairro com aspecto feio e mal cuidado desvalorizando os imóveis construídos ali. Dezenas de colisões com prejuízos financeiros e lesões físicas são registradas todos os dias naquele local”, disse Kalil Baracat.

 

Michelle Carla Costa

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

CUIABÁ

VÁRZEA GRANDE

POLÍTICA

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA