Arquivos JB News 10 Anos

Com vocação para o agronegócio, Santiago do Norte busca mais infraestrutura e logística

Publicados

em

 

 


Distante 520 km de Cuiabá, entre os municípios de Paranatinga e Sorriso, o distrito com pouco mais de 4 mil habitantes promete ser o novo corredor de produção do Estado. Idealizado por empresários da região, o projeto de emancipação passa pela melhoria em infraestrutura e logística capazes de elevar o distrito à condição de município. Para isso, lideranças políticas se uniram e entre outras pautas discutiram, na última segunda-feira (19.08), a questão da do asfaltamento da MT 130 (através de PPP), a construção da BR 242, no trecho que vai até Querência e o traçado da Ferrovia FICO.


De acordo com o líder da bancada, deputado federal Neri Geller (PP/MT), a reunião foi técnica e contou com a participação de empresários, pequenos produtores rurais, assentados. “São pessoas que conhecem as necessidades da região. Trouxemos o superintendente do Ibama MT, Cel. Gibson, para acompanhar as questões pendentes aqui. Assim como o estadual Nininho, que também encampou conosco essa luta pelo povo de Santiago do Norte”, disse Geller.

Leia Também:  Terceira edição da Femoda 2017 em Cuiabá quer atrair lojistas de todo Mato Grosso


O produtor rural Caçula está liderando as ações e quer privilegiar a agricultura familiar. Eles plantam aqui 10% da mandioca de Mato Grosso e estão construindo uma fecularia, mas queremos fortalecer as cadeias, como limão, leite, frutas e hortaliças. Nosso município já está na rota do agro, somos produtores de soja, e vamos buscar condições de escoar essa produção inseridos no corredor norte do estado”, expôs.


Segundo Gibson, superintendente do Ibama/MT, em setembro (19 a 23) os técnicos do órgão farão a vistoria nas obras de implantação e pavimentação da BR-242/MT, ao longo dos lotes 1 a 11 entre Nova Ubiratã e Querência.


Entre outras pautas, como a própria questão de rede de energia elétrica para atender a região, o foco maior está na BR-242, considerada uma importante rota de escoamento da produção agrícola de Mato Grosso já que o trecho – de 455 quilômetros – liga as rodovias BR-163 e BR-158. “É uma rodovia federal em fase de implantação, tem seu ponto inicial na localidade de São Roque do Paraguaçu, no município de Maragogipe/BA e o final na cidade de Sorriso/MT. Sua malha total tem uma extensão de 2.354 quilômetros e vamos buscar a viabilidade dessa obra dentro do trecho que passa em nosso Estado”, concluiu o líder da bancada, Neri Geller.

Leia Também:  Deputado Botelho destaca trajetóriade vida e desafios à frente da ALMT

 

COMENTE ABAIXO:

Arquivos JB News 10 Anos

Kalil Baracat cobra melhorias na pavimentação de bairros

Publicados

em

Por

 

O vereador por Várzea Grande, Kalil Sarat Baracat de Arruda apresentou duas indicações que visam melhorias na pavimentação asfáltica de dois bairros da cidade.

Sua primeira indicação solicita do Poder Executivo Municipal junto à Secretaria de Infraestrutura a necessidade de serviços de tapa buracos e reparos na pavimentação asfáltica nas ruas do bairro Jardim Novo Horizonte, em sua totalidade.

Segundo Kalil a proposta é urgente e visa à realização de “tapa buracos” e reparos na pavimentação asfáltica.

“As ruas do bairro em questão encontram-se totalmente esburacadas, quase sem condições de tráfego, provocando pequenas colisões e avarias nos veículos dos que por ali transitam. É tamanha a calamidade em que se encontram as vias que não é possível especificar onde e quão grandes são os buracos. Atender à solicitação daquela comunidade é cumprir com o dever social e zelar pelo bem público e pelos munícipes”, explica o vereador.

Os moradores do bairro Jardim Potiguar também vem passando pelo mesmo problema e dessa forma, Kalil também indicou a necessidade de serviços de tapa buracos e reparos na pavimentação asfáltica em todas as ruas do bairro.

Leia Também:  Terceira edição da Femoda 2017 em Cuiabá quer atrair lojistas de todo Mato Grosso

“ As ruas Jardim Potiguar estão cheias de buracos com o aumento do fluxo de veículos pela região devido aos desvios das obras da Copa, quase que sem condições de tráfego. Além da falta de conforto e segurança, os buracos deixam o bairro com aspecto feio e mal cuidado desvalorizando os imóveis construídos ali. Dezenas de colisões com prejuízos financeiros e lesões físicas são registradas todos os dias naquele local”, disse Kalil Baracat.

 

Michelle Carla Costa

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

CUIABÁ

VÁRZEA GRANDE

POLÍTICA

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA