Cidades

Chapada dos Guimarães decide fechar comércio por conta da possibilidade crescente de pessoas serem infectadas pelo Coronavírus

Após Decreto Toque de Recolher em Cuiabá

Publicados

em

JB News

Uma reunião que acontecerá neste sábado 13, em Chapada dos Guimarães irá decidir  o que fecha e o que deve abrir a partir de segunda-feira 15.

As novas medidas para conter a crescente demanda que possa existir a procura por leitos de Unidades de Tratamento Intensivo ( UTI), de infectados por COVID-19 na cidade.

Com dois óbitos e pouco mais de 10 pessoas sendo monitorada, o comitê de Enfrentamento ao Novo Coronavírus da cidade decidiram que após do prefeito de Cuiabá Emanuel Pinheiro nesta quarta-feira 10, decretar toque de recolher a partir deste sábado 13, Chapada irá abrir somente o comércio essencial, como farmácias,supermercados  e postos de combustíveis de forma alternada.

Chapada assim como a maioria das cidades do interior do Estado, não tem leitos de UTI suficiente caso uma contaminação em massa possa atingir a cidade devido a alta circulação de pessoas saindo de Cuiabá  que já tem 40 mortos por COVID-19.

 

 

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Governo de MT propõe adicional a servidores da linha de frente do combate à covid-19
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Cidades

Prefeito de Nova Maringá distribuirá medicamento a toda população para prevenção da Covid-19

Publicados

em

 

_A iniciativa é inédita em Mato Grosso_

A ivermectina, medicamento que está sendo usado no combate à covid-19, será distribuída de forma gratuita aos moradores de Nova Maringá (localizada a 370km de Cuiabá). A medida será adotada pelo prefeito da cidade, João Braga Neto (PSDB), a partir da próxima semana. A iniciativa é inédita em Mato Grosso.

De acordo com o gestor municipal, o objetivo da ação é tratar a população de forma preventiva para atenuar a infecção causada pelo vírus. “Antes das pessoas serem contaminadas pelo vírus, já será ministrado o medicamento”, pontua o prefeito.

A aquisição do remédio foi feita com recursos recebidos do Governo Federal, para as ações de combate à pandemia, após uma criteriosa pesquisa de preço, para otimizar a compra. Toda a distribuição da ivermectina será acompanhada por profissionais da secretaria de saúde. “Serão entregues para as pessoas, com o acompanhamento dos médicos que estão na linha de frente do combate à pandemia, e que atendem no município, além disso estamos realizando os testes diariamente junto à população”, garante o prefeito.

Leia Também:  Governo de MT propõe adicional a servidores da linha de frente do combate à covid-19

Ainda segundo João Braga, a decisão foi debatida com os profissionais da saúde sobre as vantagens do medicamento. O prefeito frisa que em conversa com o médico Marco Aurélio Ribeiro, de Cuiabá, há uma “significativa melhora em pacientes sintomáticos tratados com o remédio”.

Vale destacar que um estudo na Austrália, mostrou que a ivermectina possui atividade antiviral, em teste in vitro, contra o vírus causador da COVID-19 (SARS-CoV-2). “Além de estudos, há resultados positivos em outras cidades, como em Porto Feliz, cidade de São Paulo”, explica o médico. Embalada em caixas com quatro ou dois comprimidos, a ivermectina é indicada de acordo com o peso de cada pessoa.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

CUIABÁ

VÁRZEA GRANDE

POLÍTICA

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA