Arquivos JB News 10 Anos

Cinco motoristas foram presos durante operação ‘Lei Seca’

Publicados

em

 

A ação repressiva ocorreu na BR 070; no período foram confeccionados 56 Autos de Infração de Trânsito

Hérica Teixeira

Cinco motoristas foram presos por embriaguez ao volante durante a 28º edição da Operação Lei Seca, realizada na tarde deste domingo (25.08), em Várzea Grande. A ação começou às 16h50 e seguiu até às 18h20. No período foram confeccionados 56 Autos de Infração de Trânsito (AITs), 20 Carteiras Nacional de Habilitação (CNHs) e 28 veículos foram recolhidos e 186 testes de alcoolemia realizados.

A ação repressiva ocorreu na BR-070, em frente a um hotel da região. Do total de Autos de infração, 14 foram pelo artigo 165 (dirigir sob influência de álcool), dois pelo artigo 165-A (recusa a ser submetido ao teste de alcoolemia) e 23 pelo artigo 230,V (veículo com irregularidades documentais). Todos os AITs são aplicados com base na Lei Nº 9.503, do Código Brasileiro de Trânsito.

A Operação Lei Seca é realizada de forma integrada e coordenada pelo Gabinete de Gestão Integrada (GGI-E) da Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp-MT). Nesta edição, participaram representantes das Polícias Militar (PM-MT), Civil (PJC-MT) e Rodoviária Federal (PRF), Departamento Estadual de Trânsito (Detran-MT), Guarda Municipal, e Sistema Penitenciário de Mato Grosso (Sispen).

Leia Também:  Dois árbitros mato-grossense vão apitar jogos da semifinais da Copa Verde

Infração

A multa para o motorista que é flagrado dirigindo sob efeito alcoólico é de R$ 2.934,70. No momento do teste do bafômetro, o condutor que tiver índice de álcool no sangue superior a 0,33 miligramas por litro de ar expelido será preso, pagará multa, terá a CNH suspensa e responderá por crime.

Quando a quantidade de álcool for abaixo de 0,33mg/l, o condutor é autuado, tem a CNH retida e paga multa.

COMENTE ABAIXO:

Arquivos JB News 10 Anos

Kalil Baracat cobra melhorias na pavimentação de bairros

Publicados

em

Por

 

O vereador por Várzea Grande, Kalil Sarat Baracat de Arruda apresentou duas indicações que visam melhorias na pavimentação asfáltica de dois bairros da cidade.

Sua primeira indicação solicita do Poder Executivo Municipal junto à Secretaria de Infraestrutura a necessidade de serviços de tapa buracos e reparos na pavimentação asfáltica nas ruas do bairro Jardim Novo Horizonte, em sua totalidade.

Segundo Kalil a proposta é urgente e visa à realização de “tapa buracos” e reparos na pavimentação asfáltica.

“As ruas do bairro em questão encontram-se totalmente esburacadas, quase sem condições de tráfego, provocando pequenas colisões e avarias nos veículos dos que por ali transitam. É tamanha a calamidade em que se encontram as vias que não é possível especificar onde e quão grandes são os buracos. Atender à solicitação daquela comunidade é cumprir com o dever social e zelar pelo bem público e pelos munícipes”, explica o vereador.

Os moradores do bairro Jardim Potiguar também vem passando pelo mesmo problema e dessa forma, Kalil também indicou a necessidade de serviços de tapa buracos e reparos na pavimentação asfáltica em todas as ruas do bairro.

Leia Também:  Gaeco intima Cidinho a fazer esclarecimento

“ As ruas Jardim Potiguar estão cheias de buracos com o aumento do fluxo de veículos pela região devido aos desvios das obras da Copa, quase que sem condições de tráfego. Além da falta de conforto e segurança, os buracos deixam o bairro com aspecto feio e mal cuidado desvalorizando os imóveis construídos ali. Dezenas de colisões com prejuízos financeiros e lesões físicas são registradas todos os dias naquele local”, disse Kalil Baracat.

 

Michelle Carla Costa

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

CUIABÁ

VÁRZEA GRANDE

POLÍTICA

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA