CULTURA

Cia Cena Onze de Teatro comemora seus 30 anos com exposição no Cine Teatro Cuiabá

Publicados

em

JBN

Mais do que celebrar 30 anos de história, a Cia Cena Onze de Teatro vai relembrar sua atuação no fomento à cultura e no trabalho em prol da assistência social, com uma exposição, no Cine Teatro Cuiabá, de 04 a 22 de dezembro, trazendo ao público um resgate de todos os trabalhos já apresentados pelo grupo, gerando uma criação inovadora, de grande qualidade técnica e artística. Para abrir a mostra, um sarau com artistas convidados será apresentado às 19h do dia 04.

Nesses quase 20 dias de exposição, o visitante poderá conhecer toda a trajetória da Companhia de Teatro ao longo das 3 décadas de atuação, formando dezenas de atores e ministrando cursos de teatro. Atualmente, administra o Cine Teatro Cuiabá (CTC), via contrato de gestão compartilhada com o Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado, Cultura e Lazer (Secel).

Além do entretenimento, a exposição é uma grande homenagem a todos que se dedicam às artes cênicas, com questionamentos e reflexões importantes para a sociedade, mas em especial para aqueles que integram o grupo, que cresce e se renova com diferentes componentes e atores, que vão chegando a cada ano, por meio dos cursos realizados.

Leia Também:  Brasil tem 23 estados mobilizados pela preservação do patrimônio

Nascida diante das necessidades de ações culturais voltadas para as comunidades carentes em Mato Grosso, a Cia Cena Onze de Teatro promove cursos de formação teatral, dança, circo, artesanato, pintura, palestras com foco na prevenção ao uso de álcool e outras drogas, uso sustentável dos recursos naturais, reciclagem, ecologia e educação para o trânsito.

Segundo o diretor da companhia, Flávio Ferreira, resgatar a dignidade do ser humano é um dos objetivos da instituição. “Para isso, utilizamos a arte como ferramenta da arte-educação e de enfrentamento ao uso de álcool e drogas para ajudar a elevar a autoestima das pessoas em situação de vulnerabilidade social. A arte resgata o que temos de melhor”, explica.

Além disso, o grupo realiza inclusão das comunidades carentes e do Centros de Convivência, Centros Comunitários, Aterro Sanitário (Lixão), Escolas públicas, Casas Abrigo, Comunidades Terapêuticas, Aldeia Xavante, entre outros.

O diretor complementa dizendo que as ações na área cultural são um aprimoramento do que já vem sendo feito com os alunos. “No decorrer dos anos montamos alguns trabalhos e sempre no final do trimestre, fazemos um espetáculo de encerramento de curso para mostrar o resultado”, detalha o diretor.

Leia Também:  Grupo Flor Ribeirinha celebra os seus 27 anos com uma live muito especial nesta segunda-feira

Vera Capilé, Caio Matoso, Eduardo Mahon, Marília Beatriz e Luciene Carvalho estão entre os artistas convidados para o sarau de abertura do evento, que contará também com apresentações de artistas que compõem a Companhia atualmente e alguns que já fizeram parte do grupo em anos anteriores. Haverá também uma exposição coletiva com os renomados artistas plásticos Adir Sodré, Adriana Milano, Adriano Figueiredo, Babu 78, Carlos Pina, Clóvis Irigaray, Rai Reis, Ruth Abernaz, Vera e Zuleika, Vicente Paulo e Zeilton Matos.

A mostra fica em cartaz até o dia 22 de dezembro no foyer do Cine Teatro Cuiabá, das 08h às 18h.

Serviço

O que: Exposição “Cena Onze 30 Anos”

Data: de 04 a 22 de dezembro, das 08 às 18h

Local: Cine Teatro Cuiabá

COMENTE ABAIXO:
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

CULTURA

5° Mostra de Cinema Negro de Mato Grosso encerra neste domingo

Publicados

em

Com troféus feitos artesanalmente, a Mostra revela seus vencedores do ano em live no youtube e no facebook simultaneamente. 

 

Por Carol Damasceno 

  

A quinta Mostra de Cinema Negro de Mato Grosso encerra neste domingo (13.09) as 19h (horário de Cuiabá- MT) com uma live dos membros do Coletivo Audiovisual Negro Quariterê no facebook (https://www.facebook.com/5mostracinemanegromt) e no canal do youtube (https://www.youtube.com/channel/UCN2S0uyw2n__OEVilYtr2Ww) onde os membros do coletivo irão anunciar os vencedores desse ano.  

Nesse ano, teremos as seguintes categorias: ficção, documentário, experimental e vídeo-clipe e menção honrosa e o júri popular que será computado na hora da live de encerramento.  

Para cada categoria, foi pensado num troféu que mescla pintura e escultura e mostra as várias possibilidades de existência negra. A escolha do artista foi pensada na Ruth de Souza que foi uma atriz brasileira. Foi a primeira atriz negra a protagonizar uma telenovela. Primeira dama negra do teatro, do cinema e da televisão do Brasil, foi a primeira artista nascida no país a ser indicada ao prêmio de melhor atriz num festival internacional de cinema, por seu trabalho em Sinhá Moça, no Festival de Veneza de 1954.  

O Sol, artista que confeccionou os troféus desse ano, é mato-grossense e tem 21 anos. Ele fez várias bonecas abayomis inspirado na Ruth de Souza com cores e roupas diferentes. Ele tem seus trabalhos nas artes plásticas com temáticas sobre gênero e sexualidade, necropolítica e regionalismos. A reciclagem é a técnica mais presente em suas obras.   

A quinta Mostra de Cinema Negro de Mato Grosso tem como temática esse ano falar Sobre(vivência) e nada melhor que ter seus troféus inspirados na Ruth de Souza. 

 

SERVIÇO: 

O que é: Encerramento da 5° Mostra de Cinema Negro de Mato Grosso 

Quando: 13 de setembro de 2020 (domingo) as 19h 

Carol Damasceno
COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Bombeiros constroem refúgio para animais silvestres do Parque Encontro das Águas
Continue lendo

CUIABÁ

VÁRZEA GRANDE

POLÍTICA

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA